Beleza Extraordinária

Quem tem permanente pode fazer decapagem? Tire suas dúvidas

  • Clarear madeixas com permanente não é proibido, mas todo o processo precisa ser feito com cautela
Tela cheia
Previous Next
Clarear madeixas com permanente não é proibido, mas todo o processo precisa ser feito com cautela

Assumir os cachos está em alta e, para conseguir caracóis no formato perfeito, muitas mulheres têm recorrido ao famoso permanente. O problema é que, com a chegada do verão, a maioria pensa em clarear as madeixas e em alguns casos são necessárias medidas mais extremas como as decapagens - processo que retira os pigmentos antigos para poder pintar de um tom mais claro. Será que os cabelos que já passaram pela química usada para cacheá-los ainda aguenta esse tipo de procedimento sem quebrar? Conheça a opinião de uma profissional especialista no assunto e conquiste madeixas lindas e saudáveis.

Decapagem pode tirar a definição dos cachos

Segundo Ângela Maria Monteiro, quem faz permanente não está proibido de clarear as madeixas, mas precisa fazer isso com moderação. "Eu não aconselho a fazer procedimentos muito agressivos como as decapagens porque, como já existe uma química para cachear, eles podem quebrar o cabelo e tirar a definição dos cachos", conta. Isso acontece porque esse tipo de procedimento precisa abrir a cutícula do fio para tirar os pigmentos de dentro e, consequentemente, também remove um pouco da química do permanente. Além disso, esse processo de abertura pode deixar fissuras na estrutura causando a tão temida quebra.

Como alternativa, a profissional sugere os famosos reflexos: "como atinge uma menor quantidade de fios, ele danifica menos", diz. Do contrário é preciso esperar os fios crescerem e ir cortando as pontas aos poucos até que a coloração mais clara possa atingir apenas o cabelo natural - desse jeito há uma menor probalidade à quebra e procedimentos mais agressivos como as decapagens não são mais necessários.

Fazer o clareamento dos fios primeiro pode ser a melhor solução

Se a intenção é deixar o cabelo mais claro e enrolado ao mesmo tempo, o ideal é clarear primeiro, tratar bastante até que ele se recupere da agressão de uma decapagem ou descoloração, e só depois pensar em cachear. Ângela revela que cabelos que já passaram por tinturas também podem conseguir seus caracóis através do permanente, mas lembra que eles são mais fragilizados: "para esse tipo de fio precisamos de um permanente especial e ainda assim o produto não pode ficar agindo por muito tempo na cabeça", conta. Outro cuidado fundamental é sempre fazer um teste de mecha antes de começar para ver se o cabelo aguenta a química: se ele estiver muito elástico ou quebrar com facilidade é melhor esperar mais algum tempo.

Manutenção do permanente exige cuidados na finalização

Feitos com uma técnica que enrola os cabelos imediatamente no salão, os cachos do permanente costumam sair com o tempo. Para aproveitar ao máximo seus caracóis, Ângela aconselha a caprichar na finalização: "usar ativador de cachos, creme para pentear e fazer rolinhos com os dedos ajudam", conta. Além disso, é bom lembrar que cabelos que passam por processos químicos costumam ficar mais ressecados, por isso abuse das hidratações semanais com produtos que prometam maciez e brilho.

Temas relacionados
Água micelar:

como remover a maquiagem com o produto?