Beleza Extraordinária

Mito ou verdade: A esfoliação deve ser feita com menos frequência no verão? Descubra!

  • Deve-se esfoliar menos no verão? Entenda os fundamentos por trás da crença popular
Tela cheia
Previous Next
Deve-se esfoliar menos no verão? Entenda os fundamentos por trás da crença popular

A esfoliação é um passo muito importante na rotina de beleza da mulher, e é garantia de uma pele mais saudável e mais luminosa, livre de impurezas. No verão, os cuidados devem ser redobrados, e há várias crenças que afirmam que esta prática deixa a pele sensível, remove o bronzeado e ainda expõe camadas produndas da cútis ao sol. Para tirar todas a dúvidas, a Drª Gabriella Corrêa de Albuquerque, renomada dermatologista carioca, entregou a sua opinião sobre o assunto. Confira!

Ao remover células mortas, esfoliação causa maior exposição da pele aos raios solares

Muitas vezes, após a esfoliação, a pele fica muito sensível e avermelhada, o que se deve à remoção da camada de células que fica na superfície da cútis. "De acordo com a maior ou menor abrasão do procedimento, as células mortas que protegem a pele - a chamada camada córnea - são removidas, deixando a pele descoberta e por isso mais exposta aos raios solares", explica Gabriella. 

Duas vezes por semana é a frequência máxima adequada para esfoliar, segundo profissional

De acordo com a opinião da profissional, a pele deve ser esfoliada no máximo duas vezes por semana. "Nos dias de verão, a frequência deve ser a mesma, nem mais, nem menos. No entanto, é preciso caprichar na aplicação do filtro solar, e o FPS tem que ser de, no mínimo, 30". Além disso, a especialista ainda aconselha a apostar no bom senso para os dias de sol. "Não se expor diretamente nas horas de maior calor, usar chapéus e óculos de sol e, na praia, ficar embaixo do guarda-sol são cuidados essenciais nesta estação", garante. 

Para prolongar o bronzeado, dermatologista aconselha ingerir alimentos com betacaroteno

Quanto à ideia de que esfoliar a pele tira o bronzeado, a dermatologista esclarece que não passa de um mito. "A cor dourada não ocorre ao nível da camada córnea, e é sobre esta que a esfoliação atua. No máximo, a prática vai deixar a pele mais luminosa", afirma a dermatologista. Para manter o bronze, a dica é caprichar na hidratação, e apostar em pequenas ajudinhas na hora da alimentação. "Ingerir alimentos ricos em betacaroteno, como cenouras, manga ou abóbora também é uma boa dica para um bronzeado mais bonito e duradouro", afirma.

Temas relacionados
Água micelar:

como remover a maquiagem com o produto?