Beleza Extraordinária

Veja as transformações capilares que marcaram as décadas de 1920 à 2000!

  • Confira as transformações capilares que mais marcaram as décadas
Tela cheia
Previous Next
Confira as transformações capilares que mais marcaram as décadas

Longo, curto, super liso, volumoso, polido ou messy... são inúmeras as possibilidades de estilo quando o assunto é cabelo. Mas, apesar de estar por dentro do que é tendência hoje em dia, você sabe o que foi preferência em cada período e conhece as transformações capilares que marcaram os fios até os anos 2000? Para matar sua curiosidade e te deixar a par do histórico das madeixas desde 1920, o "Beleza Extraordinária" preparou uma matéria especial sobre o assunto, com os ícones que ditaram a moda durante em cada década. Confira!

1920: cabelo curto com franja reta marca o período de independência da mulher

  • O curtinho com franja de Louise Brooks marcou a década de 1920
Tela cheia
Previous Next
O curtinho com franja de Louise Brooks marcou a década de 1920

Os anos 1920 não foram apenas marcados pelo glamour e clima boêmio da época: foi nesse mesmo período que a mulher começou a conquistar sua liberdade e independência, tanto na vida pessoal quanto no mercado de trabalho. Como a moda e estilo também são detalhes importantes da história, os cabelos foram reflexo de toda essa transformação, aparecendo com o ousado corte na altura das orelhas ou perto do maxilar - o famoso chanel - ao invés dos fios super longos das décadas anteriores. Além do tamanho, outra marca registrada desse período é a franjinha curta e rente na testa, eternizada por estrelas como Louise Brooks. 

1930: fios aparecem maiores e com ondas bem marcadas 

  • As ondas bem marcadas de Marlene Dietritch estão entre as referências de estilo dos anos 1930
Tela cheia
Previous Next
As ondas bem marcadas de Marlene Dietritch estão entre as referências de estilo dos anos 1930

Depois de toda a revolução capilar dos anos 1920, na década posterior, o estilo mais tradicional voltou a ser preferência. O cabelo apareceu mais longo novamente - não tanto quanto antes, surgindo na altura do ombro - e também começou a aparecer com mais frequência com ondulações bem marcadas graças ao uso da brilhantina, pomada que era muito utilizada para modelar os fios. Dentre as divas do cinema que são consideradas ícones do período, está a atriz Marlene Dietritch, que estrelou filmes como "O Anjo Azul" e "O Expresso de Xangai". 

1940: ondulações no comprimento ganham ainda mais espaço 

  • Na década de 1940, dedoliss e bobes ganharam espaço para deixar as mulheres com o cabelo bem ondulado, assim como usava a estrela Rita Harworth
Tela cheia
Previous Next
Na década de 1940, dedoliss e bobes ganharam espaço para deixar as mulheres com o cabelo bem ondulado, assim como usava a estrela Rita Harworth

Nos anos 1930, as ondas começaram a aparecer timidamente no comprimento das madeixas, mas foi a partir de 1940 que elas viraram preferência. Nesse período, por causa da crise financeira que veio junto com a Segunda Guerra Mundial, as mulheres precisavam se embelezar sem gastar muito; por isso, métodos simples - como o dedoliss e os tradicionais bobes - começaram a ser descobertos para deixar os fios bem enrolados, como o da icônica Rita Harworth. Em relação ao comprimento, o tamanho médio continuou sendo a principal escolha, mas algumas preferiam deixar as madeixas abaixo dos ombros. 

1950: Cabelo loiro e corte curto com cachos são os destaques da década

  • O loiro de Marilyn Monroe marcou a década de 1950
  • Nos anos 1950, o cabelo curtinho aparecia com cachos ou ondulações bem marcadas. Audrey Hepburn, uma das estrelas do período, também adotou esse estilo para os fios
Tela cheia
Previous Next
O loiro de Marilyn Monroe marcou a década de 1950
  • O loiro de Marilyn Monroe marcou a década de 1950
  • Nos anos 1950, o cabelo curtinho aparecia com cachos ou ondulações bem marcadas. Audrey Hepburn, uma das estrelas do período, também adotou esse estilo para os fios

Nessa década, por causa da evolução da indústria de cosméticos e de todo o destaque de Marilyn Monroe, o cabelo loiro virou febre entre as mulheres. Além da transformação na cor, o tamanho dos fios também sofreu uma nova revolução e começou a aparecer mais curto e enrolado, como também usou Audrey Hepburn - outro ícone do momento, mesmo sem o tom de loiro. Foi nesse período que se eternizou o chamado "estilo pin up", que ainda serve de inspiração para famosas e fashionistas que são fãs de uma pegada mais retrô no visual. 

1960: pixie e volume poderoso marcam os cabelos nesse período

  • O ousado corte pixie de Mia Farrow foi destaque na década de 1960
  • Além do corte pixie, outro destaque dos anos 1960 foi o volume poderoso de Brigitte Bardot
Tela cheia
Previous Next
O ousado corte pixie de Mia Farrow foi destaque na década de 1960
  • O ousado corte pixie de Mia Farrow foi destaque na década de 1960
  • Além do corte pixie, outro destaque dos anos 1960 foi o volume poderoso de Brigitte Bardot

Dois estilos marcam os anos 1960 quando o assunto é "cabelo": o ousado corte pixie de Mia Farrow e as madeixas poderosas de Brigitte Bardot, cheias de volume, topetes e ondulações. Assim como aconteceu com a década de 1950, esse período também influencia muita gente na hora de compor o visual, sem falar no fato de ter colocado os fios curtinhos e o aspecto volumoso na lista de preferência de muitas mulheres, até os dias de hoje. 

1970: cabelos longos e volumosos foram ícones da década

  • O cabelo longo e volumoso de Farrah Fawcett era copiado pela maioria das mulheres nos anos 1970
  • O topete glamouroso de Jane Fonda está entre os estilos que marcaram a década de 1970
Tela cheia
Previous Next
O cabelo longo e volumoso de Farrah Fawcett era copiado pela maioria das mulheres nos anos 1970
  • O cabelo longo e volumoso de Farrah Fawcett era copiado pela maioria das mulheres nos anos 1970
  • O topete glamouroso de Jane Fonda está entre os estilos que marcaram a década de 1970

Fios com risca central, volume e ondas despojadas são as principais características dos cabelos nos anos 1970. Entre as principais referências da década estão Jane Fonda - com um topete ainda mais ousado que o imortalizado por Brigitte Bardot - e a eterna pantera Farah Fawcett, que caprichava no aspecto volumoso, no corte em camadas e nas ondulações em todas as suas aparições. Nessa época, secador de cabelo e spray fixador viraram os melhores amigos das mulheres que queriam copiar esse mesmo look na hora de finalizar os fios, e acessórios como faixas coloridas começaram a ser ainda mais frequentes na produção - principalmente daquelas que seguiam o movimento hippie. 

1980: muito volume e cachos são as estrelas do período 

  • Jennifer Beals, estrela de "Flashdance", eternizou a franja cacheada nos anos 1980
  • O cabelo cacheado e volumoso, no mesmo estilo de Jennifer Grey, foi queridinho nos anos 1980
  • O curtinho volumoso e arrepiado de Madonna também foi referência em 1980
Tela cheia
Previous Next
Jennifer Beals, estrela de "Flashdance", eternizou a franja cacheada nos anos 1980
  • Jennifer Beals, estrela de "Flashdance", eternizou a franja cacheada nos anos 1980
  • O cabelo cacheado e volumoso, no mesmo estilo de Jennifer Grey, foi queridinho nos anos 1980
  • O curtinho volumoso e arrepiado de Madonna também foi referência em 1980

Volume, muito volume: essa era a ordem dos anos 1980! Embora as ondulações já tivessem garantido seu espaço há muito tempo, é nesse período que o cacheado bem volumoso vira o favorito da maioria das mulheres - e, não por acaso, o permanente passa a ser o processo químico mais pedido nos salões de cabeleireiro. A franja cacheada - eternizada pelas atrizes Jennifer Beals e Jennifer Grey - também virou moda nas madeixas, e o curtinho arrepiado de Madonna marcou muitas transformações no visual durante essa época. 

1990: Estilo despojado e cortes diferentes são os grandes destaques da década

  • O corte repicado e volumoso de Jennifer Aniston virou marca registrada dos anos 1990
  • O liso com acabamento mais bagunçadinho, como era usado por Claire Danes, também ganhou espaço nos anos 1990
Tela cheia
Previous Next
O corte repicado e volumoso de Jennifer Aniston virou marca registrada dos anos 1990
  • O corte repicado e volumoso de Jennifer Aniston virou marca registrada dos anos 1990
  • O liso com acabamento mais bagunçadinho, como era usado por Claire Danes, também ganhou espaço nos anos 1990

O cacheado volumoso, que foi estrela nos anos 1980, perde seu espaço e o liso volumoso com acabamento mais bagunçadinho - como era usado por Claire Danes na série "My So Called Life" - ocupa seu lugar. Além da diferença na textura e finalização, o destaque também ficou por conta das possibilidades de cortes moderninhos e diferentes, como o repicado com luzes que foi eternizado por Jennifer Aniston na pele da personagem Rachel em "Friends". 

2000: Naturalidade é a palavra-chave para os cabelos

  • O ondulado suave de Blake Lively já virou ícone dos anos 2000
  • Nos anos 2000, grande parte das cacheadas e crespas - assim como Tais Araújo - abandonaram os alisamentos para assumir a textura natural dos fios
  • O corte bob de Cara Delevinge está entre os queridinhos dos anos 2000
Tela cheia
Previous Next
O ondulado suave de Blake Lively já virou ícone dos anos 2000
  • O ondulado suave de Blake Lively já virou ícone dos anos 2000
  • Nos anos 2000, grande parte das cacheadas e crespas - assim como Tais Araújo - abandonaram os alisamentos para assumir a textura natural dos fios
  • O corte bob de Cara Delevinge está entre os queridinhos dos anos 2000

Naturalidade é a palavra-chave do início dos anos 2000 até os dias atuais. Aceitar a real textura dos fios é um dos principais destaques, por isso, os alisamentos e relaxamentos foram deixados de lado pelas donas de cabelos cacheados e crespos, como o da atriz Tais Araújo. Deixar o look despojado trocando o liso polido por ondas suaves no comprimento - uma das marcas registradas de Blake Lively - também está entre as preferências para a finalização, enquanto o long bob de Cara Delevinge está entre os queridinhos para o tamanho dos fios.

Temas relacionados
Skincare:

Como usar argila no rosto? Veja para que serve cada máscara facial

últimas matérias

Ver mais