Beleza Extraordinária

Reconstrução capilar profissional em casa: passo a passo do procedimento, frequência ideal para cada cabelo e mais!

  • Saiba como fazer uma reconstrução capilar profissional em casa!  (Foto: Instagram @sofiajamora)
  • É preciso avaliar o estado do cabelo para saber a frequência ideal para reconstrução (Foto: Pixelformula)
  • Para deixar os cabelos macios e com movimento depois da reconstrução, a dica é fazer uma hidratação rápida de banho (Foto: Pixelformula)
Tela cheia
Previous Next
Saiba como fazer uma reconstrução capilar profissional em casa! (Foto: Instagram @sofiajamora)
  • Saiba como fazer uma reconstrução capilar profissional em casa!  (Foto: Instagram @sofiajamora)
  • É preciso avaliar o estado do cabelo para saber a frequência ideal para reconstrução (Foto: Pixelformula)
  • Para deixar os cabelos macios e com movimento depois da reconstrução, a dica é fazer uma hidratação rápida de banho (Foto: Pixelformula)

A reconstrução capilar é o tratamento ideal para recuperar cabelos enfraquecidos por coloração ou químicas de alisamento e relaxamento. No entanto, como outros fatores externos -  sol, vento, poluição e uso de fontes de calor - também podem comprometer os nutrientes da fibra capilar, até mesmo quem mantém os fios com a textura e cor natural deve recorrer ao procedimento, ainda que com menos frequência. Pensando nisso, para ajudar todas aquelas que ainda têm dúvidas sobre essa etapa do cronograma capilar, o "Beleza Extraordinária" preparou uma matéria especial com passo a passo e mais informações importantes para reconstruir as madeixas de maneira profissional na própria casa. Confira!

Estado do cabelo determina a frequência da reconstrução 

Diferente da hidratação e nutrição, a reconstrução não é o tipo de tratamento que pode ser feito indeterminadamente. Como um dos seus principais objetivos é repor massa da fibra capilar, em excesso, ela pode comprometer o fio deixando-o com pouco movimento. Por causa disso, o primeiro passo para conseguir um bom resultado, é avaliar o estado dos fios para saber com que frequência a máscara reconstrutora pode ser aplicada no mês sem deixar o risco de um efeito rebote! 

Em casos de danos extremos - como o dos cabelos que ficaram muito elásticos após algum procedimento químico -, o ideal é recorrer à reconstrução semanal até que eles fiquem mais fortes. Mas, quando se trata de enfraquecimento, porosidade alta ou outros danos comuns causados por coloração ou alisamento, a reconstrução deve ser feita de 15 em 15 dias para que as madeixas não fiquem sobrecarregadas. Já nos cabelos naturais e saudáveis, a reconstrução mensal é suficiente para que a fibra capilar continue forte e não seja afetada pelos fatores externos do dia a dia. 

Reconstrução deve sempre ser feita depois da hidratação e da nutrição 

Apesar de sua ação profunda nos fios, a reconstrução garante mais resultados quando é acompanhada de um cronograma capilar completo - já que, dessa maneira, o cabelo estará sendo tratado com todos os nutrientes que precisa.

Para acertar na hora de montar o calendário, além de levar em conta a frequência do tratamento de acordo com o estado do fio, também é importante fazer hidratações e nutrições na mesma semana. Dessa forma, as madeixas já estarão com toda a água e os lipídios que precisam antes da máscara reconstrutora ser aplicada. 

Confira o calendário com as três situações de danos para entender melhor: 

1 - Cabelos muito danificados e elásticos

1ª semana: hidratação - nutrição - reconstrução

2ª semana: hidratação - nutrição - reconstrução

3ª semana: hidratação - nutrição - reconstrução

4ª semana: hidratação - nutrição - reconstrução

2 - Cabelos danificados

1ª semana: hidratação - nutrição - reconstrução

2ª semana: nutrição - hidratação - nutrição

3ª semana: hidratação - nutrição - reconstrução

4ª semana: hidratação - hidratação - nutrição

3 - Cabelos naturais/saudáveis

1ª semana: hidratação - hidratação - nutrição

2ª semana: hidratação - hidratação - nutrição

3ª semana: hidratação - hidratação - reconstrução

4ª semana: hidratação - hidratação - nutrição

Quais os melhores produtos para fazer o tratamento? 

  • Máscaras ricas em queratina são as melhores opções para uma reconstrução profissional (Foto: Shutterstock)
Tela cheia
Previous Next
Máscaras ricas em queratina são as melhores opções para uma reconstrução profissional (Foto: Shutterstock)

A escolha de produtos também faz toda a diferença para quem quer fazer uma reconstrução profissional nos fios! Na hora de separar o shampoo, por exemplo, a melhor opção é apostar nas versões que contam com ação antirresíduos para abrir bem as cutículas e garantir que todo o acúmulo de produtos seja eliminado - o que fará com que o tratamento penetre com mais facilidade na fibra capilar.

A máscara precisa ser rica em proteínas - como cicatri-ceramidas, colágeno, arginina e queratina, por exemplo -, sendo essa última a mais indicada para uma reconstrução potente por se tratar de uma substância que já compõe 90% do fio e que é fundamental para deixar as madeixas fortes e protegidas. 

Como os fios ficam enrijecidos depois da reconstrução, também é importante apostar em um condicionador bem hidratante e emoliente para que eles ganhem maciez e mais movimento. Mas, se quiser um resultado ainda melhor, o truque é fazer uma hidratação rápida de banho depois do enxague e só depois aplicar o condicionador para selar as cutículas. 

Siga o passo a passo para aprender a fazer uma reconstrução profissional:

1 - Comece lavando o cabelo com um shampoo antirresíduos. Lembre-se de aplicar o produto apenas no couro cabeludo para que as pontas não acabem ressecados e sem sua oleosidade natural; 

2 - Tire o excesso de umidade dos fios com uma toalha de microfibra ou camisa de algodão para facilitar ainda mais a penetração do tratamento; 

3 - Feito isso, divida o cabelo em seções; 

4 - Começando pela mecha próxima à nuca, aplique a máscara reconstrutora em todo o comprimento e enluve bem as mechas;

5 - Faça esse mesmo procedimento em todas as demais seções; 

6 - Deixe o produto agindo no cabelo pelo tempo indicado na embalagem. Para potencializar seu efeito através do calor, use uma touca de alumínio durante essa espera; 

7 - Passado esse tempo, enxágue o produto abundantemente para que não fique nenhum resíduo; 

8 - Se desejar fazer a hidratação de banho para deixar o cabelo mais macio, aplique a máscara no próprio chuveiro e deixe agindo por alguns minutinhos; 

9 - Depois de enxaguar a máscara - ou se decidir não fazer a hidratação no dia e já pular para essa etapa -, aplique um condicionador bem hidratante no comprimento do cabelo; 

10 - Enxágue todo o condicionador com água fria para ajudar a fechar as cutículas e reforçar o brilho das madeixas; 

11 - Finalize os fios como de costume e pronto: cabelos reconstruídos e fortalecidos!

Temas relacionados
Cicatrização capilar:

o que é e por que apostar? Confira!