Beleza Extraordinária

Mega hair: saiba quais são os 5 técnicas mais conhecidas para deixar o cabelo longo

  •  Saiba quais são os tipos de mega hair mais famosos e entenda como manter os cuidados com as extensões no dia a dia (Foto: Instagram @anarabyanalerida)
Tela cheia
Previous Next
Saiba quais são os tipos de mega hair mais famosos e entenda como manter os cuidados com as extensões no dia a dia (Foto: Instagram @anarabyanalerida)

Tic tac, ponto americano, queratina, microlink... seja qual for, o mega hair é a solução perfeita para quem deseja um visual com cabelos longos e mais encorpados no visual! Se esse for o seu caso, é importante de primeiro conhecer todos tipos de aplique para, então, escolher a técnica perfeita para o seu caso. Quer uma ajudinha nessa tarefa?

Então aproveite: separamos os principais tipos de mega hair e te explicamos como funciona cada estilo para garantir o alongamento na medida certa. Anote as dicas da matéria!

1. Mega hair queratina é uma das técnicas mais famosas 

Feito diretamente no couro cabeludo, bem rente à raiz, o mega hair com cola de queratina é aquele em que tufos de cabelos artificiais são presos aos fios naturais. Nesse processo, a responsável por unir os fios é a própria queratina, que “gruda” nas madeixas ao ser aquecida.

Uma das vantagens dessa técnica é a naturalidade: uma vez que os fios ficam todos unidos (tanto os naturais quanto os da extensão), a sensação é de um look bem uniforme. Além disso, a durabilidade também é um destaque, podendo chegar até 3 meses.

2. Mega hair tic tac é opção temporária fácil de usar

Se a ideia é um visual temporário e você só quer manter o alongamento para um penteado de festa, por exemplo, o mega tic tac é o mais indicado! Além de ser bastante em conta, garantir o efeito encorpado no visual e não precisar de manutenção, ele pode ser aplicado em casa mesmo.

Basta separar as madeixas do cabelo e colocar as extensões onde você precisar dar mais volume aos cabelos - vale usar o visual nos fios soltos ou presos, lembrando de tomar cuidado para disfarçar as presilhas no visual.

3. Mega hair interlace é uma boa opção para fios curtos

Você tem cabelos bem curtinhos e os outros tipos de mega hair não são tão fáceis de serem colocados por conta do tamanho das madeixas? Então o mega hair interlace pode te ajudar a conseguir o comprimento longo sem muito esforço!

Esse tipo de mega é uma espécie de tela que é costurada e presa bem rente ao couro cabeludo, deixando o visual bem natural e ligando os fios naturais aos artificiais. Aqui, a manutenção deve ser mais frequente, geralmente feita com menos de um mês.

4. Mega hair microlink é uma boa opção para cacheadas e crespas

Tão duradouro quanto o mega de queratina, o mega hair microlink é uma ótima opção para quem quer o cabelo longo por muito tempo no visual - com o bônus de ser menos agressivo que a técnica com queratina, vale destacar!

Nessa técnica, os fios artificiais são presos aos naturais com a ajuda de microanéis metálicos de cor próxima ao tom das madeixas, que podem ser de tamanhos variados e, por sinal, fixam muito bem nos cabelos cacheados e crespos. 

5. Mega hair de ponto americano garante um efeito natural e camuflado

Criada nos Estados Unidos, a técnica de mega com ponto americano é ótima para quem quer alongar os fios de um jeito mais natural e quase imperceptível. Diferentemente das outras, nessa técnica são usadas telas com fios que se pareçam bastante com os cabelos naturais. Eles são tecidos de uma forma parecida com crochê - o que ajuda a camuflar o visual. O look pode aumentar até 30cm e a manutenção deve ser mensal.

Cuidados com o mega hair: veja como cuidar do aplique nos cabelos no dia a dia

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Agnes Matilda (@beautybyagnesmatilda) em

- Evite dormir com os cabelos molhados para não amolecer a cola e nem correr o risco de mofar o mega hair;

- Prefira shampoos e condicionadores reequilibrantes para evitar o efeito oleoso nos fios, facilitando a lavagem;

- Penteie os cabelos com cuidado, separando o cabelo em sessões e penteando com delicadeza, uma mecha por vez;

- Atenção na hora da chapinha e secador para não sensibilizar as extensões. Prefira não encostar a prancha para que não derreta o ponto de junção, e deixe o secador a 15cm de distância;

- Evite tomar banho de piscina porque o cloro afeta a durabilidade do mega, podendo mudar até a tonalidade do alongamento.

Redação: Raquel Carletto

Temas relacionados
Cabelos danificados têm solução?

Descubra qual é o melhor shampoo para esse problema