Beleza Extraordinária

Óleo capilar ou leave-in? Saiba quando usar cada um dos finalizadores

  • Os cabelos lisos e ondulados também podem usar óleo capilar e leave-in na rotina de cuidados (Foto: Instagram @madi_edwards)
  • Os cabelos ondulados podem usar o óleo capilar como aliado para o aspecto saudável nos cachos (Foto: Instagram @actually_ashly)
  • O leave-in serve como protetor térmico para as madeixas antes da escova e prancha (Foto: Instagram @ariellepanta)
Tela cheia
Previous Next
Os cabelos lisos e ondulados também podem usar óleo capilar e leave-in na rotina de cuidados (Foto: Instagram @madi_edwards)
  • Os cabelos lisos e ondulados também podem usar óleo capilar e leave-in na rotina de cuidados (Foto: Instagram @madi_edwards)
  • Os cabelos ondulados podem usar o óleo capilar como aliado para o aspecto saudável nos cachos (Foto: Instagram @actually_ashly)
  • O leave-in serve como protetor térmico para as madeixas antes da escova e prancha (Foto: Instagram @ariellepanta)

Leave-in e óleo capilar são a mesma coisa? É possível substituir um pelo outro? Com benefícios e finalidades tão parecidas, fica até difícil saber quando usar cada um deles, né? A gente sabe bem que todo cabelo é diferente e merece um cuidadinho especial que só você conhece - mas, ainda que não exista bem uma regra, dá pra analisar as propriedades de cada um desses produtos e descobrir qual opção é a mais indicada em cada situação.

Dica de ouro para quem tá começando a se arriscar nesse mundo dos finalizadores, viu?! Vem ver de pertinho e entenda como extrair as vantagens específicas do óleo capilar e do leave-in para combater o frizz, garantir o balanço nas pontinhas e fazer a blindagem térmica na rotina de cuidado com os cabelos lisos, ondulados, crespos ou cacheados!

1- Para alinhar os cabelos após escova ou prancha nos fios: óleo capilar

É bem verdade que os fios precisam de uma ajudinha extra para ficarem com o balanço certo após a escova ou prancha, certo? Nessa tarefa, o óleo capilar pode te ajudar! Por ser um finalizador capilar de textura mais densa que o leave-in, ele irá alinhar mais rapidamente o visual, além de fechar as cutículas dos fios e, de quebra, dar uma ajudinha extra no quesito durabilidade da escova. Nada melhor do que prolongar o visual de salão por alguns dias, né?

Como usar: aplique um pouquinho do óleo capilar nas pontas dos fios, fazendo uma leve massagem nos fios e tomando cuidado para não pesar as madeixas.

2- Na hora de desembaraçar os cabelos após o banho: leave-in 

O cenário é bem comum em cabelos loiros e finos: basta molhar as madeixas para que os nós mais difíceis de desfazer comecem a embolar os fios - seja depois da lavagem, banho de mar ou até piscina. Nessas horas, a melhor aposta é o leave-in! Ele irá deixar as mechas mais maleáveis e deslizantes, perfeitas para serem desembaraçadas sem que os fios quebrem com o atrito do pente. 

Como usar: aplique um pouco do leave-in no comprimento e pontinhas, enluvando os fios. Em seguida, penteie as mechas com cuidado e bastante paciência - faz diferença, viu?

3- Para combater o frizz e o ressecamento: óleo capilar ou leave-in 

As funções parecidas do óleo e do leave-in ficam bem claras quando o assunto é controlar o frizz e aspecto ressecado nas madeixas. Por terem, ambos, o benefício de domar dos cabelos e devolver o nível de óleo e água que precisam para se manterem saudáveis, os dois produtinhos podem resolver a situação capilar da mesma maneira. 

No entanto, a hora de escolher entre um ou outro, o critério de desempate pode ser o tipo de fio:

- Mulheres com fios lisos e levemente ondulados devem preferir o leave-in, justamente para fugir do risco de aspecto oleoso uma vez que esse tipo de produto tende a ser mais leve;

- Mulheres de cabelos ondulados e crespos podem optar sem medo pelo óleo capilar, uma vez que as madeixas são naturalmente mais ressecadas e precisam da ajuda de produtos mais densos para se manterem alinhadas.

4- Na preparação dos fios para penteados no dia a dia: óleo capilar 

Se a ideia é fazer uma arrumação diferente e despretensiosa nos fios para o dia a dia, como um coque messy ou trança, o óleo capilar consegue ajudar a diminuir bastante o frizz das madeixas e dar o acabamento perfeito ao visual. Isso sem falar no brilho extra, né? Vale a pena usar algumas gotinhas do produto na preparação das madeixas antes do penteado!

Como usar: antes de estilizar os fios, aplique um pouco do produto na palma das mãos e, depois, espalhe o óleo nas pontinhas e comprimento dos cabelos secos

5- Antes de usar chapinha e babyliss: leave-in

É bem importante proteger as madeixas do calor causado pelas ferramentas de calor, seja secador, chapinha ou babyliss - tudo, claro, em nome das madeixas saudáveis, brilhosas e livres de danos! Para essa tarefa, vale a pena contar com a ajuda do leave-in com proteção térmica, que é perfeito para garantir uma blindagem nas madeixas (não permitindo que o calor agrida profundamente a cutícula) e, por ser de consistência leve, vai deixar os fios mais soltinhos no visual.

Como usar: aplique um pouco do produto nos cabelos secos ou úmidos, desde o comprimento até as pontas. Em seguida, é só usar a ferramenta escolhida normalmente.

Redação: Raquel Carletto

Temas relacionados
Cabelos danificados têm solução?

Descubra qual é o melhor shampoo para esse problema