Beleza Extraordinária

Tipos de tratamentos capilares: da umectação à reconstrução, descubra de qual deles o seu cabelo mais precisa!

  • A umectação capilar é a melhor opção para nutrir o cabelo quando ele estiver muito ressecado (Foto: Instagram @brittsully)
  • Confira a matéria para aprender a identificar de que tratamento o seu cabelo está precisando! (Foto: Instagram @sylviagani)
  • A hidratação é um tratamento que deve ser feito constantemente, mas quando os cabelos estão ressecados e sem brilho ela é ainda mais necessária (Foto: Instagram @rayne_i)
Tela cheia
Previous Next
A umectação capilar é a melhor opção para nutrir o cabelo quando ele estiver muito ressecado (Foto: Instagram @brittsully)
  • A umectação capilar é a melhor opção para nutrir o cabelo quando ele estiver muito ressecado (Foto: Instagram @brittsully)
  • Confira a matéria para aprender a identificar de que tratamento o seu cabelo está precisando! (Foto: Instagram @sylviagani)
  • A hidratação é um tratamento que deve ser feito constantemente, mas quando os cabelos estão ressecados e sem brilho ela é ainda mais necessária (Foto: Instagram @rayne_i)

Para ficar com o cabelo bonito e saudável, é importante investir em uma série de cuidados para garantir tudo o que os fios precisam. Além das máscaras de hidratação, nutrição e reconstrução que fazem parte do cronograma capilar, os shampoos anti-resíduos e os tratamentos mais potentes - como a umectação e a cauterização - também fazem toda a diferença na rotina das madeixas. Mas será que você sabe identificar quando o seu cabelo está precisando de determinada técnica ou produto? Confira a matéria para aprender!

1) Hidratação

Qualquer cabelo, do bem liso ao crespo, sempre vai precisar de hidratação! Além de ser indispensável para garantir maciez e dar movimento às madeixas, ela também se caracteriza como o primeiro tratamento que deve ser feito antes de qualquer outra etapa do cronograma - já que a água da fibra capilar é o componente que precisa ser reposto em primeiro lugar. 

Mas, para descobrir quando a hidratação é mais do que necessária, a dica é reparar a aparência e o toque do cabelo. Se ele estiver ressecado, com pontas duplas e levemente áspero, é sinal de que já está na hora de apostar em uma máscara hidratante potente para devolver toda a água que os fios precisam para ficarem maleáveis e bem macios. 

2) Nutrição 

Seu cabelo está opaco, muito áspero, cheio de frizz e embaraçando com facilidade? Então ele está pedindo por uma nutrição! Feita com máscaras ricas em óleos ou manteigas, esse tratamento é o responsável por repor os lipídios da fibra capilar - ou seja, sua gordura natural - e selar os fios para que ele não perca hidratação.

Esse tratamento é um dos mais importantes na rotina de cuidados das cacheadas e crespas por repor a oleosidade natural que elas precisam, mas também entrega benefícios para todos os outros tipos de cabelo com sua função de nutrir a fibra capilar de dentro para fora e blindá-la contra os danos externos.  

3) Reconstrução

Cabelos fracos, quebradiços, elásticos e altamente porosos devem começar já uma rotina de reconstrução para que a fibra capilar seja recuperada e fortalecida. No geral, os que acabaram de passar por procedimentos químicos de alisamento ou coloração são os que mais precisam do cuidado, mas fatores externos do dia a dia - como o vento, sol e poluição - também podem fazer com que as madeixas naturais precisem do tratamento. 

Repondo as proteínas da fibra capilar - como a queratina -, a reconstrução deixa o cabelo mais forte e com a sua elasticidade natural. Mas, para que funcione, é preciso avaliar o estado do fio e montar um calendário com a frequência correta do tratamento: semanal para cabelos muito elásticos; quinzenal para os danificados ou que acabaram de passar por procedimentos químicos; e mensal para os de textura natural. 

4) Shampoo anti-resíduos

O shampoo anti-resíduos não é um produto de tratamento, mas é fundamental para que estes penetrem nos seus fios. Embora seja mais usado nas madeixas oleosas, até mesmo as ressecadas precisam aplicá-lo uma vez ou outra para garantir uma limpeza profunda. 

Para saber se o seu cabelo precisa de uma lavagem com esse tipo de shampoo, basta observar alguns detalhes: se perceber que ele não está reagindo bem aos tratamentos e tem ficado muito opaco e pesado, é sinal de que já está na hora de recorrer ao antirresíduos para deixar o couro cabeludo livre de impurezas e todos os resíduos de produtos anteriores. 

5) Umectação capilar

A umectação capilar é uma técnica para a etapa de nutrição, mas se diferencia das máscaras com essa propriedade por garantir um tratamento mais profundo. Usada pelas indianas há muitos anos, ela é feita aplicando óleo da raiz às pontas e massageando o couro cabeludo com a ponta dos dedos para estimular o crescimento. Na versão noturna, age no cabelo durante toda a noite; mas, durante o dia, o tempo de duas horas já é suficiente para nutrir a fibra capilar. 

Quando o cabelo está excessivamente ressecado, sem brilho e com muito frizz, em vez de recorrer à máscaras no dia da nutrição, a melhor opção é apostar na umectação capilar para um tratamento mais potente. 

6) Cauterização

Também conhecida como plástica dos fios, a cauterização é um tratamento que age profundamente na fibra capilar, devolvendo toda a queratina que ela precisa para ficar forte e saudável. Apesar de lembrar a função da reconstrução, ela é uma opção mais potente por fazer uma recarga mais intensa da proteína e funcionar como uma espécie de "cimento" para impedir que o cabelo perca os nutrientes que acabou de recuperar. 

Mas, mesmo com todos esses benefícios, a cauterização pode acabar causando um efeito rebote nas madeixas se for feita sem necessidade. Por isso, antes de recorrer à técnica, é preciso avaliar o comportamento do cabelo: se ele estiver extremamente seco, danificado e quebradiço, vale marcar um horário no salão para investir no procedimento! 

Temas relacionados
Cicatrização capilar:

o que é e por que apostar? Confira!