Beleza Extraordinária

Multimasking: descubra o que é a tendência que usa uma máscara facial diferente em cada região do rosto

  • A ideia é usar as máscaras que se adequarem melhor com as diferentes necessidades de pontos específicos da pele (Foto: Instagram @lorealskin)
  • As máscaras faciais podem ser usadas ao mesmo tempo para um resultado ainda melhor! Conheça a técnica 'multimasking' e aproveite a tendência (Foto: Shutterstock)
  • O tratamento caseiro com máscaras de rosto é perfeito para ter um resultado incrível em poucos minutos na pele (Foto: Instagram  @lorealskin)
Tela cheia
Previous Next
A ideia é usar as máscaras que se adequarem melhor com as diferentes necessidades de pontos específicos da pele (Foto: Instagram @lorealskin)
  • A ideia é usar as máscaras que se adequarem melhor com as diferentes necessidades de pontos específicos da pele (Foto: Instagram @lorealskin)
  • As máscaras faciais podem ser usadas ao mesmo tempo para um resultado ainda melhor! Conheça a técnica 'multimasking' e aproveite a tendência (Foto: Shutterstock)
  • O tratamento caseiro com máscaras de rosto é perfeito para ter um resultado incrível em poucos minutos na pele (Foto: Instagram  @lorealskin)

Como tratar o ressecamento e a oleosidade na pele de uma só vez? A técnica "multimasking" tem a resposta: misturando máscaras faciais com finalidades diferentes em áreas específicas do rosto durante o ritual de beleza. Afinal de contas, por que escolher um único tratamento para a pele quando se pode fazer vários ao mesmo tempo? A técnica é a tendência do momento para personalizar, otimizar e potencializar ainda mais os cuidados com a aparência e saúde do rosto. Conheça mais sobre essa novidade na matéria!

'Multimasking' ajuda a atender cada necessidade específica do rosto de uma vez

O cenário é normal para a maioria das mulheres: nariz e testa oleosos, bochechas mais ressecadas e pontos com poros mais aparentes são a prova de que uma única máscara não é capaz de atender completamente todas as necessidades da pele. Assim, para conseguir cuidar de tudo ao mesmo tempo, o segredo é simplesmente combinar os tratamentos com várias máscaras e criar um arco-íris de hidratação, esfoliação e desintoxicação, colocando em cada ponto da face a fórmula que cuidará melhor daquela região.

Saiba em qual região do rosto usar cada tipo de máscara facial

Antes de cobrir o rosto com o "multimasking", é importante entender o que cada uma das máscaras faz no combate das pequenas imperfeições da pele. Dessa maneira, a aplicação será bem aproveitada e o resultado será um mix divertido e bem colorido de cremes no rosto. 

Zona "T": por ser uma área naturalmente mais oleosa na maioria das peles, o ideal é partir para o uso de ativos que deixem o local com aspecto matificado e com a oleosidade controlada. Aqui, as melhores opções são as argilas verdes e cinzas e o extrato de eucalipto.

Bochechas: se as bochechas estiverem com aspecto opaco,  o carvão ativado é o elemento perfeito para resolver o problema da região e manter o aspecto iluminado por muito mais tempo.

Queixo: Para esfoliar e deixar os poros desobstruídos, essa área do rosto pode receber um tratamento mais intenso com a ajuda de máscaras com ingredientes desintoxicantes. Nesse caso, vale apostar também no carvão ativado e amenizar a aparência de furinhos na pele.

Não existem regras definitivas para a técnica: você pode criar as suas próprias combinações

É válido lembrar que, apesar de dicas serem sempre bem-vindas, não existem regras no "multimasking". O lema é atender as suas características diferentes no rosto, e o que não faltam são possibilidades para aquilo o que a pele mais precisa no momento. Assim, se manchinhas surgirem, ou se a pele ficar opaca em períodos mais frios, é possível modificar as regras e partir para máscaras que sejam anti-manchas e ofereçam mais brilho ao rosto, por exemplo.

Redação: Raquel Carletto

Temas relacionados
Retoque de raiz:

Descubra qual é a sua cor de Magic Retouch!