Beleza Extraordinária

Teste: qual é o seu tipo de olheira? Descubra e saiba como cuidar de cada uma

  • Você sabe qual é o tipo das suas olheiras? Faça o teste e descubra a melhor forma de tratar! (Foto: Instagram @anuthida)
  • As olheiras mistas, que podem combinar olheiras azuis e roxas com outros tipos, são as mais comuns (Foto: Instagram @elizabethrsawatzky)
  • Saber identificar o tipo de suas olheiras é importante para procurar o melhor tipo de tratamento (Foto: Instagram @sarahangius)
Tela cheia
Previous Next
Você sabe qual é o tipo das suas olheiras? Faça o teste e descubra a melhor forma de tratar! (Foto: Instagram @anuthida)
  • Você sabe qual é o tipo das suas olheiras? Faça o teste e descubra a melhor forma de tratar! (Foto: Instagram @anuthida)
  • As olheiras mistas, que podem combinar olheiras azuis e roxas com outros tipos, são as mais comuns (Foto: Instagram @elizabethrsawatzky)
  • Saber identificar o tipo de suas olheiras é importante para procurar o melhor tipo de tratamento (Foto: Instagram @sarahangius)

Olheiras são verdadeiros desconfortos para a maioria das mulheres. Mais intensas ou mais escuras, as manchas abaixo dos olhos podem surgir por diversos motivos, desde a genética até noites mal dormidas, cansaço, exposição solar sem proteção e flacidez da área. 

Apesar de ser um problema super comum, nem toda olheira é igual: o que difere as manchinhas é a cor, a intensidade da pigmentação e até mesmo a estrutura das pálpebras. Faça o teste, descubra qual é o tipo das suas olheiras e aprenda a tratar! 

1. Qual é a cor das suas olheiras?

A. Elas são roxas ou azuladas;

B. São acinzentadas ou pretas;

C. Elas costumam ser amarronzadas;

D. Elas são uma combinação de azul com roxo.

2. Com que frequência as suas olheiras aparecem?

A. Quando durmo mal ou quando estou muito cansada;

B. Nunca tive olheiras, mas elas começaram a aparecer depois dos 35 anos;

C. Todos os dias, desde que eu era muito nova;

D. Quando durmo poucas horas por noite ou quando minha rotina está intensa.

3. Como é a sua pele embaixo dos olhos?

A. Delicada e fina;

B. Extremamente fina;

C. Levemente mais fina do que o resto da pele do rosto;

D. Fina e com inchaços.

4. Você costuma usar protetor solar no rosto?

A. Sim, todos os dias! 

B. Só quando vou à praia ou à piscina;

C. Não tenho este hábito;

D. Costumo aplicar o protetor solar quando eu lembro.

Resultados:

Maioria A: Olheiras vascularizadas

As olheiras vascularizadas são aquelas que surgem quando dormimos pouco ou quando estamos exaustas! Elas podem ser roxas ou azuis porque abaixo da pele os vasinhos sanguíneos se acumulam e incham: como a pele da região é mais fina e delicada, esse vasos ganham logo destaque. 

Como tratar: compressas de gelo para diminuir a retenção de líquidos podem amenizar o problema. Já no dermatologista, a luz pulsada, que é uma faixa de luz que atinge a mancha escura e diminui sua pigmentação, pode ser uma alternativa mais rápida. 

Maioria B: Olheiras estruturais

As olheiras estruturais são puxadas para o preto ou para o cinza e ocorrem por causa da falta de tecido abaixo dos olhos. Sua aparência é de um olhar mais profundo, como se a estrutura da região palpebral fizesse uma sombra abaixo dos olhos - o que pode ser uma característica genética ou aparecer em pessoas acima dos 35 ou 40 anos.

Como tratar: como esse tipo de olheira não é uma mancha intensa na pele, mas sim, a sombra das pálpebras, os cremes anti-idade com ativos clareadores, como a Niacinamida, e os preenchimentos a base de ácido hialurônico e retinol ajudam a iluminar a região. 

Maioria C: Olheiras pigmentares

De cor marrom ou castanha, as olheiras pigmentares aparecem em quem tem a pele morena ou negra, por causa do acúmulo de melanina na região. Também pode acontecer com quem toma ou tomou muito sol durante a vida sem protetor solar. 
Como tratar: os cremes com Niacinamida e outros ativos anti-idade ajudam a clarear e a iluminar a área abaixo dos olhos. Já para olheiras mais intensas, vale apostar em tratamentos com laser ou luz pulsada.

Maioria D: Olheiras mistas

As olheira mistas são uma combinação de dois tipos de olheiras: elas podem ser vasculares e pigmentares - ou seja, azuis e acastanhadas - ou uma mistura de manchas azuladas e acinzentadas. Elas surgem quando as causas são várias, como exposição solar sem proteção e cansaço, ou até mesmo flacidez na área palpebral com acúmulo de vasinhos na região. 

Como tratar: os cremes anti-idade ajudam, e muito, a amenizar as manchas. Além deles, vale apostar em compressas de gelo para diminuir a retenção de líquidos e aumentar a circulação sanguínea. No dermatologista, a luz pulsada e o laser fracionado também ajudam a melhorar o problema. 

Redação: Beatriz Doblas

Temas relacionados
Cicatrização capilar:

o que é e por que apostar? Confira!