Beleza Extraordinária

Manchas na gravidez: quando aparecem, quais as causas e o que fazer para cuidar da pele durante a gestação

  • Saiba o que causa e como evitar as manchas escuras na gravidez! (Foto: Shutterstock)
  • O aumento da produção de melanina favorece o aparecimento de manchas na gravidez (Foto: Shutterstock)
Tela cheia
Previous Next
Saiba o que causa e como evitar as manchas escuras na gravidez! (Foto: Shutterstock)
  • Saiba o que causa e como evitar as manchas escuras na gravidez! (Foto: Shutterstock)
  • O aumento da produção de melanina favorece o aparecimento de manchas na gravidez (Foto: Shutterstock)

O período de gravidez é um momento mágico para várias mulheres, mas não é tão favorável à pele de muitas delas. Segundo pesquisas, cerca de 70% das grávidas desenvolvem manchas escuras em alguns pontos do rosto - chamadas de melasmas ou cloasmas. No entanto, para a alegria das futuras mamães, é possível tomar alguns cuidados para evitar esse tipo de problema. Saiba mais detalhes!

Fotótipo da pele e aumento na produção de melanina causam o aparecimento de melasmas

As melasmas - também chamadas de cloasmas - são manchas escuras que aparecem em determinados pontos do corpo. Embora não sejam exclusividade desse período, são muito comuns na gravidez, afetando, em média, 70% das mulheres grávidas. No geral, elas costumam surgir entre o 4º e o 6º mês de gravidez e são mais comuns na testa, nas bochechas e no lábio superior - e, além do tom amarronzado, também se caracterizam pelo formato simétrico e bem definido nos pontos em que aparecem.

Mas, como nem todas as grávidas apresentam esse problema, o que define quais delas serão mais afetadas? A resposta é simples: o fotótipo - uma classificação numérica de 1 a 6, herdada geneticamente, que define como a pele reagirá à exposição solar. Além disso, por causa de uma maior quantidade de estrogênios, outro fator que favorece o problema é o aumento na produção de melanina nas mulheres grávidas - o que facilita o aparecimento de manchas escuras como uma reação desse pigmento à exposição solar. 

Creme clareador é indispensável para regular a produção de melanina

Mas, mesmo com todos esses fatores e predisposições, é possível investir em alguns cuidados para continuar com a pele linda antes e depois da gravidez, já que o melasma pode durar até seis meses depois do nascimento do bebê!

O principal cuidado é adicionar um creme clareador à rotina de beleza da manhã e da noite, mesmo que seu rosto ainda não tenha dado nenhum sinal do problema. Além de promover uma renovação que favorece a aparência da pele, esse tipo de produto também conta com ativos que regulam a produção de melanina - limpando as áreas que já estão escurecidas e, ainda, impedindo que novas marcas apareçam ao longo dos meses. 

Para ficar protegida, também é indispensável aplicar o protetor solar diariamente - preferindo os que contam com FPS mais alto quando o dia estiver mais quente; reduzir o tempo de exposição solar e procurar usar bonés ou chapéus para proteger o rosto; e, ainda, limpar a pele com produtos leves, como a água micelar, para evitar irritações. 

ver mais : Dicas de beleza - Pele
Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação