Beleza Extraordinária

Filtro solar para o rosto: como escolher a melhor opção? Veja 6 dicas!

  • Saiba como escolher o protetor solar para o rosto (Foto: Instagram @silver_conversion)
Tela cheia
Previous Next
Saiba como escolher o protetor solar para o rosto (Foto: Instagram @silver_conversion)

O filtro solar é um produto indispensável no dia a dia, principalmente para quem ama praia, sol e piscina. Além de prevenir o câncer de pele, ele combate o envelhecimento precoce, o aparecimento de manchas, melasma e queimaduras solares no rosto.

Mas, para a pele ficar totalmente protegida dos raios ultravioleta, o primeiro passo é escolher o protetor ideal para seu rosto. Aqui, é preciso levar em consideração características como fator de proteção solar, fórmula, textura e claro, as necessidades do seu tipo de pele.

Para te ajudar, nós separamos 7 dicas sobre o que você precisa ficar atenta na hora de escolher o melhor filtro solar para o seu rosto e como se proteger ao máximo do sol, no verão e em qualquer outra estação.

1. Escolha o filtro solar com FPS ideal para o seu tom de pele

O fator de proteção solar é a principal referência na hora de escolher qual filtro levar para casa. É comum associarmos o FPS a potência do produto, mas na verdade ele está relacionado ao tempo de proteção. Ou seja, quando maior for o fator de proteção, mais tempo a pele demora para sentir os efeitos da radiação solar.

Por exemplo, se você escolhe um filtro com FPS de 30, significa que você vai demorar um tempo 30 vezes maior que o normal para se queimar. Um filtro com FPS 60 tem um tempo 60 vezes maior e assim por diante.

O ideal é que a pessoa use sempre um fator acima de 30, mas é importante reforçar que cada pele precisa de um tipo específico de cuidado. Tons mais claros precisam de um FPS alto, de 50 para cima, pois a baixa melanina aumenta a sensibilidade aos efeitos do sol. Já as peles morenas e escuras têm uma tolerância maior, mas não podem relaxar. O rosto é a região do corpo que fica mais exposta ao sol, quanto mais maior o fator de proteção melhor.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Lesley (@freshlengths) em

2. Verifique se o filtro solar também contém proteção contra raios UVA

O FPS garante proteção contra os raios UVB, mas é preciso barrar os raios UVA que representam cerca de 95% da radiação que chega ao nosso corpo. Por isso, fique atenta se no rótulo do filtro solar vem com o sinal de "+" ou "proteção de amplo espectro". Isso significa que o produto garante uma proteção tanto contra os raios UVA quanto UVB.

- Também é importante ficar de olho no PPD que mede o fator de proteção contra os raios UVA. O ideal é que ele corresponda pelo menos a ⅓ do FPS.

3. Escolha o filtro solar mais adequado para seu tipo de pele

Há uma grande variedade de filtro solares no mercado, por isso, atenção ao escolher qual comprar. O que você precisa considerar é qual mais se adequa ao seu tipo de pele. Por isso, é fundamental considerar sensibilidade, alergias, idade, presença de acne ou qualquer outro problema dermatológico.

Outra dica essencial é ficar atenta se sua pele é seca, oleosa, normal ou mista. Uma dica, nesses casos, é sempre escolher pela textura e fórmula.

- Para as peles oleosas, o ideal são os protetores com toque seco ou oil free, pois controlam a oleosidade e deixam o rosto mais sequinho e sem aquele brilho excessivo. Basta conferir na embalagem se vem com a marcação anti-oleosidade.

- Já para as peles secas, o mais recomendado é o uso dos filtros com textura cremosa, pois são mais hidratantes e ajudam a controlar também o ressecamento.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Stephanie Miller (@stephclairesmith) em

4. Confira a aderência do filtro solar na pele e aposte nos a prova d'água

Outro ponto importante para garantir mais proteção contra os raios UVA e UVB no rosto é a aderência do filtro solar na pele. As versões em creme e gel-creme são mais aderentes que as em gel e spray. Elas fixam melhor na pele do rosto que costuma ser mais fina.

Outra dica é buscar produtos que sejam a prova d'água, principalmente para quem costuma ficar mais tempo exposto ao sol ou em ambientes como praia, piscina e cachoeira. Também é bom prestar atenção no tempo de uso e quando reaplicar. O ideal é sempre aplicar filtro solar a cada duas horas.

5. Procure sempre pelo filtro solar específico para o rosto

O filtro solar facial é pensado especialmente para atender as necessidades da pele do rosto. Já os protetores corporais são mais oleosos e costumam deixar a pele brilhosa - por isso, eles podem entupir os poros, causar espinhas e dificultar a fixação da maquiagem se usados na face.

Outro motivo para escolher filtro solar específico para o rosto é que além de proteger das radiações solares, eles também trazem em sua fórmula ativos que ajudam a manter a qualidade da pele e aumentam a resistência contra agressões externas.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Jessica Franklin (@heygorjess) em

6. Aposte no protetor solar com ação anti-idade para prevenir rugas 

Se além da radiação solar você também busca se prevenir das rugas e linhas de expressão, a dica é escolher um filtro solar antirrugas ou anti-idade. A sua fórmula possui antioxidantes que ajudam a retardar o processo de envelhecimento celular.

Ele também evita a degradação do colágeno e da elastina, proteína que dá elasticidade aos tecidos e sustenta a pele. Na hora de escolher, confira se ele possui em sua fórmula ácido hialurônico, vitamina E e C, elementos fundamentais para uma boa hidratação e que ajudam tratar dos sinais de envelhecimento cutâneo.

Redação: Joanna Lopes

Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação