Beleza Extraordinária

Releituras de penteados clássicos, texturas e toque retrô são as grandes tendências da Semana de Moda de Paris

  • O penteado "falso curto" apareceu na passarela da grife Tsumori Chisato. Frequente escolha das celebridades fashionistas, os cabelos presos estrategicamente simulam cortes curtos e médios e roubaram a cena entre as maiores apostas de beleza da temporada.
  • Um dos desfiles de coleções mais aguardados pelo público trouxe uma reinvenção do rabo de cavalo: os gominhos marcados. A Valentino apostou no penteado que já tem feito a cabeça das famosas e roubou os holofotes da Paris Fashion Week.
  • No desfile de Jean Paul Gaultier, os coques apareceram com pegada moderna e futurista: altos, polidos e esticados, eles simulavam um nó no topo da cabeça e valorizavam a textura brilhosa dos fios das modelos.
  • Com um clima sombrio e mágico que remetia a contos de fada, Alexander McQueen trouxe penteados delicadíssimos para as passarelas francesas. As modelos desfilaram com tranças que adornavam toda a cabeça e mechas finas e lisas soltas ao lado das orelhas.
  • O penteado remetia aos bordados (que foram presença constante nos figurinos da grife) e davam um toque bucólico e fantasioso às manequins.
  • A Chanel transformou as passarelas em corredoresde supermercado e inovou ao dar um toque divertido no tradicional rabo de cavalo alto: tecidos e fitas coloridas amarrados na base do penteado.
  • A Ter Et Bantine simulou os penteados feitos com touca de dormir: lustrosos, polidos e bem puxados para a lateral.
  • O cabelo com efeito lustroso veio com força nas passarelas da Maxime Simoens. O toque de ousadia ficou por conta da lateral dos cabelos das manequins, que recebeu tintura branca.
  • A Saint Laurent apostou em uma texturização que realça as camadas de cores dos cabelos. Modelos com diversos tons e variações de mechas desfilaram fios despojados, fluidos e com ondas bem naturais.
  • A badalada grife Miu Miu foi uma das que apostaram nas texturas de cabelo super brilhantes. As modelos exibiram fios lisos repartidos ao meio e atrás das orelhas - o que realçou ainda mais o aspecto iluminado dos cabelos polidos.
  • Valentim Youda Shkin apresentou rabos de cavalo altos e volumosos. O toque de ousadia ficou por conta do topete desfiado, com as laterais bem puxadas e presas.
  • Mais feminina do que nunca, a Givenchy apostou nas tranças para compor o visual de suas modelos. Para celebrar a elegância, a grife investiu em duas tranças na parte de trás da cabeça que unem-se e uma só após determinado comprimento ser atingido. Para completar, m pequeno acessório vermelho adornava os fios das modelos na altura das sobrancelhas.
  • O cabelo bem repartido com risca lateral e efeito brilhoso surgiu também no desfile de John Galliano, mostrando que a tendência da textura brilhante continua firme e forte nas próximas estações.
  • Simplicidade e sofisticação foi a tônica dominante no desfile da Hermès. E, quanto à beleza das modelos, não poderia ser diferente: a grife optou pela simples e elegante lateral "torcidinha" para representar a mulher que deve estar esbelta do trabalho ao supermercado.
  •  A Sacai reafirmou uma tendência que apareceu em outros desfiles da temporada que passaram por várias cidades: os cabelos por dentro da gola.
  • Sempre ousada, Vivienne Westwood levou suas modelos com volumosos cachos presos em topetes. A beleza do desfile da estilista se destacou em meio à grande quantidade de penteados polidos com os cabelos frisados e com cachos indefinidos.
  • Lisos chapadíssimos dominaram o desfile da Elie Saab para representar com maestria o luxo que envolve as peças de alfaiataria da grife. Apesar dos fios escorridos, o movimento dos cabelos foi priorizado.
  • A Maison Rabih Kayrouz apostou no efeito "wet" apenas na raiz dos cabelos das modelos. O comprimento dos fios foi mantido seco, volumosos e cuidadosamente despenteado.
  • Lèonard Paris encantou com uma incrível versão da trança escama de peixe: feita ao contrário, com a franja solta e aspecto bem frouxo.
  •  Algumas modelos apareceram com lenços e pedaços de tecido trançados em meio aos fios de cabel - o que deu um comprimento ainda maior às madeixas.
  • Dessa vez a Louis Vitton investiu em um visual menos futurista, optando por fios bem secos e texturizados, com leve acabamento opaco ao invés do brilhoso.
  • Os cabelos presos com aparência úmida surgiram na maioria dos desfiles da capital francesa. A grife Acne Studios apostou na tendência com fios bem puxados e penteados para trás.
  • Com um desfile marcado pela alfaiataria esportiva, Stella McCartney trouxe o glamour despretensioso e sensual dos semi presos. Frouxos e volumosos, os penteados realçavam a feminilidade das mulheres - característica marcante da grife.
  •  A grife Lea Pekre pour Maison foi outra marca que investiu nos cabelos com raiz molhada e comprimento seco, para a nova coleção desfilada na Paris Fashion Week.
  • Os acessórios de cabelo foram a aposta mais marcante em meio às grandes tendências de moda desfiladas pela grife Agnès B. Lenços, faixas e gorros (todos de malha, na cor preta) deram um estilo a mais ao visual preto e branco das roupas das modelos.
  • Em meio às variações do estilo "molhado" e texturizações lustrosas, a Shiatzy Chen foi uma das poucas marcas que investiram em fios opacos e com texturização bem seca.
  •  Mesclando festa com esporte, a Jean Charles Castelbajac levou um mix de glamour e descontração à sua coleção outono-inverno. Fios molhados e bem presos em um coque deram a tônica descontraída e sofisticada que a grife possui.
  • Paul & Joe também apostaram em fios desarrumados e secos, só que dentro das golas de casacos, cachecois e vestidos.
  • Andrew GN investiu em fios super molhados na raiz e bem brilhantes por todo o comprimento. Lisos, lustrosos e polidos, os penteados valorizaram o figurino cinza da nova coleção da marca.
  • Coques polidos, brilhantes e bem puxados foram o destaque principal no questio beleza do desfile da Akris.
  • A marca Chloè apostou na sofisticação das ondas volumosas laterais. Fios despretenciosos, sensuais e texturizados fora destaque nas pasarelas francesas durante o desfile da grife.
  •  Feminina e sofisticada, a Cèline trouxe fios molhados e presos em um coque baixo para as passarelas da Paris Fashion Week.
Tela cheia
Previous Next
O penteado "falso curto" apareceu na passarela da grife Tsumori Chisato. Frequente escolha das celebridades fashionistas, os cabelos presos estrategicamente simulam cortes curtos e médios e roubaram a cena entre as maiores apostas de beleza da temporada.
  • O penteado "falso curto" apareceu na passarela da grife Tsumori Chisato. Frequente escolha das celebridades fashionistas, os cabelos presos estrategicamente simulam cortes curtos e médios e roubaram a cena entre as maiores apostas de beleza da temporada.
  • Um dos desfiles de coleções mais aguardados pelo público trouxe uma reinvenção do rabo de cavalo: os gominhos marcados. A Valentino apostou no penteado que já tem feito a cabeça das famosas e roubou os holofotes da Paris Fashion Week.
  • No desfile de Jean Paul Gaultier, os coques apareceram com pegada moderna e futurista: altos, polidos e esticados, eles simulavam um nó no topo da cabeça e valorizavam a textura brilhosa dos fios das modelos.
  • Com um clima sombrio e mágico que remetia a contos de fada, Alexander McQueen trouxe penteados delicadíssimos para as passarelas francesas. As modelos desfilaram com tranças que adornavam toda a cabeça e mechas finas e lisas soltas ao lado das orelhas.
  • O penteado remetia aos bordados (que foram presença constante nos figurinos da grife) e davam um toque bucólico e fantasioso às manequins.
  • A Chanel transformou as passarelas em corredoresde supermercado e inovou ao dar um toque divertido no tradicional rabo de cavalo alto: tecidos e fitas coloridas amarrados na base do penteado.
  • A Ter Et Bantine simulou os penteados feitos com touca de dormir: lustrosos, polidos e bem puxados para a lateral.
  • O cabelo com efeito lustroso veio com força nas passarelas da Maxime Simoens. O toque de ousadia ficou por conta da lateral dos cabelos das manequins, que recebeu tintura branca.
  • A Saint Laurent apostou em uma texturização que realça as camadas de cores dos cabelos. Modelos com diversos tons e variações de mechas desfilaram fios despojados, fluidos e com ondas bem naturais.
  • A badalada grife Miu Miu foi uma das que apostaram nas texturas de cabelo super brilhantes. As modelos exibiram fios lisos repartidos ao meio e atrás das orelhas - o que realçou ainda mais o aspecto iluminado dos cabelos polidos.
