Beleza Extraordinária

Do câncer de pele ao envelhecimento precoce: 7 problemas que a exposição solar excessiva e sem proteção pode causar

  • Entenda quais são os principais riscos da exposição solar excessiva e sem proteção para a sua pele! (Foto: Shutterstock)
  • Queimaduras, melasma, herpes e acne estão entre os principais malefícios do sol (Foto: Instagram @christinanadin)
  • O câncer de pele é o risco mais perigoso da exposição ao sol (Foto: Instagram @sophiaoboshi)
Tela cheia
Previous Next
Entenda quais são os principais riscos da exposição solar excessiva e sem proteção para a sua pele! (Foto: Shutterstock)
  • Entenda quais são os principais riscos da exposição solar excessiva e sem proteção para a sua pele! (Foto: Shutterstock)
  • Queimaduras, melasma, herpes e acne estão entre os principais malefícios do sol (Foto: Instagram @christinanadin)
  • O câncer de pele é o risco mais perigoso da exposição ao sol (Foto: Instagram @sophiaoboshi)

Embora tenha os seus benefícios, a exposição solar também traz muitos riscos para a saúde da pele, especialmente quando fica desprotegida por longos períodos de tempo. Alguns deles são bem conhecidos, como o câncer, as queimaduras e o envelhecimento precoce, mas existem outros que a maioria nem desconfia. Confira os 7 mais comuns!

1. Queimaduras solares

As queimaduras solares são o problema mais comum causado pela exposição exagerada ao sol! Todos estão sujeitos a este tipo de lesão, no entanto, quem tem a pele mais clarinha ou sensível pode sofrer uma queimadura com mais facilidade. Geralmente, regiões como ombros, nariz, costas e testa são as mais afetadas.

2. Acne solar

O sol também pode causar espinhas! Ao contrário do que se pensa, a exposição não "cura" a acne - pelo contrário, ela pode proliferar a produção de oleosidade no rosto e, dessa forma, causar a chamada acne solar. 

3. Fotoenvelhecimento

Se você quer retardar o envelhecimento da pele ao máximo, o sol é o seu inimigo número 1! Ele é o principal responsável pelas rugas e linhas de expressão precoces já que, a exposição desprotegida causa a degradação das fibras de colágeno e elastina. Assim, a pele começa a ficar flácida mais cedo, criando várias dobras e marcas.

4. Herpes

Quem sofre com herpes recorrente - já que se trata de um vírus que não tem cura -, pode notar que o problema surge muitas vezes no verão. Isso acontece porque os raios ultravioleta reativam o vírus, fazendo com que se manifeste após uma exposição exagerada ao sol. 

5. Melasma

O melasma é outro problema que afeta a saúde da pele e fica mais evidente com a exposição solar excessiva. Estas manchas escuras têm causa desconhecida, mas pioram com o sol e aparecem predominantemente em mulheres. Os outros tipos manchas, como as causadas por cicatrizes de acne, também ficam mais evidentes com o sol.

6. Alergia ao sol

Se você sente coceira ou se nota alguma erupção diferente na pele quando se expõe ao sol, é provável que você tenha alergia ao sol! Este problema é mais comum do que se pensa e é também chamado de erupção cutânea fotoalérgica que, embora não tenha uma origem clara, tem probabilidade de ser causada pelos raios UVA. 

7. Câncer de pele

O mais famoso - e também o mais perigoso - risco causado pela exposição solar sem proteção é o câncer de pele. O problema pode se manifestar anos e até décadas após a exposição e, muitas vezes, não tem cura. Para prevenir esse e todos os outros malefícios do sol, é muito importante investir na proteção solar: usar filtro de FPS 30 ou superior todos os dias do ano é essencial e reaplicar o produto várias vezes ao dia também é indicado.

Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação