Beleza Extraordinária

Pé de galinha no rosto: genética ou maus hábitos? Saiba o que causa as rugas e linhas de expressão ao redor dos olhos

  • Confira os motivos que causam os pés de galinha ao redor dos olhos (Foto: Shutterstock)
  • Máus hábitos como não aplicar protetor solar diariamente pode causar rugas como os pés de galinha ao redor dos olhos (Foto: Shutterstock)
  • Quem tem a pele clara pode desenvolver pés de galinha mais cedo, e uma forma de evitar é usar cremes anti idade e aplicar filtro solar diariamente (Foto: Shutterstock)
Tela cheia
Previous Next
Confira os motivos que causam os pés de galinha ao redor dos olhos (Foto: Shutterstock)
  • Confira os motivos que causam os pés de galinha ao redor dos olhos (Foto: Shutterstock)
  • Máus hábitos como não aplicar protetor solar diariamente pode causar rugas como os pés de galinha ao redor dos olhos (Foto: Shutterstock)
  • Quem tem a pele clara pode desenvolver pés de galinha mais cedo, e uma forma de evitar é usar cremes anti idade e aplicar filtro solar diariamente (Foto: Shutterstock)

O famoso pé de galinha nada mais é do que aquelas rugas bem inestéticas que se formam ao redor dos olhos. Se ao sorrir você já percebeu pequenas linhas de expressão nesta região, saiba que esses são sinais de envelhecimento da pele, e não têm uma idade certa para aparecer, mas acontecem quando a pele começa a ficar flácida. Mas qual é o verdadeiro motivo do aparecimento dos pés de galinha? Genética ou maus cuidados com a pele do rosto? Descubra e aprenda a tratar essas rugas com as dicas da dermatologista Gabriella Albuquerque!

Pés de galinha são hereditários e podem surgir mais cedo em peles claras

Se alguém da sua família aparenta esse sinal de envelhecimento do rosto, ou se você tem a pele clarinha demais, é capaz de desenvolver as ruguinhas mais cedo. "A genética é um dos grandes desencadeantes dos pés de galinha, mas não podemos esquecer dos fatores externos como o excesso de sol, poluição, tabagismo e até mesmo a miopia", explicou a dermatologista Gabriella Albuquerque. A baixa quantidade de melanina nas peles claras também acelera esse processo, já que essa substância automaticamente protege a pele contra os raios solares, um dos maiores causadores do envelhecimento.  

Maus hábitos nos cuidados com a pele aceleram o surgimento dos pés de galinha

Cuidar da pele da maneira errada pode fazer com que os pés de galinha apareçam ainda mais cedo, não importa o tom de pele. Mas o que seriam esses tais "hábitos errados"? O primeiro de todos é não aplicar protetor solar facial diariamente, até mesmo fora da praia e em dias nublados, porque os raios solares, mesmo que fracos, são causadores do envelhecimento da pele.

A falta de hidratação também pode acelerar o aparecimento das rugas, porque uma pele quando não está hidratada, denuncia com mais força os sinais da idade. Quem tem a pele seca ou madura já costuma ter um creme facial na rotina, mas as donas de pele mista e oleosa também precisam aplicar o produto, porque oleosidade não é o mesmo que hidratação. A dica, nesse caso, é optar por uma hidratante mais sequinho ou um BB Cream, que já tem função hidratante. Fumar e tomar bebidas alcóolicas em excesso também deixa a pele desidratada, e consequentemente, mais propensa a exibir rugas. 

Problema pode aparecer mais cedo em pessoas míopes

A dermatologista Gabriella ainda explicou que os pés de galinha se formam por conta do uso excessivo do orbicular, uma musculatura que envolve os olhos e que nos permite fechá-los com força. "Este movimento fica mais intenso nos míopes, que forçam a vista para ver de longe", contou. Outro exemplo de mau hábito é na hora de se expor ao sol sem óculos escuros ou chapéu, já que os raios solares causam um incômodo natural na vista e, assim, acabam marcando a longo prazo a pele dessa região. 

Confira os melhores tratamentos estéticos para estas rugas

Para saber se você precisa começar o tratamento contra os pés de galinha, Gabriella dá a dica: "O macete é observar as primeiras linhas que estão surgindo no rosto ao acordarmos de manhã", aconselhou, informando que o melhor tratamento para sumir com essas ruguinhas nos olhos é aquele que estimula o colágeno. "Eu gosto muito de fazer laser fracionado nesta região. Recomendo 1 sessão por mês, sendo de 3 a 5 delas. Os resultados são ótimos, ele consegue fazer o processo de estimulação de colágeno de dentro para fora sem deixar marcas", indicou a especialista. Outro indicado por Gabriella foi a já conhecida toxina botulínica, ou o botox, que pode reduzir bastante estas ruguinhas - a diferença é que os resultados costumam durar de 4 a 6 meses. 

Cremes anti-idade podem prevenir e tratar o pé de galinha 

A especialista contou, ainda, que começa a observar os pés de galinha em suas pacientes a partir dos 28 anos. Antes que eles apareçam, a dica é apostar em cremes anti idade para esta faixa etária, que têm a função de prevenir, ou seja, que contém vitamina E e alta proteção solar. Mais tarde, aos 40 e aos 50, a dica para quem quer suavizar os pés de galinha em casa é investir em cremes anti rugas que tenham ativos revitalizantes como Pro-Xylane, LHA e Retinol, que protegem as fibras de colágeno e ajudam a suavizar os pés de galinha. Eles podem ser usados diariamente, pela manhã e antes de dormir, e os resultados podem ser observados algumas semanas após o tratamento. 

Temas relacionados
Retoque de raiz:

Descubra qual é a sua cor de Magic Retouch!