Beleza Extraordinária

Transição capilar: o que é? Como fazer? Veja tudo o que você precisa saber sobre o processo de volta aos cachos

  • Quer recuperar os fios cacheados ou crespos? Conheça tudo sobre a transição capilar (Foto: Instagram @fabulousbre)
  • O babyliss pode ser um aliado durante a transição capilar (Foto: Instagram @colormecourtney)
  • Ao final da transição capilar, seu cabelo pode voltar a ficar com os cachos bem definidos (Foto: Instagram @ericalave)
Tela cheia
Previous Next
Quer recuperar os fios cacheados ou crespos? Conheça tudo sobre a transição capilar (Foto: Instagram @fabulousbre)
  • Quer recuperar os fios cacheados ou crespos? Conheça tudo sobre a transição capilar (Foto: Instagram @fabulousbre)
  • O babyliss pode ser um aliado durante a transição capilar (Foto: Instagram @colormecourtney)
  • Ao final da transição capilar, seu cabelo pode voltar a ficar com os cachos bem definidos (Foto: Instagram @ericalave)

Por muito tempo, os cabelos lisos foram considerados o padrão de beleza e grande parte das mulheres com cabelos cacheados e crespos optaram por alisar os fios. Felizmente, os cacheados e crespos têm sido cada vez mais valorizados e muitas mulheres têm se sentido mais à vontade para passar pela transição capilar e assumir seus cabelos naturais e sem química.

O processo, que pode levar alguns meses, é necessário para que os fios voltem a ficar cacheados ou crespos - como eram antes da química. Quer conhecer um pouco mais sobre a transição capilar? Confira!

O que é a transição capilar?

Para recuperar os fios cacheados ou crespos depois de muito tempo fazendo alisamentos, o primeiro passo é parar com a química. Assim, o cabelo vai crescendo na sua forma natural e, com o tempo, pode voltar ao que era antes de começar a alisar. Como o processo depende do tempo de crescimento dos fios, é preciso ter um pouco de paciência.

Mas a boa notícia é que, a partir do momento que você decide parar com os procedimentos químicos, você já está em transição capilar. Aí é só cuidar do cabelo, para ele crescer forte e saudável, e esperar os cachos voltarem a ficar cacheados ou crespos. Além disso, para ajudar no processo, você pode optar por fazer o big chop.

Visualizar esta foto no Instagram.

Uma publicação compartilhada por WhereDidUGetThat.com (@karenbritchick) em

O big chop é indispensável?

Quando o cabelo começa a nascer livre de químicas, é comum que você fique com duas texturas diferentes. A parte alisada vai crescendo e, mesmo sem novos alisamentos, geralmente não volta a ficar totalmente cacheada ou crespa. Por isso, quando a raiz volta a ficar da forma que era antes dos procedimentos, pode ser que a diferença fique visível.

Para eliminar a parte alisada dos fios, depois de alguns meses de transição muitas mulheres optam por fazer um big chop - que nada mais é que um corte mais radical que retira toda a química do cabelo. Esse corte pode ser feito a qualquer momento e ajuda a deixar os cachos definidos, já que tira o peso da parte lisa. Mas lembre-se: quanto mais cedo você fizer o big chop, mais curtinhos os fios vão ficar.

Se você não curte deixar o cabelo tão curto, tudo bem também: embora seja bastante indicado, o big chop não é obrigatório. Você também pode ir cortando o cabelo aos poucos, à medida que ele for crescendo, até retirar toda a química.

Saiba como finalizar os cabelos durante a transição capilar

Na hora da finalização, o secador e a chapinha estão liberados, mas redobre os cuidados para não danificar os fios e use sempre um leave-in com proteção térmica. O babyliss também pode ser usado para ajudar a cachear o cabelo.

Além disso, você pode apostar em técnicas de texturização, como a twist, plopping e coquinhos. Assim, a textura fica mais homogênea e o processo pode ficar bem mais agradável.

Conheça alguns cuidados importantes durante a transição

Para o seu cabelo crescer natural, lindo e super saudável, é importante tomar alguns cuidados com os fios. A quebra capilar é comum durante o processo, já que a parte alisada costuma ser mais frágil que o restante do cabelo, que nasce forte. Por isso, é importante investir em um cronograma capilar - alternando reconstrução, hidratação e nutrição.

Redação: Gabrielle Nunes

Temas relacionados
Retoque de raiz:

Descubra qual é a sua cor de Magic Retouch!

últimas matérias

Ver mais