Beleza Extraordinária

Penteado de bailarina: o coque alto e bem arrumado é tendência

  • Marion Cotillard deixou o rosto em evidência com o coque alto
  • Coco Rocha combinou dois clássicos: coque alto e olhos delineados
  • January Jones usou uma versão despojada com os fios presos despreocupadamente
  • Emma Stone criou um coque com a franja levemente alta aparentando um topete
  • Emma Roberts partiu os cabelos para o lado e usou fixador para manter os fios no lugar
  •  Ciara fez uma versão moderna do coque, com os fios bem esticados.
  • Kate Mara deixou o coque mais despojado com a "bolinha" texturizada
  • Bella Thorne usou uma versão jovial com franja reta e mechas soltas
  • No desfile da Filhas de Gaia, o coque apareceu em uma versão volumosa, inspirada em uma flor
  • O coque bailarina alto além de elegante, ajuda a alongar a silhueta das moças
  • No desfile da Têca, o coque apareceu em versão mais baixa e com risca dividida ao meio
  • As versões mais baixas também são usadas pelas bailarinas com uma rede no "monte" do coque
Tela cheia
Previous Next
Marion Cotillard deixou o rosto em evidência com o coque alto
  • Marion Cotillard deixou o rosto em evidência com o coque alto
  • Coco Rocha combinou dois clássicos: coque alto e olhos delineados
  • January Jones usou uma versão despojada com os fios presos despreocupadamente
  • Emma Stone criou um coque com a franja levemente alta aparentando um topete
  • Emma Roberts partiu os cabelos para o lado e usou fixador para manter os fios no lugar
  •  Ciara fez uma versão moderna do coque, com os fios bem esticados.
  • Kate Mara deixou o coque mais despojado com a "bolinha" texturizada
  • Bella Thorne usou uma versão jovial com franja reta e mechas soltas
  • No desfile da Filhas de Gaia, o coque apareceu em uma versão volumosa, inspirada em uma flor
  • O coque bailarina alto além de elegante, ajuda a alongar a silhueta das moças
  • No desfile da Têca, o coque apareceu em versão mais baixa e com risca dividida ao meio
  • As versões mais baixas também são usadas pelas bailarinas com uma rede no "monte" do coque

Tradicionalmente usado pelas bailarinas, os coques altos e bem presos feitos no topo da cabeça são conhecidos como coque "ballet" ou " top knot". Estão sempre de volta às passarelas e tapetes vermelhos por serem uma opção clássica e elegante e ainda são práticos e fáceis de reproduzir em casa. Os fios bem presos para trás não dão espaço para fios soltos e despojados, por isso o penteado transmite a ideia de seriedade. Originalmente as franjas também não costumam aparecer, mas podem ser usadas para descontrair o look.

Na última temporada de moda no Rio de Janeiro, o penteado apareceu no desfile da Filhas de Gaia em uma versão volumosa e mais alto do que o comum, inspirado em uma flor e no estilo "Rockabilly". Já no desfile da Têca no São Paulo Fashion Week, o formato apareceu mais baixo e com risca dividida ao meio.

Aprenda a fazer o coque bailarina

O penteado é simples e pode ser feito sem ajuda de um profissional. Para fazê-lo em casa será necessário um pente, grampos da mesma cor do cabelo e um bom fixador. A maior dificuldade encontra-se em garantir que os fios fiquem bem esticados e presos.

Com o cabelo seco, faça um rabo de cavalo alto e prenda-o bem fixo. Depois enrole todo o rabo em uma única mecha em espiral, envolvendo a base. Prenda o coque formando um "X" com os grampos na cor dos fios. Depois de pronto, certifique-se de que o penteado está firme e finalize com spray fixador.

Para facilitar o procedimento, pode-se usar uma base em formato de rosca, que garantirá mais firmeza ao coque.

Adaptáveis para todas as ocasiões

A melhor parte desse tipo de coque é que ele é adaptável a qualquer ocasião. Combina tanto para eventos formais, como uma festa ou jantar mais elegante, quanto para programações mais leves e descontraídas. As noivas também podem apostar nessa tendência com garantia de que os fios ficarão bem presos durante todo o casório.

O penteado ainda pode ser incrementado com acessórios para o cabelo, como broches de cabelo ou grampos com aplicações de pedras e laços. Além disso, ocoque alto é perfeito principalmente para a temporada de outono, quando o clima possibilita o uso de lenços, pashminas e cachecóis.

Coque ballet alonga a silhueta

Segundo a consultora de estilo Luana Zabot, todos os tipos de coques presos para o alto são ideais para as moças mais baixas ou cheinhas que desejam alongar a silhueta e consequentemente aparentar alguns centímetro a mais e quilos a menos: "isso acontece porque deixam a parte do pescoço à mostra e quanto mais pele aparente, maior a sensação de altura". Em contrapartida, ele concentra as atenções no rosto da mulher e realça os traços.

Temas relacionados
Skincare:

Como usar argila no rosto? Veja para que serve cada máscara facial

últimas matérias

Ver mais