Beleza Extraordinária

Usar antitranspirante pode deixar os cabelos oleosos? Produtos de corpo interferem na saúde dos fios?

  • O verão é cheio de mitos capilares. Um deles diz que usar antitranspirantes pode influenciar na oleosidade do couro cabeludo e deixar o cabelo mais pesado durante as estações mais quentes
Tela cheia
Previous Next
O verão é cheio de mitos capilares. Um deles diz que usar antitranspirantes pode influenciar na oleosidade do couro cabeludo e deixar o cabelo mais pesado durante as estações mais quentes

Com o aumento da temperatura, os cabelos ficam naturalmente mais pesados, já que, no calor, o corpo sua para regular a temperatura corporal. Mas a reação que nos ajuda a passar pela estação mais quente do ano pode também piorar a oleosidade das madeixas. Assim como muitos mitos de beleza, o verão também têm suas peculiaridades e crendices, como usar produtos caseiros para aumentar o bronzeado ou passar cremes à base de camomila para clarear os cabelos.

Evitar usar desodorantes antitranspirantes é um desses mitos. Dizem que o produto bloqueia a saída do suor pelas axilas, o que aumenta a oleosidade dos cabelos, porque as glândulas do couro cabeludo ficam sobrecarregadas. Segundo a dermatologista Vivilaine Campelo, essa suposição está errada: "essa teoria está totalmente equivocada até porque as glândulas presentes no couro cabeludo são glândulas sebáceas e as presentes nas axilas são sudoríparas apócrinas. As glândulas são diferentes e secretam substâncias diferentes. A primeira secreta sebo, que é um composto de lipídeos, e a segunda produz o suor", explicou.

Suor deixa cabelo opaco e quebradiço

De acordo com Vivilaine, as glândulas sebáceas estão localizadas em maior quantidade no rosto e couro cabeludo, embora possam ser encontradas em toda extensão do corpo exceto planta dos pés e palma das mãos. Já as sudoríparas são importantes para a regulação da temperatura corporal e sofrem a ação dos antitranspirantes que, com a ação de derivados de alumínio em sua fórmula, conseguem inibir odor e a transpiração.

Com ou sem o auxílio do antitranspirante, o suor influência a oleosidade do cabelo porque o deixa ainda mais pesado, além de interferir no aspecto das madeixas: "o sal presente no suor deixa o cabelo opaco e quebradiço. Quem sua muito no couro cabeludo precisa lavar os fios todos os dias para que eles não fiquem oleosos", ensina a cabeleira Cristiane Vidal. Ela explica que até a temperatura da água pode influenciar, já que uma chuveirada quente estimula as glândulas sebáceas, o que deixa o cabelo oleoso mais rápido do que em um banho frio.

Temas relacionados
Cicatrização capilar:

o que é e por que apostar? Confira!