Beleza Extraordinária

Porque o tonalizante é aplicado nos cabelos molhados e a tinta nos cabelos secos?

  • Os tonalizantes são aplicados nos cabelos limpos e úmidos, enquanto o as tintas devem ser passadas com os cabelo secos não tão limpos
Tela cheia
Previous Next
Os tonalizantes são aplicados nos cabelos limpos e úmidos, enquanto o as tintas devem ser passadas com os cabelo secos não tão limpos

Apesar de terem a mesma finalidade, os tonalizantes e tintas diferem-se em alguns pontos, a começar pela fórmula. A amônia que está presente na tinta, não encontra-se no tonalizante. A cobertura não possui a mesma intensidade, assim como a duração também não é a mesma. Uma das diferenças mais significativas está na forma correta de aplicação. Enquanto os tonalizantes podem ser aplicados com os fios úmidos, para as tintas permanentem a recomendação é que a aplicação seja nos cabelos secos.

Tonalizantes devem ser aplicados nos cabelos limpos e úmidos

Ao contrário das tintas, os tonalizantes formam uma película ao depositar pigmentos na cutícula do cabelo e, por isso, desbotam mais rápido. Segundo o colorista do Studio Hans Daniel Camelo, a aplicação do tonalizante deve ser feito nos cabelos limpos. "O tonalizante não tem amônia, então, se o cabelo estiver seco e um pouco mais sujo, a oleosidade pode atrapalhar na penetração do pigmento", explicou. Ele acrescenta: "o ideal é que os fios sejam lavados com um shampoo anteriormente para ajudar a abrir a cutícula e receber melhor a cor".

O colorista Léo Costa explica que o tonalizante pode ser encontrado em formas diferentes no mercado, como os em creme, shampoo, gel ou mousse, o que importa é que todos têm a mesma fórmula. "Todas as opções têm o mesmo resultado e dependem da escolha da pessoa. O único que tem um outro efeito é o mousse, porque a espuma é mais fácil de ser manuseada e a aplicação consegue ser localizada para fazer mechas ou um outro estilo nos cabelos", disse.

Tintas permanentes fixam melhor nos cabelos secos

Por conter amônia na composição, as tintas permanente cobrem 100% dos fios brancos. Por agir dentro da fibra capilar, tendem a agredir mais os cabelos que a tonalização. A aplicação correta envolve um processo seco: "no caso das tintas, que possuem amônia, a fixação será potencializada ao aplicar nos cabelos secos e não muito limpos. A oleosidade ajuda a proteger os fios dos danos que a química pode causar", explicou Daniel. Como o nome já diz, o efeito da tintura dura mais tempo e é ideal para transformações capilares radicais. Em moças com cabelos virgens, a primeira aplicação já pode ficar bem próxima à cor da caixinha, mas em cabelos anteriormente tingidos, o ideal é investir antes na decapagem para não manchar os fios.

Não abra mão da pré-coloração

Muitas vezes esquecidos, os tratamentos que antecedem a coloração são fundamentais para proteger os fios da agressividade das tintas e podem ser facilmente realizados com produtos acessíveis. Uma das opções de proteção é o serum, que forma uma capa sobre a fibra capilar e proporciona mais brilho aos cabelos após a coloração, seja ela por tonalizante ou tinta permanente.

Temas relacionados
Skincare:

Como usar argila no rosto? Veja para que serve cada máscara facial

últimas matérias

Ver mais