Beleza Extraordinária

Leve ou consistente: a textura do condicionador influencia no tratamento dos fios?

  • Cabelos secos ou ressecados e muito armados pedem condicionadores mais consistentes, com uma proposta de nutrição. Já para os secos e finos, os produtos com fórmula mais leve são a melhor opção, pois não pesam nos fios
Tela cheia
Previous Next
Cabelos secos ou ressecados e muito armados pedem condicionadores mais consistentes, com uma proposta de nutrição. Já para os secos e finos, os produtos com fórmula mais leve são a melhor opção, pois não pesam nos fios

O condicionador é item essencial na limpeza e tratamento cotidiano dos cabelos. O produto hidrata as madeixas, deixando-as mais maleáveis, suaves e brilhosas. Seu uso é necessário porque o condicionador tem a função de fechar as camadas protetoras da fibra capilar, após estas terem sido abertas pelo uso do shampoo, protegendo-as das agressões externas. No entanto, sua fórmula deve ser adequada a cada tipo de fio.

Consistência visa objetivos de aplicação


"O condicionamento e aplicação está fundamentado no balanço e escolha dos ingredientes da formulação. A consistência visa alguns objetivos: facilidade de aplicação, viscosidade adequada para o produto não escorrer entre os dedos no momento do uso, espalhabilidade e remoção, por exemplo", explica o farmacêutico Alberto Keidi Kurebayashi, consultor em desenvolvimento de formulações cosméticas.

Para escolher o condicionador ideal, é fundamental avaliar as necessidades dos cabelos, já que cada tipo precisará de cuidados específicos. O ideal é analisar as características de cada produto para garantir que suas funções serão aproveitadas ao máximo. Ou seja, para que o tratamento seja potencializado, é necessário que as madeixas precisem do que o produto tem a oferecer.

Fórmula deve ser adequada ao tipo de fio

Os cabelos secos ou muito ressecados e armados necessitam de produtos que reponham a hidratação e a oleosidade dos fios. Para estes casos, o condicionador deve apresentar uma proposta de nutrição, com fórmulas mais consistentes, capazes de penetrar no córtex capilar para devolver os lipídeos perdidos, melhorando a condição interna dos fios.

Já os cabelos secos, mas finos, precisam de um condicionador de consistência mais leve, que não pesam no caimento nem mudam o aspecto dos fios. O produto deve ser usado apenas para devolver o brilho e a maciez das madeixas, compensando com emoliência o ressecamento que pode ser provocado pelo shampoo. No entanto, é importante que a fórmula permita que o fio mantenha seu formato e movimento natural.

Segredo está na escolha dos ingredientes

"O segredo é o balanço e escolha dos ingredientes, porém existem ajustes para facilitar a aplicação. Condicionadores com maior consistência permitem um controle de quantidade de produto nas mãos, condicionadores mais fluidos geralmente acabam sendo usados um pouco mais do que seria necessário", explica o cosmetologista da Protocolo Health & Personal Care Consultoria.

Na hora de lavar os cabelos, deposite uma quantidade de condicionador do tamanho de uma moeda de cinquenta centavos na palma da mão e espalhe de maneira uniforme ao longo do comprimento dos fios, a partir da altura das orelhas. Deixe agir por cerca de três minutos e enxágue preferencialmente com água fria. Não use o produto na raiz dos cabelos, já que ele pode interferir na saúde do couro cabeludo.
Temas relacionados
Retoque de raiz:

Descubra qual é a sua cor de Magic Retouch!