Beleza Extraordinária

Limpeza de pele profunda: saiba os benefícios do tratamento de dermatologista que ajuda a combater cravos e espinha

  • Saiba quem pode fazer e quais são as etapas da limpeza de pele profunda feita por dermatologistas (Foto: Shutterstock)
  • A limpeza de pele profunda é ideal para as donas de pele oleosa que têm tendência à acne e cravos (Foto: Shutterstock)
  • A limpeza de pele profunda feita por dermatologistas ajuda a evitar acne e cravos no rosto (Foto: Shutterstock)
Tela cheia
Previous Next
Saiba quem pode fazer e quais são as etapas da limpeza de pele profunda feita por dermatologistas (Foto: Shutterstock)
  • Saiba quem pode fazer e quais são as etapas da limpeza de pele profunda feita por dermatologistas (Foto: Shutterstock)
  • A limpeza de pele profunda é ideal para as donas de pele oleosa que têm tendência à acne e cravos (Foto: Shutterstock)
  • A limpeza de pele profunda feita por dermatologistas ajuda a evitar acne e cravos no rosto (Foto: Shutterstock)

Seja a pele oleosa, mista, normal ou seca, todas se beneficiam da limpeza de pele profunda. Feita em consultórios dermatológicos, a técnica chega a ser mais poderosa do que a limpeza de pele feita em casa, já que é capaz de desintoxicar a cútis e retirar todas as impurezas e oleosidade que o sabonete ou o esfoliante não conseguiram. De acordo com a dermatologista Camila Marçal, do Instituto da Pelle Madureira, do Rio de Janeiro, a técnica também ajuda a diminuir as lesões inflamatórias de acne. Confira todos os detalhes! 

Quem pode fazer a limpeza de pele profunda?

A limpeza de pele pode ser feita por mulheres de todos os tipos e tons de pele, e segundo a dermatologista Camila Marçal, a frequência é determinada pela velocidade de formação de novos comedões. "Peles oleosas têm uma tendência maior à formação destas lesões e, portanto, vão necessitar de limpezas de pele mais frequentemente, variando de 30 a 60 dias", explicou a especialista. Já em peles normais a secas, é importante observar a formação dos cravos e espinhas, para só então apostar na limpeza de pele. 

Quais são as etapas da limpeza de pele?

1 - Higiene: De acordo com Camila Marçal, o procedimento completo no consultório dura, em média, 40 a 60 minutos. "A primeira etapa consiste na higiene da pele, através da remoção de maquiagem e protetor solar com loções desengordurantes e da antissepsia", explicou.

2 - Esfoliação: O esfoliante entra no procedimento para afinar a camada superficial da pele ao retirar as células mortas. "Aplica-se gaze ou algodão embebidos em substância emoliente em toda superfície que será tratada. Esta é então exposta ao vapor d'água para facilitar a abertura dos poros". explicou Camila.

3 - Extração: De acordo com a profissional, a extração da limpeza de pele é feita apenas das lesões não inflamadas, ou seja, as espinhas não costumam ser removidas, mas sim os cravos. "Esta etapa pode ser feita de forma manual e com o auxílio de instrumento chamado extrator de comedões, sempre de forma delicada, trazendo o mínimo desconforto ao paciente", explicou Camila. Já os milium, que são pequenas lesões císticas e amareladas, que contêm queratina no interior, podem ser extraídas com auxílio de uma agulha fina estéril.

4 - Máscara facial: "Ao término da extração, aplica-se um aparelho de alta frequência para estimular a cicatrização e, em seguida, a máscara específica para cada tipo de pele", explicou a dermatologista. A ideia é que o produto fique na pele de 10 a 15 minutos.

5 - Proteção solar: A última etapa é a aplicação do protetor solar para evitar manchas ou irritações na pele, já que a cútis fica levemente sensível após a limpeza profunda. 

Peeling pode ser feito junto com a limpeza de pele

O peeling também é muito procurado pelas mulheres que querem tirar as manchinhas de acne e clarear a pele. De acordo com a dermatologista Camila Marçal, o procedimento não é uma etapa da limpeza de pele profunda mas pode, sim, ser feito no mesmo dia. "O peeling de cristal, que é um peeling mecânico, costuma ser o mais associado à limpeza de pele, podendo ser realizado antes ou depois dela. Já peelings superficiais com substâncias variadas também podem ser aplicados no mesmo dia, contribuindo com a renovação celular e a melhora da qualidade da pele", recomendou a especialista.

O procedimento é bem simples: o produto, que é geralmente um ácido, é aplicado pelo dermatologista e o paciente é orientado a retirá-lo após um certo tempo definido pelo profissional. 

Produtos favoritos
Temas relacionados
Óleo + Creme de pentear

Descubra os benefícios da misturinha