Beleza Extraordinária

Transição capilar: veja 4 erros que deve evitar durante o período

  • Entenda quais os hábitos que deve evitar durante a transição capilar
Tela cheia
Previous Next
Entenda quais os hábitos que deve evitar durante a transição capilar

Se libertar da química no cabelo é um hábito cada vez mais comum, e a transição capilar é uma realidade para quem quer deixar os fios crescer para poder apostar no "big chop". Não é segredo para ninguém que cuidar das duas texturas diferentes no cabelo pode dar bastante trabalho, no entanto, existem alguns erros que quem está passando pela transformação sempre comete, mesmo sem notar. Confira os 4 mais comuns e saiba como evitá-los!

1. Não ser paciente e delicada com os fios

Um erro que muitas mulheres cometem é não ter cuidado e delicadeza ao manejar as mechas, especialmente na hora de desembaraçar os cabelos. Especialmente quem está em transição capilar, cujos fios tendem a embaraçar mais por conta das duas texturas diferentes, deve pentear os cabelos com muita suavidade e tentar desembaraçar apenas enquanto os cabelos estiverem úmidos e com creme de pentear. É importante também apostar nos pentes de dentes largos com proteção nas pontas dos dentes, para evitar a quebra e o frizz.

2. Não fazer tratamentos profundos com a frequência mais adequada

Quem está em transição capilar precisa hidratar os fios ao máximo, e muitas vezes, as mulheres acabam esquecendo o cuidado profundo semanal por pensar que a hidratação diária com condicionador e creme de pentear são suficientes. Uma vez por semana, é importante apostar em um creme de tratamento profundo para deixar os fios mais maleáveis e livres de pontas secas e frizz, que detonam o visual e fazem com que a diferença de texturas fique muito mais aparente. 

3. Ficar sempre com os cabelos presos

Prender os cabelos é um hábito quase automático de quem está com duas texturas diferentes no cabelo, mas nem sempre é recomendado deixar os fios presos em um coque ou rabo de cavalo. Muitas vezes, fazer o seu penteado preso, pode criar muita tensão nas raízes, especialmente se o estilo for bem apertadinho e polido, e isto pode causar problemas ao nível do couro cabeludo, como o surgimento de áreas calvas na região da frente dos cabelos. O ideal é preferir os penteados mais larguinhos e sempre que possível deixar os fios soltos. 

4. Abusar das ferramentas quentes, como o secador e a chapinha

Para disfarçar a diferença de texturas, muitas mulheres fazem chapinha, escova ou babyliss todos os dias. Embora não haja nada de errado com estilizar os fios com ferramentas quentes de vez em quando é o hábito diário que pode detonar tanto os fios processados quanto os naturais. O ideal é evitar o calor deste utensílios todos os dias, apostando em penteados e acessórios para disfarçar a transição. Além disso, aposte sempre em aplicar um protetor térmico nos fios antes de os estilizar, especialmente nos cabelos novos. 

Temas relacionados
Cicatrização capilar:

o que é e por que apostar? Confira!