Beleza Extraordinária

Repigmentação: saiba o que é e como fazer o processo de pré-pigmentação nos cabelos

  • O processo de pré-pigmentação é muito importante na hora de escurecer os fios (Foto: Instagram @brittsully)
  • A repigmentação prepara os fios claros para receberem o pigmento escuro (Foto: Instagram @lipstickncurls)
Tela cheia
Previous Next
O processo de pré-pigmentação é muito importante na hora de escurecer os fios (Foto: Instagram @brittsully)
  • O processo de pré-pigmentação é muito importante na hora de escurecer os fios (Foto: Instagram @brittsully)
  • A repigmentação prepara os fios claros para receberem o pigmento escuro (Foto: Instagram @lipstickncurls)

É muito comum ver mulheres com cabelos escuros adotando tonalidades mais claras e, até mesmo, decidindo platinar os fios. Mas e quando você cansa da química e decide voltar ao tom natural?

Nessa hora, o ideal é fazer a pré-pigmentação do cabelo - também conhecido como repigmentação -, para alcançar a sua cor original sem risco de manchar os fios. Vem entender o que é essa técnica e como ela funciona.

Como funciona a pré-pigmentação capilar?

Visualizar esta foto no Instagram.

Uma publicação compartilhada por NaturalR⃝ootS⃝ista™ (@naturalrootsista) em

Assim como não é recomendado descolorir muitos tons do cabelo de uma só vez, o mesmo acontece na hora de escurecer os fios. Para voltar à sua cor de cabelo natural depois de passar um tempo loira, a melhor opção é fazer a pré-pigmentação. A prática devolve aos fios o pigmento que foi retirado durante a descoloração e o prepara para receber a nova coloração.

O ideal é que o processo de repigmentação seja feito em etapas para recuperar a estrutura que se perdeu com a química. Inicialmente, é usado um pigmento com altura de cor inferior à tonalidade final que você pretende. Essa etapa é importante para fixar melhor o segundo passo, quando o novo pigmento é usado para chegar à cor desejada.

Fazer a pré-pigmentação é importante para que o resultado final fique mais natural e você não corra o risco de ficar com o cabelo manchado. Isso pode ser feito de duas formas:

1. Com coloração permanente: utilize uma coloração um tom mais claro que o desejado e nuance acobreada ou avermelhada (que é o fundo de clareamento natural dos cabelos escuros), misturada com água.

2. Com tonalizante: use um tonalizante um tom mais claro que o pretendido, com nuance acobreada, avermelhada ou dourada, misturado com oxidante de 10 volumes.

E se você é loira natural e quer ficar morena?

Visualizar esta foto no Instagram.

Uma publicação compartilhada por TANIELLE JAI Makeup Artist (@taniellejaimua) em

Para loiras naturais que pretendem escurecer o cabelo, o processo de pré-pigmentação também é fundamental para conseguir um resultado satisfatório. Ele garante que, após a coloração, você atinja a tonalidade que você quer e não fique com manchas.

Se você tem cabelo loiro claro e quer atingir tons castanhos, essa técnica é indicada para evitar que os seus fios fiquem laranja. Isso acontece porque os cabelos loiros têm fundo amarelo, enquanto os castanhos têm fundo vermelho. Por isso, quando coloridos sem preparo, existe o risco de deixá-los laranja.

Nesses casos também é recomendado escurecer o cabelo aos poucos, de dois em dois tons, para conquistar a tonalidade desejada, com aspecto bem natural e sem manchas.

Redação: Gabrielle Nunes

Temas relacionados
Retoque de raiz:

Descubra qual é a sua cor de Magic Retouch!

últimas matérias

Ver mais