Beleza Extraordinária

Pele oleosa pode ficar ressecada? Saiba por que acontece e como o ácido hialurônico pode ajudar

  • O ácido hialurônico é aliado no combate ao ressecamento da pele oleosa (Foto: Instagram @tach.j)
  • A desidratação é uma das principais causas da pele oleosa ressecada. Saiba como ácido hialurônico pode ser um aliado. (Foto: Instagram @3005archive)
  • Aposte nos produtos com ácido hialurônico para hidratar a pele oleosa
Tela cheia
Previous Next
O ácido hialurônico é aliado no combate ao ressecamento da pele oleosa (Foto: Instagram @tach.j)
  • O ácido hialurônico é aliado no combate ao ressecamento da pele oleosa (Foto: Instagram @tach.j)
  • A desidratação é uma das principais causas da pele oleosa ressecada. Saiba como ácido hialurônico pode ser um aliado. (Foto: Instagram @3005archive)
  • Aposte nos produtos com ácido hialurônico para hidratar a pele oleosa

Você sabia que a pele oleosa pode ficar ressecada? Diferente do que se imagina, a alta produção de óleo e o aspecto brilhoso desse tipo de pele pouco tem a ver com o nível de hidratação. A hidratação da pele se dá pela quantidade de água presente no interior das células e não pelos óleos produzidos nas glândulas sebáceas. Isso quer dizer que quem tem pele oleosa e não hidrata o rosto regularmente pode ficar com a pele ressecada sim. 

Esse ressecamento facilita o surgimento de linhas finas, manchas e provoca até mais oleosidade. Para reverter o problema, o hidratante facial com ácido hialurônico é um grande aliado na rotina de skincare. Confira as dicas!

Por que a pele oleosa fica ressecada: desidratação por falta de cuidados é a principal causa

Normalmente, o ressecamento da pele oleosa indica que ela está carente de cuidados. Devido a alta produção de óleo, muitas pessoas acreditam que esse tipo de pele não precisa de hidratação e acabam por não incluir um hidratante na rotina de cuidados diários. Sem a hidratação, a pele tende a ficar desidratada, uma vez que o nível de água nas células diminui. 

Caso você faça outros tratamentos como limpeza, esfoliação e tonificação sem hidratar, o resultado é ainda pior: as glândulas sebáceas começam a trabalhar em dobro para compensar a falta de hidratação, causando o chamado efeito rebote, que é quando a pele oleosa começa a produzir ainda mais óleo do que o normal.

Além de pular o uso do hidratante para pele oleosa, outros fatores que podem levar ao ressecamento são o excesso de exposição solar sem protetor, alimentação rica em açúcar e cafeína, além de pouca ingestão de água.

Hidratante para pele oleosa: ácido hialurônico é ativo que auxilia no combate ao ressecamento

Quando se fala em hidratante para o rosto, a pele oleosa tem um grande aliado no combate ao ressecamento: o ácido hialurônico. Esse ativo é queridinho no mundo do skincare devido a sua alta capacidade de reter água nas células, hidratando a pele profundamente, além de estimular a produção de colágeno.

Assim, ele combate a desidratação e ainda previne o surgimento de linhas finas e manchas. A ação preenchedora do ácido hialurônico também devolve o viço da pele ressecada, dando mais luminosidade ao rosto - o que é diferente do brilho provocado pela oleosidade.

Outro benefício do ácido hialurônico para pele oleosa é que ele hidrata sem pesar, já que os produtos que contêm esse ativo na composição costumam ter fórmulas leves e livres de óleos. 

Sérum facial x creme hidratante com ácido hialurônico: pele oleosa e ressecada se adapta melhor a qual fórmula?

Tanto o sérum facial quanto o creme hidratante com ácido hialurônico são produtos para pele oleosa que têm a capacidade de combater o ressecamento sem pesar ou provocar mais oleosidade. A diferença entre as fórmulas está mais relacionada a densidade do produto e o tempo de absorção: geralmente, os cremes levam mais tempo para serem absorvidos pela derme, enquanto os séruns, que têm a textura gel aquosa, levam um tempo de absorção mais curto.

Dessa forma, o principal benefício do sérum com ácido hialurônico para pele oleosa é que, segundos após a aplicação, a pele já vai estar com um aspecto mais sequinho. Além disso, o sérum costuma ter um peso molecular menor, o que significa que ele penetra mais profundamente que os cremes.

O que usar para pele oleosa além dos hidratantes: conheça outros produtos e cuidados que previnem o ressecamento

Um bom hidratante para pele oleosa é essencial no combate e prevenção ao ressecamento, mas ele não é o único produto que você pode incluir na rotina. Máscaras faciais e produtos de limpeza adequados, como a água micelar, também são importantes no dia a dia, além, é claro, do protetor solar. É indicado que o ácido hialurônico também esteja presente nesses outros passos da rotina.

Além de investir em produtos para a pele oleosa, lembre-se que o consumo de água e uma alimentação adequada fazem toda a diferença na saúde da pele. Por isso, faça a ingestão de, pelo menos, dois litros d’água diariamente e de frutas e verduras.

Redação: Amanda Cardoso

Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação