Beleza Extraordinária

Sauna: descubra os benefícios para os cabelos e a pele

  • De acordo com dermatologistas, a sauna promove a vasodilatação, que aumenta a oxigenação. Esse processo ajuda a nutrir e dá mais viço à pele
Tela cheia
Previous Next
De acordo com dermatologistas, a sauna promove a vasodilatação, que aumenta a oxigenação. Esse processo ajuda a nutrir e dá mais viço à pele

A sauna é relaxante, potencializa a hidratação dos cabelos e pode beneficiar a pele. A atividade, inventada na Finlândia e que hoje em dia faz parte do ritual de beleza de muitas mulheres, usa o calor para, entre outras coisas, aliviar a tensão e o estresse do dia-a-dia. Além de promover relaxamento, a sauna tem adeptos que garantem que a atividade limpa os poros, elimina toxinas e emagrece. Será que ela é tão poderosa assim?

Sauna consegue liberar impurezas da pele, mas não toxinas

Para a dermatologista Carolina Marçon, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, o espaço tem vantagens e desvantagens, mas não age como muitos imaginam. "Ao suar, muitas pessoas acreditam que estão eliminando toxinas. Isso não é comprovado cientificamente.O mesmo vale para o o emagrecimento, que na verdade é a perda de líquido no organismo. Apesar disso, a sauna provoca a vasodilatação, melhorando a oxigenação", contou a dermatologista, que explicou que apesar de não perder toxinas, a pele se livra de impurezas durante a atividade. "Com o calor, a pele libera as impurezas mais facilmente. Cravos conseguem ser retirados, a acne amolece. Para aproveitar ao máximo a sauna, o ideal é entrar no espaço com a pele limpa".

Temperatura ajuda a absorver ativos de tratamentos de forma mais eficiente

Com a melhora da oxigenação, o transporte dos nutrientes fica mais eficiente e a pele consegue melhorar sua hidratação. A dermatologista Apolonia Sales concorda com a importância desse processo e explica que essa vasodilatação pode ajudar na produção do colágeno, no aspecto da derme e na retirada de impurezas: "De acordo com alguns estudos, com o aumento da temperatura na sauna o corpo produz suor, o que faz com que uma parte das bactérias que ficam na superfície da pele sejam removidas, junto com as células mortas que também ficam na camada mais exterior. A vasodilatação também influencia na hidratação da camada mas superficial da derme, e faz com que a barreira que protege as camadas mais profundas funcione adequadamente", explicou.

Carolina Marçon alerta que essa vantagem da vasodilatação precisa ser aliada com alguns cuidados para conseguir uma absorção maior dos produtos pela cutís: "é importante não usar nada na pele durante a sauna, já que óleos e cremes prejudicam a eliminação do suor e podem causar hipertermia", explicou. Depois desse ritual, a pele conseguirá absorver melhor os ativos de cremes.

Melhor época no ano para fazer sauna

Segundo Carolina Marçon, a melhor época para fazer sauna é durante o inverno e o outono, quando as temperaturas estão mais amenas. A atividade não prejudica nenhum tipo de pele, que se tratada adequadamente, pode melhorar o aspecto seco e ganhar mais viço. O tempo ideal para ficar na sauna é 15 minutos, de acordo com especialistas, mas é preciso ficar atenta já que mesmo pouco tempo em altas temperaturas pode prejudicar alguns tipos de dermatites. Quem tem rosácea por exemplo, deve evitar esse ambiente, que ele pode piorar a vermelhidão. As dermatites atópicas também ficam mais irritadas devido ao suor liberado.

Cuidados extras dentro da sauna

O couro cabeludo também precisa de atenção. Quem tem caspa deve evitar o ambiente porque ao deixar as madeixas presas, o vapor do ambiente pode agravar o quadro pelo abafamento no couro cabeludo. Outro cuidado essencial na sauna é usar objetos esterilizados, uma vez que o ambiente úmido é propício para fungos. "Preste atenção na toalha, se é esterilizada. Não sente em superfície sem cobertura e não fique descalço. Essas precauções evitam o aparecimento de irritações na pele depois de alguns dias. Outra dica é prestar atenção ao organismo. No primeiro sinal de fraqueza, saia da sauna", explicou a dermatologista Carolina Marçon enfatizando que depois da atividade é importante beber água para repor os líquidos perdidos.

Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação