Beleza Extraordinária

Queimou-se com a chapinha ou o babyliss? Saiba como tratar a pele atingida e evitar cicatrizes

  • Dermatologista afirma que receitas caseiras devem ser evitadas para tratar queimaduras de chapinha ou babyliss na pele
Tela cheia
Previous Next
Dermatologista afirma que receitas caseiras devem ser evitadas para tratar queimaduras de chapinha ou babyliss na pele

A mulher brasileira tem em sua essência o desejo de estar sempre de bem com o espelho, por isso a chapinha, o secador e o babyliss já se tornaram itens quase que indispensáveis nos dias das mais vaidosas, que não abrem mão de cabelos impecáveis. Apesar de já fazerem parte da rotina de beleza, as ferramentas podem causar alguns probleminhas. Basta um pouco mais de pressa no processo para alguns acidentes acontecerem e as mãos, braços, pescoço ou nuca acabarem queimados com o calor das ferramentas.

Medidas caseiras devem ser evitadas

Em seu perfil em uma rede social o top cabeleireiro Marcus Francis, responsável pelas madeixas de atrizes como Hilary Duff, afirmou que apesar da vasta experiência está sempre sofrendo com as queimaduras devido ao calor do babyliss e revelou o seu procedimento para evitar danos maiores na área prejudicada: "Queimou-se com uma ferramenta quente como eu fiz ontem à noite? Molhe a área no leite por 15 minutos - ele vai curar mais rápido!", escreveu em sua conta no Twitter.

A dermatologista Vivilaine Campelo, no entanto, afirma que o procedimento não é o mais indicado para tratar as queimaduras de pele. "Em lesões de queimaduras não devemos fazer nenhuma receita caseira, pois elas podem até mesmo prejudicar o processo de cicatrização", disse a especialista. Para ela, a melhor maneira de cuidar da área queimada é deixar em água corrente por alguns minutos, sem esfregar a região, e correr para contar com a ajuda de um profissional capacitado.

Pomadas regeneradoras ajudam a minimizar marcas de cicatriz

Por mais que a queimadura pareça pequena e inofensiva, a dermatologista Vivilaine Campelo alerta para a importância de procurar ajuda com um profissional capacitado, já que só ele poderá avaliar a gravidade da lesão. "O ideal é limpar a pele e procurar um dermatologista para avaliar o tamanho da lesão, que pode ser tanto uma queimadura leve como gerar o surgimento de bolha", explicou a especialista.

De acordo com o tipo de queimadura, vale apostar ainda em algumas pomadas que contenham em sua fórmula desde substâncias regeneradoras de pele - que restauram a barreira de proteção - até mesmo antibióticos ou antiinflamatórios. O uso do medicamento correto vai ajudar a eliminar qualquer marca de cicatriz na região, mas a médica afirma que mesmo assim é indispensável o uso de filtro solar contra raios UV na área atingida, além de evitar estourar possíveis bolhas que se formem na pele.

Temas relacionados
Skincare:

Como usar argila no rosto? Veja para que serve cada máscara facial

últimas matérias

Ver mais