Beleza Extraordinária

Qual a diferença entre o demaquilante bifásico e a água micelar bifásica? Descubra quando apostar em cada produto para a limpeza facial

  • Saiba como escolher entre o demaquilante bifásico e a água micelar bifásica para remover a maquiagem pesada do jeito certo (Foto: Shutterstock)
  • As maquiagens à prova d'água e de longa duração podem ser facilmente removidas com as soluções bifásicas (Foto: Shutterstock)
  • As peles secas e normais podem usar o demaquilante bifásico com óleo sem medo, mas complementando o produto com um sabonete facial (Foto: Shutterstock)
Tela cheia
Previous Next
Saiba como escolher entre o demaquilante bifásico e a água micelar bifásica para remover a maquiagem pesada do jeito certo (Foto: Shutterstock)
  • Saiba como escolher entre o demaquilante bifásico e a água micelar bifásica para remover a maquiagem pesada do jeito certo (Foto: Shutterstock)
  • As maquiagens à prova d'água e de longa duração podem ser facilmente removidas com as soluções bifásicas (Foto: Shutterstock)
  • As peles secas e normais podem usar o demaquilante bifásico com óleo sem medo, mas complementando o produto com um sabonete facial (Foto: Shutterstock)

Os nomes e funções são parecidas, mas é preciso ter atenção: apesar de serem dois aliados perfeitos para a retirada de maquiagens à prova d'água, demaquilante bifásico e água micelar bifásica estão longe de ser a mesma coisa - e o detalhe que diferencia os dois produtos está na composição de cada um, que pode ser oleosa ou não. Saiba agora quais são as diferenças entre os produtos e descubra o tipo ideal para a sua pele na hora de higienizar o rosto.

Água micelar bifásica tem fórmula não oleosa e não exige enxágue após o uso

Especialmente pensada para remover as maquiagens mais pesadas e feitas com produtos de longa duração, a água micelar bifásica atende bem todos os tipos de peles, mas são uma ótima opção para oleosas e/ou mistas justamente por causa da sua fórmula livre de óleo. Rica em emolientes e micelas, a junção das duas fases desse produto é capaz de amolecer e eliminar sem esforço as bases de alta cobertura, máscaras à prova d'água e todos os outros resquícios da produção feita no rosto. 

Por sinal, uma das grandes vantagens da água micelar, tanto na versão bifásica como na comum, é que o produto é capaz de hidratar profundamente a pele e pode ser usado sem a necessidade de enxágue após o uso. Ótimo para deixar o ritual de beleza bem mais prático no fim da festa, né?

Como usar: para que o produto consiga agir corretamente na pele, o primeiro passo é sacudir a embalagem e deixar que as duas fórmulas se misturem. Feito isso, basta colocar um pouco da água micelar bifásica em um pedaço de algodão e aplicar por todo o rosto.

Demaquilante bifásico é ideal para mulheres de pele seca e normal na rotina de cuidados

Mesmo sendo destinado para a mesma finalidade, o demaquilante bifásico já conta com a presença do óleo na composição para conseguir "derreter" a make do rosto, especialmente em áreas mais sensíveis como os olhos e a boca. 

No entanto, é importante lembrar que esse tipo de produto requer o enxágue após a aplicação na pele e, por isso, é recomendado o uso de um sabonete facial como segundo passo para garantir que o rosto seja plenamente limpo e reequilibrado.

Como usar: da mesma maneira que a água micelar bifásica, o demaquilante bifásico também precisa ter as duas fases misturadas por meio da agitação do produto. Depois, basta aplicá-lo na pele com a ajuda de um algodão e repetir a operação até que toda a make seja removida.

Procure o seu dermatologista caso surja alguma dúvida sobre qual produto usar

Se você ainda não sabe qual é o seu tipo de pele, ou ainda tem algum dúvida quanto ao produto mais indicado para a sua rotina, é mais do que válido consultar um especialista sobre qual das duas opções é a mais adequada para você. Apesar de serem dois produtos com função demaquilante, eles podem servir de formas diferentes para peles diferentes e, por isso, é importante escolher a versão certa - sem medo de usá-la como aliada no dia a dia.

Redação: Raquel Carletto

Temas relacionados
Cicatrização capilar:

o que é e por que apostar? Confira!