Beleza Extraordinária

Transição capilar: quanto tempo dura o processo? Descubra e saiba como voltar aos cachos!

  • Quem prefere deixar os cabelos crescerem bastante antes do big chop pode apostar em texturizações para igualar as duas texturas (Foto: Instagram @delphimichanu)
  • Confira a matéria para entender melhor sobre como recuperar os cachos com a transição capilar! (Foto: Instagram @stylefeen)
  • Para aquelas que não têm medo de ficar com os cabelos curtos, está liberado fazer o big chop assim que a raiz natural começar a crescer (Foto: Instagram @its_jennj)
Tela cheia
Previous Next
Quem prefere deixar os cabelos crescerem bastante antes do big chop pode apostar em texturizações para igualar as duas texturas (Foto: Instagram @delphimichanu)
  • Quem prefere deixar os cabelos crescerem bastante antes do big chop pode apostar em texturizações para igualar as duas texturas (Foto: Instagram @delphimichanu)
  • Confira a matéria para entender melhor sobre como recuperar os cachos com a transição capilar! (Foto: Instagram @stylefeen)
  • Para aquelas que não têm medo de ficar com os cabelos curtos, está liberado fazer o big chop assim que a raiz natural começar a crescer (Foto: Instagram @its_jennj)

Com o movimento de aceitação do cabelo cacheado e crespo cada vez mais forte, a transição capilar virou um dos termos mais comentados do momento. Como o nome indica, ela é o período de transformação dos fios - da mudança do alisado ou relaxado para a textura natural. Mas, para quem está conhecendo o processo agora, uma dúvida muito comum é sobre o tempo que ele deve durar para que os cachos, finalmente, voltem ao normal. Quer entender melhor sobre essa fase? Confira a matéria!

Transição capilar vai do último retoque de química ao dia do big chop

Com a ansiedade de recuperar os cachos, muitas mulheres que decidem parar de alisar os cabelos querem saber quanto tempo a transição capilar costuma durar antes de iniciarem o processo. No entanto, não há resposta certa para isso: o período pode durar de um mês a três anos, por exemplo; quem decide é quem vai passar por ela! 

Para contar o tempo de duração, é preciso considerar o período que vai do último retoque de química ao dia do big chop - "grande corte", que retira toda a parte com química. E para saber quando a fase vai chegar ao fim para que os cachos voltem, a dica é pensar com que tamanho de cabelo você quer estar para decidir. 

Se não liga de ficar com os fios bem curtinhos e prefere cortar logo para que ele vá crescendo ao natural, você pode tirar toda a parte alisada assim que a raiz começar a crescer. Agora, se não quer uma mudança radical e sente que vai acabar desistindo do seu objetivo se fizer o big chop às pressas, o ideal é ir lidando com as duas texturas até se sentir preparada para voltar completamente ao natural. 

Texturizações e cronograma capilar ajudam a lidar com as duas texturas durante o período 

Pensou bem e preferiu deixar os fios crescerem mais antes de fazer o big chop? Então, você precisa seguir algumas dicas para passar por esse processo sem desistir! Lidar com duas texturas diferentes não é tarefa fácil, porque a raiz vai começar a ganhar volume enquanto as pontas ficarão cada vez mais minguadas; no entanto, com alguns truques, fica mais fácil chegar ao fim. 

O principal é manter os cuidados em dia! Por isso, o truque principal para que os fios fiquem fortes e saudáveis é começar já um cronograma capilar - tratamento que organiza hidratação, nutrição e reconstrução por três vezes na semana durante o período de um mês. Já para ficar com os cabelos apresentáveis no dia a dia sem precisar recorrer à chapinha, o segredo é apostar em texturizações para igualar as texturas ou em penteados presos, como coques e tranças

Busque inspirações para fazer o big chop mais confiante 

Seja para fazer o big chop com os cabelos ainda bem curtinhos ou depois de enfrentar anos de transição, o ideal é buscar muitas inspirações! Dessa forma, além de mostrar ao cabeleireiro o corte exato que você quer, também vai ter uma ideia melhor de como seu look vai ficar depois de se livrar das pontas lisas - o que ajuda, também, a ter mais segurança. 

No Instagram, não faltam blogueiras com cabelos cacheados e crespos maravilhosos para se inspirar - como as gringas dessa matéria aqui. Por isso, a dica é focar nas que têm a textura bem parecida com a sua para garantir que você escolha um corte que vai funcionar com o seu tipo de cacho. Depois, com o big chop já feito, é só cuidar bastante das madeixas para que elas cresçam saudáveis e bonitas bem longe da química. 

Redação: Nívia Passos

Temas relacionados
Skincare:

Como usar argila no rosto? Veja para que serve cada máscara facial

últimas matérias

Ver mais