Beleza Extraordinária

Posso pintar o cabelo molhado? Saiba quando deixar os fios úmidos ou secos antes da coloração

  • Os cabelos coloridos precisam de cuidados especiais durante a preparação dos fios para a coloração. Saiba mais sobre o assunto na matéria! (Foto: Instagram @lorealhair)
  • O tonalizante deve ser usada nos cabelos úmidos e é perfeito para cobrir os primeiros fios brancos (Foto: Instagram  @frenchyfatim)
  • Usar a tinta nos cabelos molhados ou secos vai depender de qual produto for usado na coloração em casa (Foto: Instagram @lorealhair @lufyyyy)
Tela cheia
Previous Next
Os cabelos coloridos precisam de cuidados especiais durante a preparação dos fios para a coloração. Saiba mais sobre o assunto na matéria! (Foto: Instagram @lorealhair)
  • Os cabelos coloridos precisam de cuidados especiais durante a preparação dos fios para a coloração. Saiba mais sobre o assunto na matéria! (Foto: Instagram @lorealhair)
  • O tonalizante deve ser usada nos cabelos úmidos e é perfeito para cobrir os primeiros fios brancos (Foto: Instagram  @frenchyfatim)
  • Usar a tinta nos cabelos molhados ou secos vai depender de qual produto for usado na coloração em casa (Foto: Instagram @lorealhair @lufyyyy)

Durante a primeira coloração é normal não ter certeza se é realmente preciso lavar o cabelo antes de pintar - mas não se engane: o certo e errado depende da situação, viu? Para saber se a tinta deve ser aplicada nos fios úmidos ou secos, o fator decisivo vai ser o tipo de produto a ser usado nas madeixas - tudo porque as fórmulas dos tonalizantes e tintas permanentes são bem diferentes e pedem cuidados específicos para que a transformação no visual aconteça do jeitinho certo. Quer saber o que fazer no seu caso? Então, continue lendo a matéria e tire as dúvidas!

Aplicar tinta tonalizante nos cabelos molhados ajuda a fixar melhor a cor

Caso você pretenda pintar os cabelos em casa com tonalizantes, fique sabendo que molhar os fios é, sim, parte fundamental do ritual! Isso acontece porque esse tipo de tinta não tem amônia na composição, e a ausência dessa substância dificulta o processo de abertura das cutículas.

A solução, então, é molhar os fios para abrir naturalmente a cutícula capilar, retirar das madeixas tudo que possa bloquear a penetração da cor - como oleosidade natural e impurezas -, e permitir que o tom seja aderido da melhor forma no visual.

Dica extra: sabia que lavar os cabelos com um shampoo anti-resíduo ajuda a abrir ainda mais as cutículas dos fios? Por ser mais alcalino, ele consegue abrir as escamas do cabelo e, consequentemente, retirar tudo que pode dificultar o caminho do pigmento nas mechas. Vale apostar nele na pré-coloração!

Tintas permanentes devem ser usadas nos cabelos secos e não muito limpos

Por outro lado, quem opta pelas tintas permanentes não deve lavar os cabelos antes de pintar as madeixas - e a explicação também tem relação com a concentração de oxidante na fórmula: uma vez que esse tipo de tinta possui amônia, ela consegue abrir as cutículas capilares sem exigir qualquer esforço durante o processo.

No entanto, vale explicar que é exatamente por isso que se torna preciso proteger os fios das agressões da química - ao contrário do caso dos tonalizantes. A fim de não permitir que os cabelos sofram qualquer agressão com a tinta, é melhor deixar os fios secos, menos limpos e levemente oleosos para a coloração. 

Quando escolher entre a tinta permanente e a semi-permanente?

Já deu para perceber que tintas semi-permanentes e permanentes são bem diferentes, certo? Isso significa que, por consequência, elas serão mais específicas para momentos e finalidades distintas. O tonalizante, por exemplo, é mais indicado para cobertura dos primeiros fios brancos, neutralizar cores e promover um banho de brilho intenso nas madeixas. As tintas permanentes, por outro lado, são mais eficientes para cobrir uma quantidade maior de fios grisalhos e mudanças radicais no visual.

Redação: Raquel Carletto

Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação