Beleza Extraordinária

Entenda porque alguns cabelos descolorem mais rápido do que outros

  • O fundo de cor, a espessura e qualidade do cabelo podem interferir na hora da descoloração
Tela cheia
Previous Next
O fundo de cor, a espessura e qualidade do cabelo podem interferir na hora da descoloração

Cabelos loiros são a chave para ganhar uma beleza super iluminada, por isso o tom continua no topo da preferência das mulheres. Porém, optar pela transformação capilar vai além de escolher o descolorante a ser utilizado nas madeixas para que o resultado fique perfeito e uniforme. Alguns fios podem clarear com mais facilidade do que outros, o que pode deixar o visual irregular e com aspecto manchado.

Tom natural vai definir a velocidade do clareamento

Ao descolorir o cabelo, o primeiro passo é observar a tonalidade natural das madeixas, já que será ela que vai definir o tempo necessário em que o produto descolorante deve ficar nos fios para conquistar o tom desejado. "O que vai definir a velocidade que o cabelo vai clarear é a altura do tom. Desta forma, os fios mais claros tendem a clarear mais rápido do que aqueles que são naturalmente escuros", explicou a colorista Viviane Siqueira. Além disso, o fundo de clareamento pode interferir no resultado final, já que deixar um cabelo médio, por exemplo, durante um tempo mais curto do que o indicado com o produto de descoloração vai gerar um efeito alaranjado nos fios.

Cabelos saudáveis clareiam mais fácil

Segundo a especialista Viviane Siqueira, os cabelos mais danificados também terão uma velocidade de clareamento diferente dos fios saudáveis. "A qualidade do cabelo também será crucial para definir a rapidez em que a tonalidade vai abrir", explicou. O pó descolorante tem seu desempenho potencializado em cabelos virgens e saudáveis, logo, os fios que ainda não receberam tratamentos químicos ou não estão expostos a ação de agentes externos, como poluição e sol, conquistam o efeito claro mais rápido do que aqueles que já apresentam danos, como ressecamento e porosidade.

Desta forma, os cabelos da nuca e da raiz costumam ter uma velocidade diferente na ação do descolorante do que o restante dos fios. "A coloração age mais rápido na nuca, pois é a parte mais quente da cabeça. Além disso, ao aplicarmos uma coloração, começamos em geral por esta parte da cabeça, pois facilita o trabalho no lavatório, ao enxaguar o cabelo", explicou o hairstylist Ale Crema.

Espessura do fio também interfere na velocidade do clareamento

Os cabelos são divididos em três espessuras diferentes, definidas através do seu diâmetro: fino, médio e grosso. Em cada um dos grupos, o tempo em que o descolorante precisará agir será diferente devido à facilidade de entrar na fibra capilar, para remover os pigmentos de cor. "A descoloração do cabelo age muito mais rápida com textura de cabelo fino, pois o oxidante e o pó, entrando em contato com o oxigênio, agem penetrando no fio numa velocidade muito grande. Já em cabelos grossos essa velocidade se reduz drasticamente", afirmou o especialista Ale Crema.

Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação