Beleza Extraordinária

Escova ou prancha durante a transição capilar, pode? Saiba como usar sem danificar os fios

  • Durante a transição capilar, algumas mulheres optam por alisar os fios com secador ou chapinha - saiba como evitar danos nas duas texturas!
Tela cheia
Previous Next
Durante a transição capilar, algumas mulheres optam por alisar os fios com secador ou chapinha - saiba como evitar danos nas duas texturas!

Quem decidiu assumir os cachos depois de anos de alisamentos sempre se depara com um dilema: a transição capilar. O período em que o cabelo está com duas texturas completamente diferentes pode dar muita dor de cabeça na hora de arrumar, e algumas mulheres acabam querendo disfarçar com escova e chapinha durante este tempo. Embora muitas defendam que para assumir de vez a textura original do cabelo se deve deixar de lado estas ferramentas, outras acreditam que alisá-lo de vez em quando para o deixar com aspecto uniforme no decorrer da transição não tem tanto problema. Se você faz parte do segundo time, confira todos os cuidados que deve levar em conta na hora de usar a prancha e o secador neste período! 

Proteção térmica e regulagem das ferramentas é essencial

Para (re)aprender a cuidar do seu cabelo original é necessário conhecê-lo e deixá-lo ao natural durante a transição capilar é a principal chave para conseguir. No entanto, não há nenhum mal em brincar com a textura de vez em quando, mas para isso é essencial redobrar os cuidados de proteção térmica na hora de usar a chapinha e o secador. Para evitar os danos do calor nos cabelos, com os cabelos ainda úmidos aplique o creme de pentear ou óleo capilar com propriedades protetoras para até 230°C, e sempre regule o secador ou a chapinha para a temperatura mais baixa. Embora estes utensílios possam chegar a 450ºC, por exemplo, esses níveis são apenas indicados para processos profissionais químicos específicos, como os alisamentos. O ideal é manter o seu secador ou prancha por volta de 185ºC e no máximo 200ºC, para evitar ressecar demais os folículos. 

Limpeza do secador ou chapinha deve ser feita a cada uso

Também muito importante mas que muitas acabam por esquecer, é o hábito de limpar as ferramentas quentes com frequência. Especialmente as chapinhas e os secadores com escova embutida, podem carregar resíduos de químicas anteriores como alisantes ou relaxantes. Ao serem transferidas para os fios, estas partículas podem influenciar o padrão de cacho, por isso é essencial limpar os utensílios a cada vez que se usam, de acordo com o respectivo folheto de instruções.

Hidrate sempre e aposte em penteados alternativos

Pode parecer óbvio, mas hidratação nunca é demais! Na transição capilar, os fios antigos geralmente apresentam sinais de ressecamento causado pelas químicas, e os novos, por serem cacheados, tendem a ficar mais secos; por isso, hidratar é ainda mais importante nestes casos.

No dia em que for alisar os fios, aposte em lavar e condicionar os cabelos com uma linha de produtos bem hidratantes, para que eles não percam totalmente a sua oleosidade natural na hora da lavagem. Outra dica é fazer um tratamento de hidratação profunda na lavagem seguinte, para reparar possíveis danos que o calor tenha causado às madeixas. Além disso, crie um cronograma capilar, integrando hidratação, nutrição e reconstrução, e aposte em alisar apenas em ocasiões especiais para evitar mais danos. Ao invés disso, capriche na finalização com creme de pentear ou invista em presos e semi-presos modernos.

Temas relacionados
Cicatrização capilar:

o que é e por que apostar? Confira!