  • Valentim Youda Shkin apresentou rabos de cavalo altos e volumosos. O toque de ousadia ficou por conta do topete desfiado, com as laterais bem puxadas e presas.
  • Mais feminina do que nunca, a Givenchy apostou nas tranças para compor o visual de suas modelos. Para celebrar a elegância, a grife investiu em duas tranças na parte de trás da cabeça que unem-se e uma só após determinado comprimento ser atingido. Para completar, m pequeno acessório vermelho adornava os fios das modelos na altura das sobrancelhas.
  • O cabelo bem repartido com risca lateral e efeito brilhoso surgiu também no desfile de John Galliano, mostrando que a tendência da textura brilhante continua firme e forte nas próximas estações.
  • Simplicidade e sofisticação foi a tônica dominante no desfile da Hermès. E, quanto à beleza das modelos, não poderia ser diferente: a grife optou pela simples e elegante lateral "torcidinha" para representar a mulher que deve estar esbelta do trabalho ao supermercado.
  •  A Sacai reafirmou uma tendência que apareceu em outros desfiles da temporada que passaram por várias cidades: os cabelos por dentro da gola.
  • Sempre ousada, Vivienne Westwood levou suas modelos com volumosos cachos presos em topetes. A beleza do desfile da estilista se destacou em meio à grande quantidade de penteados polidos com os cabelos frisados e com cachos indefinidos.
  • Lisos chapadíssimos dominaram o desfile da Elie Saab para representar com maestria o luxo que envolve as peças de alfaiataria da grife. Apesar dos fios escorridos, o movimento dos cabelos foi priorizado.
  • A Maison Rabih Kayrouz apostou no efeito "wet" apenas na raiz dos cabelos das modelos. O comprimento dos fios foi mantido seco, volumosos e cuidadosamente despenteado.
  • Lèonard Paris encantou com uma incrível versão da trança escama de peixe: feita ao contrário, com a franja solta e aspecto bem frouxo.
  •  Algumas modelos apareceram com lenços e pedaços de tecido trançados em meio aos fios de cabel - o que deu um comprimento ainda maior às madeixas.
  • Dessa vez a Louis Vitton investiu em um visual menos futurista, optando por fios bem secos e texturizados, com leve acabamento opaco ao invés do brilhoso.
  • Os cabelos presos com aparência úmida surgiram na maioria dos desfiles da capital francesa. A grife Acne Studios apostou na tendência com fios bem puxados e penteados para trás.
  • Com um desfile marcado pela alfaiataria esportiva, Stella McCartney trouxe o glamour despretensioso e sensual dos semi presos. Frouxos e volumosos, os penteados realçavam a feminilidade das mulheres - característica marcante da grife.
  •  A grife Lea Pekre pour Maison foi outra marca que investiu nos cabelos com raiz molhada e comprimento seco, para a nova coleção desfilada na Paris Fashion Week.
  • Os acessórios de cabelo foram a aposta mais marcante em meio às grandes tendências de moda desfiladas pela grife Agnès B. Lenços, faixas e gorros (todos de malha, na cor preta) deram um estilo a mais ao visual preto e branco das roupas das modelos.
  • Em meio às variações do estilo "molhado" e texturizações lustrosas, a Shiatzy Chen foi uma das poucas marcas que investiram em fios opacos e com texturização bem seca.
  •  Mesclando festa com esporte, a Jean Charles Castelbajac levou um mix de glamour e descontração à sua coleção outono-inverno. Fios molhados e bem presos em um coque deram a tônica descontraída e sofisticada que a grife possui.
  • Paul & Joe também apostaram em fios desarrumados e secos, só que dentro das golas de casacos, cachecois e vestidos.
  • Andrew GN investiu em fios super molhados na raiz e bem brilhantes por todo o comprimento. Lisos, lustrosos e polidos, os penteados valorizaram o figurino cinza da nova coleção da marca.
  • Coques polidos, brilhantes e bem puxados foram o destaque principal no questio beleza do desfile da Akris.
  • A marca Chloè apostou na sofisticação das ondas volumosas laterais. Fios despretenciosos, sensuais e texturizados fora destaque nas pasarelas francesas durante o desfile da grife.
  •  Feminina e sofisticada, a Cèline trouxe fios molhados e presos em um coque baixo para as passarelas da Paris Fashion Week.

Após várias cidades terem recebido renomados desfiles e grifes famosas, chegou a vez de Paris fazer jus à sua fama de "capital da moda" e encerrar com chave de ouro a temporada de desfiles outono-inverno internacional. O berço das grandes maisons e nomes do mundo fashion recebeu, nos últimos nove dias, milhares de fotógrafos, modelos e desfiles que mostraram o que promete ser tendência entre as mulheres nos próximos seis meses. E, como não poderia deixar de ser, a semana de moda na capital francesa foi marcada por muito glamour, elegância e, é claro, inovação - até mesmo nos penteados mais tradicionais.

Diversos penteados, uma regra: reinvenção dos clássicos

Depois de uma onda de extravagância que invadiu a moda com penteados inusitados, correntes, lenços e os mais diversos acessórios incorporados aos cabelos, o rumo das tendências parece ter mudado para uma polidez mais sensata. Penteados clássicos e funcionais foram resgatados em prol da praticidade e do conforto. Mas quem foi que disse que isso significa mesmice? Diversas maisons francesas fizeram verdadeiras releituras dos penteados tradicionais.

Os rabos de cavalo apareceram alinhados e com gominhos bem marcados pelo comprimento no aguardado desfile da Valentino, e foram destaque também nas passarelas da Chanel, que apostou em algumas aplicações coloridas desde a base. Já o coque veio bem alto e com toque futurista na nova coleção de Jean Paul Gaultier, simulando um nó no topo da cabeça, enquanto uma versão diferente da trança espinha de peixe encantou quem assistiu os desfiles da Lèonard Paris.

A permanência do "wet": efeito molhado nos cabelos não sairá de moda tão cedo

O "efeito wet" foi visto em editoriais de moda, fotos de revista e foi a escolha da maioria das famosas na hora de se produzir para as grandes premiações. Porém, engana-se quem pensa que o aspecto molhado ficará para trás nos próximos meses: ele apareceu em vários desfiles mundo a fora e também foi quase uma unanimidade entre as grandes marcas francesas.

Na Semana de Moda de Paris o que não faltou foi reinvenção. Se penteados como rabo de cavalo, tranças e coques ganharam novas versões, a tendência dos fios molhados também foi readaptada. Grifes como Cèline e Akris preferiram fios presos em um coque baixo com aspecto úmido, enquanto Rabih Kayrouz e Lea Pekre decidiram ousar um pouco mais ao apostar na moda "wet" apenas na raiz dos cabelos, deixando o comprimento seco e texturizado.

Aspecto brilhoso ou textura opaca? As apostas dos grandes nomes da moda francesa

De um lado, os cabelos com aparência brilhante, reluzente, polida e quase úmida; do outro, fios opacos, suavemente frisados, com fundo bem seco. Os cabelos com risca lateral definida e aspecto brilhoso reinaram absolutos sobre as grandes tendências de beleza das estações passadas e ressurgiram poderosíssimos em grandes desfiles, como de John Galliano, Andrew GN, Miu Miu e Maxime Simoens (que tingiu uma das laterais dos cabelos das modelos com coloração branca).

Já a textura opaca, marcada por um glamour mais sóbrio, invadiu as passarelas e roubou a cena até mesmo com um pouco de frizz. Essa texturização sequinha veio com ondas sutis nos fios das modelos da Louis Vitton e Shiatzy Chen, mas também mostrou combinar perfeitamente com os cabelos lisíssimos e escorridos - beleza sobre a qual a grife Elie Saab apostou.

Um "suspiro" retrô em meio à moda do futuro

Um leve toque dos anos 1950 reapareceu depois de muito tempo nas passarelas da França. Dividindo espaço com a moda futurista e minimalista, o glamour retrô ressurgiu nos topetes, franjas modeladas e penteados despretenciosamente estruturados. As produções vieram com volumes mais discretos, se comparados aos desfiles passados, e facilmente utilizáveis no dia-a-dia.

Topetes mais contidos acompanharam rabos de cavalo médios, como no desfile de Valentim Youda Shkin e a charmosa mecha "torcidinha" deu um toque de leveza e sensualidade às passarelas da Hermès. Os destaques ficam para a sempre ousada Vivianne Westwood, única grife que investiu no volume dos cachos naturais, e Tsumori Chisato, que resgatou o charmoso penteado falso curto, que já fez a cabeça das famosas há alguns meses.

Cabelo por dentro da gola apareceu também na Paris Fashion Week

Um truque simples de estilo que foi grande sensação nos desfiles de Milão, ao que parece, vai realmente dominar os looks femininos neste inverno: o cabelo por dentro da gola. Paul & Joe, John Galliano e Sacai são apenas alguns dos nomes da moda francesa que também investiram na nova moda em suas coleções outono-inverno 2014-2015.

O pequeno volume criado em torno do pescoço é um detalhe que faz toda a diferença no visual, além de dar um toque fashionista e charmoso à qualquer produção. A técnica descomplicada consiste em deixar as pontas das madeixas parcial ou completamente presas dentro dos casacos, golas de vestidos ou cachecois.

Produtos favoritos
Temas relacionados
Cicatrização capilar:

o que é e por que apostar? Confira!