Beleza Extraordinária

O meu cabelo não cresce mais! Veja 4 fatores que podem estar causando o problema

  • Seu cabelo parou de crescer? Confira 4 motivos que podem estar contribuindo para o ritmo fraco de crescimento (Foto: Instagram @brosiaaa)
  • Os cabelos cacheados têm fator de encolhimento e por isso podem parecer mais curtos, mas uma dica é sempre hidratar dos fios para manter o ritmo de crescimento (Foto: Pixelformula)
  • Hidratar os cabelos em casa, fazer umectação e manter um cronograma capilar é essencial para o crescimento saudável dos cabelos (Foto: Pixelformula)
Tela cheia
Previous Next
Seu cabelo parou de crescer? Confira 4 motivos que podem estar contribuindo para o ritmo fraco de crescimento (Foto: Instagram @brosiaaa)
  • Seu cabelo parou de crescer? Confira 4 motivos que podem estar contribuindo para o ritmo fraco de crescimento (Foto: Instagram @brosiaaa)
  • Os cabelos cacheados têm fator de encolhimento e por isso podem parecer mais curtos, mas uma dica é sempre hidratar dos fios para manter o ritmo de crescimento (Foto: Pixelformula)
  • Hidratar os cabelos em casa, fazer umectação e manter um cronograma capilar é essencial para o crescimento saudável dos cabelos (Foto: Pixelformula)

Percebeu que seu cabelo parou de crescer e vive buscando técnicas para ativar o crescimento dos fios? Antes de buscar fórmulas milagrosas, é essencial conferir os fatores que podem levar as madeixas a pararem de crescer ou crescerem devagar: assim, fica mais fácil encontrar uma solução de cuidados com os fios. Todos os cabelos crescem cerca de um centímetro ao mês, ou seja, uma média de 12 centímetros por ano. Se você acha que os seus fios não chegam a ganhar esse comprimento, confira 4 fatores que podem estar diminuindo o ritmo!

1 - Caspa ou oleosidade excessiva

Caspa ou oleosidade em excesso entopem os poros. E como os fios crescem a partir do couro cabeludo, o crescimento fica afetado por causa desse bloqueio. Quem tem caspa precisa usar uma linha de shampoo e condicionador que cuide deste problema: elas são células mortas que provocam irritação e coceira, mas os shampoos anticaspas costumam ser suficientes para contornar a situação.

Já a oleosidade excessiva pode acontecer por fatores genéticos ou quando o cabelo não é lavado com frequência. Com isso, o couro cabeludo vai acumulando impurezas e oleosidade que também entopem os folículos. O recomendado é lavar as madeixas cacheadas e crespas duas vezes por semana, enquanto cabelos oleosos podem ser lavados todos os dias. Já os fios normais podem ser lavados a cada 2 dias.

2 - Cabelo quebradiço com pontas duplas

Se você sonha em ter um cabelo comprido mas não gosta de cortar as pontinhas, tente mudar este hábito. Isso porque as pontas podem tornar-se duplas, e em casos mais avançados, até triplas, fazendo com que o fio fique ralo e se quebre facilmente. Não é a partir das pontas que o cabelo cresce, mas se elas estiverem fracas, podem ir quebrando aos poucos, deixando as madeixas cada vez mais encolhidas.

Dica: Uma dica é aparar as pontinhas dos fios todo mês, cortando um ou 2 dedos de comprimento. Em casos em que o cabelo já está com muitas pontas duplas, uma opção é apostar em cortes assimétricos, que deixam a parte do cabelo mais longa. 

3 - Cabelos crespos e cacheados têm fator encolhimento

As donas de cabelo crespo ou cacheado são as que mais reclamam da demora no crescimento dos fios, mas a questão "fator encolhimento" precisa ser levada em conta. Os cachos encolhem quando estão secos e, por isso, parecem ser mais curtos do que realmente são. Além disso, se você costuma apostar em técnicas de texturização, como a fitagem, eles podem parecer ainda mais curtos porque os caracóis ficam mais modelados. 

4 - A falta de cuidados diários ou de um cronograma capilar

Quem alisa ou colore os cabelos sabe que esses processos ressecam e quebram os fios, deixando-os cada vez mais fracos se não forem tratados com frequência. A falta de um cronograma capilar ou até mesmo simples em hidratações em casa podem mudar o cenário e fazer com que os cabelos cresçam mais rápido e fortes. Veja os cuidados que você pode ter em casa:

Umectação: A técnica de aplicar óleo na raiz dos cabelos pode ser acompanhada de uma massagem capilar para ativar a circulação sanguínea e eliminar as células mortas dessa região.

Nutrição: Ela repõe nutrientes que o cabelo vai perdendo ao longo do tempo, e é feita com produtos ricos em óleos.

Hidratação: As hidratações feitas com máscaras ajudam a dar força aos cabelos, principalmente se tiverem componentes que nutrem o bulbo capilar e reconstroem a fibra.

Reconstrução: As reconstruções, também chamadas de cauterização ou plástica capilar, devolvem as proteínas perdidas por conta de químicas ou agressões diárias como secador e chapinha.

Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação