Beleza Extraordinária

Efeito rebote: saiba o que causa o problema comum da pele oleosa e aprenda a controlar

  • Descubra o que causa efeito rebote nas peles oleosas e saiba como controlar o problema (Foto: Shutterstock)
  • O efeito rebote acontece ao limpar a pele em excesso, que é quando o organismo entende que precisa produzir ainda mais oleosidade (Foto: Pixelformula)
  • O creme hidratante é quem devolve a água perdida durante a lavagem do rosto com sabonete e, sem ele, também pode acontecer o efeito rebote na pele (Foto: Pixelformula)
Tela cheia
Previous Next
Descubra o que causa efeito rebote nas peles oleosas e saiba como controlar o problema (Foto: Shutterstock)
  • Descubra o que causa efeito rebote nas peles oleosas e saiba como controlar o problema (Foto: Shutterstock)
  • O efeito rebote acontece ao limpar a pele em excesso, que é quando o organismo entende que precisa produzir ainda mais oleosidade (Foto: Pixelformula)
  • O creme hidratante é quem devolve a água perdida durante a lavagem do rosto com sabonete e, sem ele, também pode acontecer o efeito rebote na pele (Foto: Pixelformula)

Já ouviu falar no efeito rebote na pele oleosa? É quando a pele produz muito mais oleosidade do que se espera, ao invés de diminuir. Se você percebeu que mesmo após limpar e esfoliar o rosto constantemente, a pele produz ainda mais óleo e acnes do que o esperado, saiba que o problema pode estar no excesso de limpeza - ou na falta de produtos curingas, como o creme hidratante. Entenda melhor como acontece o efeito rebote e saiba a melhor maneira de cuidar da pele oleosa!

Efeito rebote na pele acontece depois da limpeza em excesso

Toda pele tem uma quantidade de oleosidade que serve como um hidratante natural, que protege e dá um viço saudável ao rosto. No caso das peles oleosas e até mistas, as glândulas sebáceas produzem sebo em excesso, e é normal a vontade de lavar o rosto com sabonete sempre que possível para melhorar esse aspecto. Mas, quando se retira toda a oleosidade da pele, seja com água, com sabonete ou esfoliante, o organismo entende que precisa produzir ainda mais: esse é o chamado efeito rebote. 

Atitudes simples podem evitar o efeito rebote na pele oleosa

Se o "efeito rebote" traz de volta toda a oleosidade perdida na limpeza com água, sabonete e esfoliante - um dos produtos favoritos de quem tem esse tipo de pele - a dica para controlar a produção de sebo é saber dosar esses cuidados. O ideal é lavar o rosto apenas duas vezes ao dia, pela manhã e antes de dormir, com um sabonete de textura leve e que seja específico para peles oleosas.

Já o esfoliante deve ser usado apenas 1 vez por semana ou a cada 15 dias, dependendo do nível de oleosidade da pele. Ele é fundamental para retirar as células mortas e desentupir os poros do rosto na medida certa, e também é preciso escolher aqueles próprios para peles oleosas.

Falta de creme hidratante também contribui para o efeito rebote

Outro motivo que causa o efeito rebote na pele oleosa é a falta de hidratação, já que após a limpeza com sabonete ou esfoliante, a pele pode ficar ressecada e produzir ainda mais sebo para sua hidratação natural. O creme não deve ser deixado de lado por quem tem a pele oleosa ou mista porque a oleosidade não é a mesma coisa que hidratação, e o produto é quem vai devolver a água perdida durante a lavagem do rosto. 

Dica: Para quem ainda não achou um creme hidratante que não pese e nem deixe o rosto com uma textura pegajosa e desconfortável, a dica é escolher cremes em gel ou "oil-free", que têm texturas mais sequinhas e leves, e que tenham a função de controlar a produção de sebo.  

Temas relacionados
Cabelos danificados têm solução?

Descubra qual é o melhor shampoo para esse problema