Beleza Extraordinária

Protetor solar no corpo durante o ano inteiro: saiba como os dermatologistas orientam a usar o produto no dia a dia

  • Descubra porque é importante proteger a pele do corpo inteiro ao longo do ano e não só no verão
Tela cheia
Previous Next
Descubra porque é importante proteger a pele do corpo inteiro ao longo do ano e não só no verão

Na hora de ir à praia todo mundo lembra do protetor solar corporal, mas no dia a dia muita gente deixa o produto de lado. Proteger o rosto ao longo do ano já é um grande passo para evitar rugas, manchas e doenças causadas pelos raios UV, mas a dermatologista Gabriella Corrêa garante que essa prevenção diária precisa se estender também a outras partes do corpo. Confira as dicas da especialista de onde e como passar o filtro antes de sair de casa. 

Área de aplicação depende da roupa que vai ser usada

O protetor solar não precisa ser passado no corpo inteiro como acontece com o hidratante. A ideia é aplicar o produto apenas nas áreas que ficarão expostas ao sol: "a própria roupa já oferece um FPS bem alto", conta Gabriela. Então lembre-se: quando estiver com aquela blusa de manga longa não é preciso passar protetor nos braços e, quando escolher sair de calça, as pernas estão liberadas do produto. 

Verão pede um cuidado ainda maior com a proteção corporal

O ideal é que esse cuidado com a proteção corporal aconteça durante o ano todo, mas a chegada do verão deixa o alerta mais forte: "no verão as pessoas suam mais e por isso é preciso reaplicar o produto mais vezes nas áreas expostas ao sol", diz Gabriella. E o conselho não vale somente para quem fica no sol o dia inteiro, como os atletas que treinam ou os trabalhadores da rua: "o sol das atividades do dia a dia também causam danos à pele como o envelhecimento precoce", conta a dermatologista. 

Dermatologista revela quais são as áreas do corpo mais esquecidas

Gabriella Corrêa diz que uma das principais preocupações dos dermatologistas é com as áreas onde as pessoas sempre esquecem de passar protetor, como orelha, peito do pé e o colo: "essa última região costuma sofrer bastante com o envelhecimento", conta. Segundo a dermatologista, outra área que as pessoas nunca protegem, mas sempre sentem queimar é o couro cabeludo: "quem tem cabelo muito fininho precisa passar protetor no couro cabeludo. A versão em spray ajuda nessa hora porque é fácil de passar e serve para outras regiões difíceis, como as costas ou a parte dos braços onde tem pelos", indica.

Temas relacionados
Skincare:

Como usar argila no rosto? Veja para que serve cada máscara facial

últimas matérias

Ver mais