Beleza Extraordinária

Os 8 erros de coloração mais comuns: saiba quais são e aprenda a evitá-los

  • Entenda quais os erros de coloração mais comuns e saiba como evitá-los
Tela cheia
Previous Next
Entenda quais os erros de coloração mais comuns e saiba como evitá-los

Uma cor perfeita e super luminosa é o sonho de qualquer mulher para os cabelos, mas nem sempre as expectativas correspondem à realidade. Alguns hábitos bastante comuns na hora de pintar os cabelos, como não usar os produtos adequados para cada tipo de fio, ou até mesmo expectativas irrealistas podem ser fatais para o resultado final do procedimento. Confira 8 erros super frequentes que estão sabotando a sua coloração!

1 - Variar de colorista com regularidade

Um dos maiores erros que pode cometer na hora da coloração, é variar costantemente de colorista. Desta forma, o resultado pretendido nunca será atingido, uma vez que cada profissional precisa de algumas visitas para conseguir chegar na coloração pedida, já que, na maioria das vezes, a primeira aplicação de cor pretende corrigir ou camuflar erros de procedimentos anteriores.  

2 - Esquecer a importância dos tratamentos de hidratação profunda 

Antes de colorir os fios, a primeira coisa a ter em mente é não descuidar dos tratamentos profundos. O fio colorido perde bastante hidratação e proteínas, e para repor, é necessário nutrir e reconstruir. Aposte na aplicação da máscara em casa duas vezes por semana, e invista em um tratamento mais intensivo no salão pelo menos uma vez por mês.

3 - Não cortar as pontas com a frequência ideal

Para cabelos bonitos e saudáveis, não há como fugir dos cortes frequentes. É possível camuflar o efeito de pontas duplas e ressecadas, mas para quem tem fios coloridos, o segredo está mesmo em ir aparando regularmente para que a próxima coloração possa entregar o melhor resultado possível. Visite o salão a cada seis a oito semanas para cabelos super saudáveis e livres de pontas secas. 

4 - Seguir tendências sem levar em conta a fragilidade do seu fio

Muitas mulheres gostam de estar dentro de todas as tendências, e embora segui-las nos looks possa ser ideal, o mesmo não se pode dizer nos fios. É comum precisar descolorir todo o fio para aderir às cores mais ousadas, e fazê-lo com frequência pode acabar com a saúde do cabelo. Em vez disso, procure o estilo que mais a favorece, e aposte nele até sentir que precisa de uma mudança mais drástica. 

5 - Fazer luzes ou mechas pouco tempo depois da coloração

Quem não cuida dos seus cabelos coloridos tende a achar que a cor está sem vida cedo demais, e logo procura o colorista para repaginar o viusal com mechas ou luzes. No entanto, este hábito contribui para sobrecarregar os fios, corrigindo química com mais química. A dica é cuidar dos cabelos com uma linha específica para fios coloridos, além de apostar em hidratações e reconstruções com frequência. 

6 - Não ter uma expectativa realista do resultado final

Outro erro super comum é o de não conhecer o próprio fio e a coloração já existente e pedir algo que não irá ficar exatamente como esperado. Mesmo que se inspire na sua celebridade favorita, leve em conta a opinião do profissional, que a aconselhará em relação ao melhor caminho para o resultado mais adequado. 

7 - Chegar ao salão sem lavar os cabelos

Para a sua primeira visita com um colorista, não deixe as madeixas por lavar, embora isto pareça o mais certo a fazer. Os óleos naturais do cabelo escurecem o fio, o que torna o trabalho do profissional mais difícil na hora de decifrar com o seu tom exato. Se o seu cabelo é seco, provavelmente não terá este problema, mas mistos a oleosos devem evitá-lo.

8 - Não usar os produtos adequados

Por fim, um erro clássico é não usar os produtos adequados ao seu fio. Além de precisar cuidar dos cabelos com fórmulas específicas para a sua textura, fios coloridos necessitam de cuidados diferenciados, e para isso, as linhas reconstrutoras e protetoras da cor são as mais indicadas. 

Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação