Beleza Extraordinária

Shampoo para cabelos oleosos na raiz e secos nas pontas: veja 3 erros comuns na hora de escolher a melhor fórmula para cabelos mistos

  • Descubra os 3 maiores erros que as mulheres cometem ao escolher o shampoo para cabelos mistod (Foto: Pixelformula)
Tela cheia
Previous Next
Descubra os 3 maiores erros que as mulheres cometem ao escolher o shampoo para cabelos mistod (Foto: Pixelformula)

Os cabelos mistos, que apresentam dois problemas ao mesmo tempo, sempre necessitam de uma atenção extra para se manterem equilibrados e saudáveis. Combater a raiz oleosa e as pontas secas ao mesmo tempo, usando um shampoo específico que acaba com ambos os incômodos pode parecer difícil e muitas ainda duvidam da sua eficácia. No entanto, investindo na fórmula certa, é possível conquistar mechas hidratadas e limpas em profundidade em um só passo. Ainda não sabe o melhor shampoo para seus fios? Confira 3 erros comuns na hora de escolher a melhor fórmula para cabelos mistos!

1. Escolher um shampoo muito adstringente

Um dos maiores erros na hora de escolher o shampoo para cabelos mistos é investir em produtos que focam na adstringência do produto, para combater a raiz oleosa, precisando ser complementado com o condicionador para que as pontas não fiquem ainda mais ressecadas. No entanto, o ideal é a que a fórmula em si já contenha agentes hidratantes livres de óleo, como a essência de alga azul, que hidrata sem pesar. Assim, ao entrar em contato com as pontas secas, ele vai ajudar a selar a cutícula da fibra capilar ao invés de a deixar mais aberta, como acontece com os shampoos mais adstringentes. 

2. Optar pela fórmula cremosa ou perolada

Por terem pontas duplas e mechas ressecadas, muitas donas de cabelos mistos acabam por escolher shampoos cremosos ou perolados na esperança de que eles não danifiquem ainda mais os fios. No entanto, este tipo de fórmula costuma pesar um pouco os fios, contribuindo para a produção de mais oleosidade no couro cabeludo. O ideal é investir no aspecto transparente, que entrega um efeito purificante e desintoxicante ao mesmo tempo.

3. Não dar importância ao tempo de eficácia do produto

Para evitar o "efeito rebote", ou seja, que a oleosidade se produza em maior quantidade por conta da limpeza excessiva, o ideal para quem tem cabelos mistos é lavar dia sim, dia não. Quem tem o couro cabeludo oleoso sabe como é difícil chegar ao final do dia com a raiz sequinha, quanto mais dois dias! No entanto, isto não é impossível: o truque é sempre ler o rótulo do shampoo antes de investir, procurando por fórmulas que prometam deixar aquela sensação de frescor e limpeza nos fios e raízes por até 48 horas.

Temas relacionados
Cicatrização capilar:

o que é e por que apostar? Confira!