Beleza Extraordinária

Tonalizante ou tinta permanente: quando usar cada tipo de coloração?

  • Quando usar a tinta permanente e quando usar o tonalizante? A gente te ajuda a descobrir na matéria (Foto: Juliana Coutinho)
  • A tinta permanente e o tonalizante são dois aliados para mudanças no visual. Entenda quando usar cada um! (Foto: Juliana Coutinho)
Tela cheia
Previous Next
Quando usar a tinta permanente e quando usar o tonalizante? A gente te ajuda a descobrir na matéria (Foto: Juliana Coutinho)
  • Quando usar a tinta permanente e quando usar o tonalizante? A gente te ajuda a descobrir na matéria (Foto: Juliana Coutinho)
  • A tinta permanente e o tonalizante são dois aliados para mudanças no visual. Entenda quando usar cada um! (Foto: Juliana Coutinho)

Você decidiu que quer mudar a cor dos cabelos, mas na hora de fazer as compras não sabe se deve escolher a tinta permanente ou o tonalizante? A dúvida é beeem comum e, acredite, não tem uma única resposta certa - tudo depende do tipo de mudança que você quer e até das condições do seu cabelo. 

Ainda um pouco confusa? Calma que a gente vai ajudar: separamos uma lista com 6 situações para te dizer quando usar a tinta permanente ou semi-permanente e garantir o look do jeitinho que você espera. Veja a matéria e anote as dicas!

1. Para tingir os cabelos depois de alisamento

Se você fez alguma escova progressiva, relaxamento ou qualquer outro alisamento, a melhor alternativa é o tonalizante. Por esse produto ser compatível com química, ele garante que o fio se mantenha intacto e livre de problemas como queda, quebra e efeito elástico. 

2. Para dar um banho de brilho na cor dos cabelos

Só quer dar um banho de cor e brilho nos cabelos naturais ou tingidos? Então pode apostar no tonalizante que ele é perfeito para essa tarefa! A fórmula desse produto garante o aspecto brilhoso instantâneo e pode ser um grande aliado quando os fios estiverem sem vida.

3. Para cobrir fios brancos

Quem precisa de uma coloração intensa para cobrir os fios brancos em grande quantidade deve contar com a tinta permanente. Por ser mais "forte" que o tonalizante, ela é capaz de cobrir 100% dos cabelos brancos e garantir que a coloração fique na medida certa no visual. 

Obs: vale destacar que se você tem apenas alguns fios brancos e não quer nada muito drástico de mudança no look, o tonalizante pode funcionar nos seus cabelos, viu? Ele consegue cobrir até 70% dos fios brancos e, se esse for o seu caso, aproveite!

4. Transformar radicalmente o visual

Quer ir de loira à morena ou de morena à loira? Para transformações radicais desse tipo, conte apenas com a tinta permanente! Por ter um volume alto de água oxigenada e penetrar diretamente na fibra capilar, ela é a única capaz de fazer a coloração durar por muito tempo no look.

5. Para clarear ou escurecer um ou dois tons 

Por outro lado, se você quer apenas clarear ou escurecer levemente os cabelos - mais ou menos um ou dois tons -, pode recorrer ao tonalizante sem pensar duas vezes. Ele tem um nível bem baixo de água oxigenada e, por isso, vai fazer uma transformação leve e do jeito que você precisa!

6. Para quem quer uma cor duradoura

Se você não é do tipo que quer fazer retoques constantes no seu visual, vá direto na tinta permanente porque ela vai te dar muito mais durabilidade no look! O tonalizante costuma sair com 20 a 30 lavagens, por isso, a cor desbota bem mais rápido do que a tinta. Fica a dica para não se decepcionar nem errar na hora das compras!

Redação: Raquel Carletto

Produtos favoritos
Temas relacionados
Cicatrização capilar:

o que é e por que apostar? Confira!