Beleza Extraordinária

Diana Ross: a diva black dos anos 1970

  • Diana Ross passou por muitas fases musicais e capilares e ficou marcada pelo black power dos anos 1970
  • Com cabelos crespos e longos, a diva do Soul criou um estilo que ainda inspira
  • Marc Jacobs se inspirou na cantora para coleção do verão de 2011
  • O estilo dos fios de Diana Ross combinou com o visual retrô da coleção
  • Halle Berry encarnou a cantora em ensaio para a revista "interview"
  • Solange   Knowles usa cabelos volumosos e visual retrô. Seu cabelo é comparado ao de Diana Ross
  •  Esperanza Spalding mantém os cabelos naturalmente crespos
  • Corinne Bailey é outra cantora que aposta no visual natural sem deixar de estilizar os fios
  • A história de Diana Ross serviu de inspiração para a peça da Broadway, ""Dreamgirls"
  • Beyoncé interpretou,  Deena Jones, personagem que corresponde a Diana na história
Tela cheia
Previous Next
Diana Ross passou por muitas fases musicais e capilares e ficou marcada pelo black power dos anos 1970
  • Diana Ross passou por muitas fases musicais e capilares e ficou marcada pelo black power dos anos 1970
  • Com cabelos crespos e longos, a diva do Soul criou um estilo que ainda inspira
  • Marc Jacobs se inspirou na cantora para coleção do verão de 2011
  • O estilo dos fios de Diana Ross combinou com o visual retrô da coleção
  • Halle Berry encarnou a cantora em ensaio para a revista "interview"
  • Solange   Knowles usa cabelos volumosos e visual retrô. Seu cabelo é comparado ao de Diana Ross
  •  Esperanza Spalding mantém os cabelos naturalmente crespos
  • Corinne Bailey é outra cantora que aposta no visual natural sem deixar de estilizar os fios
  • A história de Diana Ross serviu de inspiração para a peça da Broadway, ""Dreamgirls"
  • Beyoncé interpretou,  Deena Jones, personagem que corresponde a Diana na história

Diana Ross passou por muitas fases musicais e capilares. A diva soul ousou durante toda a sua carreira, investindo no comportado dos anos 1960, passando pelo Black Power setentista até a volumosa década de 1980, sempre mostrando cabelos que além de dar inveja em muitas mulheres, também marcaram sua carreira.

Enquanto estava na escola, Diana estudou cosmetologia à noite, de onde começou a criar seu estilo próprio. Dona de cabelos escuros e crespos, usava os fios curtos e lisos quando fazia parte do grupo "The Supremes". A cantora partiu para a carreira solo no final dos anos 1960 e seu visual, até então comportado, ganhou o clima da época, mais rebelde e longo. Diana Ross é uma das representantes do soul e seu talento e carisma fizeram com que ela pudesse construir uma carreira sólida e competente.

Inspirações atuais

Além de inspirar a volta da década hippie nas passarelas, em editoriais e no cinema, Diana Ross se tornou um exemplo de mulher que assumiu seus cabelos naturais em algumas etapas da vida. Hoje, Solange Knowles e seus fios volumosos são comparados aos da cantora, como também os de outras intérpretes que usam visual naturalmente crespos como Esperanza Spalding e Corinne Bailey Rae.

Para adotar o visual parecido, as mulheres com cabelos crespos precisam investir em um bom corte de cabelo que destaque o formato natural dos fios. Além disso, é preciso usar finalizadores que controlem ou aumentam o volume dos fios e deixem-nos mais fáceis de ser estilizados.

Supremes ganham a Broadway em peça livremente inspirada

A história das Supremes e como Diana chegou a carreira solo inspirou um dos musicais de maior sucesso da Broadway, "Dreamgirls", que apesar de modificar nomes e alguns fatos, relata toda a história entre as garotas que faziam parte do maior grupo feminino dos anos 1960. O drama foi adaptado para os cinemas com Jennifer Hudson, Jamie Foxx, Eddie Murphy no elenco, além de Beyoncé como "Deena Jones", a personagem que encarna a história de Diana Ross.

ver mais : Penteados
Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação