Beleza Extraordinária

Melanina: o que é e qual sua função? Saiba mais sobre o pigmento de cor da pele

  •  Quer saber para que serve a melanina? Veja a explicação na matéria e entenda sobre o assunto (Foto: Instagram @chiziduru)
  •  As melaninas presentes no corpo podem ser facultativas ou construtivas (Foto: Instagram @vanessaarieltorres)
  •  Mulheres de pele clara têm menos melanina do que as mulheres de pele negra e morena (Foto: Instagram @brookehogan1)
Tela cheia
Previous Next
Quer saber para que serve a melanina? Veja a explicação na matéria e entenda sobre o assunto (Foto: Instagram @chiziduru)
  •  Quer saber para que serve a melanina? Veja a explicação na matéria e entenda sobre o assunto (Foto: Instagram @chiziduru)
  •  As melaninas presentes no corpo podem ser facultativas ou construtivas (Foto: Instagram @vanessaarieltorres)
  •  Mulheres de pele clara têm menos melanina do que as mulheres de pele negra e morena (Foto: Instagram @brookehogan1)

É comum ouvir falar que alguém possui mais ou menos melanina no corpo, mas afinal de contas, o que isso realmente significa? A resposta é cor! Em termos gerais, essa proteína é responsável por garantir coloração à pele, cabelos e outros pelos no corpo - mas essa não é sua única função.

Nos tecidos, a melanina também tem a responsabilidade de proteger a pele da ação prejudicial dos raios UV, mantendo o DNA intacto dentro das células. Quer saber mais? Veja quais são os tipos de melanina e saiba como melhorar a produção no corpo por meio da alimentação!

Tipos de melanina: saiba as diferenças entre as construtivas e facultativas

Para entender como a concentração de melanina consegue dar cor à pele, é importante saber que ela se divide em dois tipos dentro do corpo. Enquanto a quantidade de melanina construtiva é determinada pela genética (definindo se a pele será clara, morena ou negra), a melanina do tipo facultativa é produzida apenas quando nos expomos ao sol, causando o bronzeado reversível. Na lógica, quanto mais melanina, mas escura será a coloração da pele, pelos e cabelos.

Melaninas aumentam de produção para proteger a pele exposta ao sol

Sabe aquele belo bronzeado que fica no visual após um dia de praia ou piscina? Ele tem significado: a cor nada mais é do que uma reação do organismo para proteger o corpo e o DNA dentro das células. Assim, quando os raios solares entram em contato com a derme, a produção da melanina facultativa aumenta para resguardar o material genético e, por consequência, a cor do corpo é momentaneamente alterada.

Quem tem mais melanina está naturalmente protegido do efeitos do sol?

No entanto, é importante esclarecer uma confusão comum: peles negras - que indicam maior presença de melanina - não estão mais protegidas de problemas graves causados pelo sol apenas por causa do excesso da substância, viu?

Ainda que a quantidade de melanina mais elevada deixe o corpo mais protegido e resistente à vermelhidão e formação de rugas, o excesso de exposição ao sol pode causar a diminuição das defesas orgânicas do corpo, provocando manchas, perda de brilho natural e outros efeitos colaterais.

Portanto, as recomendações de proteção em dias ensolarados são as mesmas: todos os tipos de pele devem:

- Se expor ao sol preferivelmente no horário recomendado;

- Usar filtro no FPS adequado;

- Investir em chapéus e bonés;

- Manter a hidratação constante tanto durante quanto após a exposição solar.

Alimentos podem melhorar a produção de melanina no corpo

É importante lembrar que para manter o bronzeado em dia - além de evitar irritação, vermelhidão e outras reações causadas pela ação dos raios UV - é possível recorrer aos alimentos que estimulam a produção de melanina. Em geral, os mais recomendados são os ricos em betacaroteno, vitamina A, C e E, tais como:

- Cenoura;

- Tomate;

- Mamão;

- Couve;

- Agrião;

- Abóbora

- Espinafre

Redação: Raquel Carletto

Temas relacionados
Cabelos danificados têm solução?

Descubra qual é o melhor shampoo para esse problema

últimas matérias

Ver mais