Beleza Extraordinária

Long bob cacheado: como fazer? Especialista em cachos dá dicas e explica como é feito o corte no salão

  • Cabeleireira especialista em cachos explicou como fazer o corte long bob. Confira a matéria! (Foto: Instagram @kaylinamaro)
  • O long bob no cabelo cacheado pode ser feito seco ou úmido. Confira as dicas na matéria (Foto: Instagram @salsalhair)
  • A angulação da parte de trás, o comprimento e a franja são detalhes que devem ser conversados com o cabeleireiro especialista em cachos antes de cortar o long bob (Foto: Instagram @syderoni / @salsalhair)
Tela cheia
Previous Next
Cabeleireira especialista em cachos explicou como fazer o corte long bob. Confira a matéria! (Foto: Instagram @kaylinamaro)
  • Cabeleireira especialista em cachos explicou como fazer o corte long bob. Confira a matéria! (Foto: Instagram @kaylinamaro)
  • O long bob no cabelo cacheado pode ser feito seco ou úmido. Confira as dicas na matéria (Foto: Instagram @salsalhair)
  • A angulação da parte de trás, o comprimento e a franja são detalhes que devem ser conversados com o cabeleireiro especialista em cachos antes de cortar o long bob (Foto: Instagram @syderoni / @salsalhair)

O long bob cacheado já se tornou queridinho nos salões de beleza e um dos mais pedidos por quem acabou de sair da transição capilar! É que o look, que tem as mechas da frente mais alongadas do que a parte de trás, é moderno, estiloso e valoriza o formato dos caracóis, evitando o temido efeito pirâmide!

E como fazer o long bob nos cachos é bem diferente de fazer o corte nos fios lisos, fomos atrás de uma cabeleireira especialista em cachos, a Lu Carrilho, que explicou como é feito o corte, falou sobre o que levar em conta antes de encarar a tesoura e desvendou o mito do corte seco x corte molhado. Confira! 

Como fazer o long bob: seco ou molhado? 

Muito se fala em cortar o cabelo cacheado seco por causa do fator encolhimento, mas Lu Carrilho explicou que o long bob pode ser feito com os fios secos ou úmidos: o que vai definir essa escolha não é o fator encolhimento, mas sim, a experiência do profissional e o quanto os fios estão saudáveis. "Você consegue fazer o corte com as duas técnicas. Eu prefiro fazer com o cabelo seco, porque acho que fica mais desenhado, mais arquitetado. Dá para fazer com o cabelo molhado, mas tem que ter a prática nos dois tipos para poder dizer à cliente as opções que ela tem", explicou Lu Carrilho.

Cortar o cabelo cacheado úmido não tem muito mistério - só é preciso levar em conta que os cachos vão ficar mais curtos ao secar! - mas fazer o corte a seco requer algumas dicas. "O que influencia mesmo é se o cabelo está saudável, se tem muito frizz, porque o cabelo precisa estar bem definido".

Afinal, como escolher? "Se for a seco, a cliente tem que chegar ao salão com ele bem definido, seco e solto. Ele não pode estar armado, porque o cabelo armado é frisado e não tem definição. A gente precisa que o cabelo esteja cacheado e com seu caimento natural para fazer um corte bem exato. Agora, se o cabelo estiver com muito frizz, o corte a seco pode não ser uma boa escolha", explicou a profissional.

O que levar em consideração antes de cortar o long bob cacheado? 

Para as cacheadas que nunca apostaram no corte médio, o long bob é um curinga no visual, mas é preciso ter em mente algumas dicas antes de sentar na cadeira do cabeleireiro! Angulação da parte de trás, o tamanho do bico nas mechas da frente, o retoque do corte e amadurecer a ideia de fazer uma franjinha ou não são algumas que a Lu Carrilho explicou: 

Antes do salão: "Se for um corte a seco, eu preciso que o cabelo esteja bem finalizado, seco e solto, sem marcação de presilha, porque eu preciso dele num caimento natural".

Comprimento: "O profissional deve explicar que na parte de trás o cabelo vai ser mais curto do que as laterais. Isso não é uma regra, porque a cliente pode não querer o "bico" na frente, mas a parte de trás, visualmente, será mais curta. Se a cliente for muito apegada a comprimento, é uma coisa que precisa ficar bem definida com ela antes".

Angulação: "Se a cliente vai querer o cabelo com uma vertical da parte de trás bem acentuada, porque isso traz volume e tem gente que não gosta de muito volume". 

Laterais: "A cliente vai querer a lateral muito marcada, muito alongada? Ela vai querer a lateral mais alongada porém discreta? Ou não vai querer a lateral alongada?"

Franja: "O profissional deve explicar que a franja no cabelo cacheado é uma escolha bastante ousada, e digo isso por vivência como profissional e por ter usado franja há um tempo. A franja tem que ser cortada a seco no momento final do corte, para ver a altura, o caimento exato, para ver se a cliente não tem redemoinho no topo, para ver a distribuição do cabelo e o volume da franja". 

Retoque: "Tenho muitas clientes com cabelos que crescem mais rápido nas laterais do que no restante, e aí, a tendência delas é usar o cabelo preso, porque a impressão é a de que o cabelo não está ficando legal. Ela tem que voltar ao salão a cada 40 dias, no máximo 2 meses, para aparar as laterais e o corte ficar sempre atual". 

O profissional: "Ele tem que ser especialista em cacho, não pode ser bom apenas em corte. Ele tem que ter se especializado na textura cacheada, crespa, volumosa e no fator de encolhimento".

Cabeleireira ensina passo a passo de como cortar o long bob cacheado

Passo 1. "Eu separo o cabelo em sessões e a primeira coisa a ser determinada é o comprimento que ele vai ficar na parte mais curta".

Passo 2. "A partir daí, vou criando camadas, tendo como referência a minha base, que é o comprimento da parte de trás. Vou criando camadas para criar angulação vertical na parte de trás".

Passo 3. "Depois eu vou para as laterais porque eu tenho a parte de trás como guia pra me dizer qual meu ponto de saída e chegada em relação as laterais, que poderão ser mais alongadas. Isso vai depender da cliente, se ela quer a lateral alongada, muito alongada ou mais discreta.

Passo 4. "Depois, eu vou para a frente. Se tiver franja, ela tem que ser cortada a seco, mesmo que o cabelo seja cortado úmido". 

Redação: Beatriz Doblas

Temas relacionados
Creme de pentear

Erros e acertos na hora de usar o produto