Beleza Extraordinária

Dez curiosidades sobre a celulite: como disfarçar, tratar e diminuir os furinhos

  • Além de genética, a celulite pode aparecer em quem tem problemas de peso, hormônio, retenção de líquido ou metabolismo lento. Evitar certos alimentos e fazer exercícios físicos contribui para diminuir a aparência das marcas na pele
Tela cheia
Previous Next
Além de genética, a celulite pode aparecer em quem tem problemas de peso, hormônio, retenção de líquido ou metabolismo lento. Evitar certos alimentos e fazer exercícios físicos contribui para diminuir a aparência das marcas na pele

Muitas mulheres sofrem com a celulite, a temida textura "casca de laranja" que tira o visual uniforme da pele. O aparecimento dessas marquinhas acontece por vários fatores, incluindo genética e má alimentação, e pode ser combatido com alguns cuidados simples que podem disfarçar, tratar e até mesmo diminuir a quantidade das marcas na derme. O primeiro passo para cuidar da celulite é identificar o grau das ondulações para escolher o tratamento ideal. Na classificação mais branda, é possível vê-las apertando a pele, já no último estágio elas são abundantes e marcadas, e, consequentemente, precisam de mais atenção.

Descubra dez curiosidades sobre a celulite que ajudarão a entender melhor o que são e como elas surgem:

1 - Um problema, diversos fatores

A celulite pode surgir pela genética, metabolismo, aumento de peso, retenção de líquido, mudança hormonal e dieta errada, como explica a dermatologista Jomara Estefanelli: "a lipodistrofia ginóide, nome correto da 'celulite', pode se manifestar por acúmulo de gordura em determinadas regiões do corpo ou por flacidez. Daí a importância da alimentação e prática de atividades físicas, que além de queimar o excesso de gordura, tonifica pele e músculos, e aumenta a circulação local, diminuindo assim a celulite".

2 - Tipos de celulite

As celulites têm aparências diferentes, que variam de mulher para mulher. A adiposa é aquela com aspecto de casca de laranja, mais comum nas áreas de gordura localizada; a versão infiltrada geralmente está ligada à retenção de líquidos. Já a fibrosa provoca o aparecimento de nódulos nas regiões atingidas pelo problema e acontece porque as fibras do colágeno da pele ficaram endurecidas.

3 - Problema é hereditário

Apesar de também levar em conta aspectos como alimentação, peso e estilo de vida, a celulite é genética:"a genética também é importante, mas não definitiva. Se a mãe tem, maior a chance da filha ter, porém, se ela tiver uma boa alimentação, mantiver o peso adequado e fizer atividade física, muitas vezes conseguirá diminuir as chances de sofrer com tal problema", explicou a dermatologista.

4 - Celulite pode atingir várias partes do corpo

Apesar de muitas mulheres reclamarem da celulite principalmente nos glúteos e coxas, os furinhos conseguem aparecer em qualquer lugar do corpo de acordo com a predisposição de cada pessoa. Essas ondulações acontecem pela flacidez, retenção de líquido e toxinas no organismo, e podem surgir em outras regiões como braços e barriga.

5 - Exercícios melhoram o aspecto

Apesar dos tratamentos tecnológicos, fazer exercícios ainda é o melhor cuidado para a pele com celulite. Seja aeróbico ou de força, a atividade deixa a região mais firme e ainda queima gordura. Um truque para quem costuma praticar exercícios é usar cremes depois do banho após o treino, pois a absorção melhora com os músculos aquecidos.

6 - Ativos contra os furinhos

Algumas substâncias prometem ajudar a combater a celulite por seus ativos naturais. A cafeína estimula a regeneração celular, a circulação sanguínea, o rejuvenescimento e a revitalização da pele. A Ginkgo Biloba e a Centella Asiática ajudam na anti-oxidação e elasticidade. Outros elementos naturais como o chá verde e o hibisco ajudam na retenção de líquidos.

7 - Use bucha

A bucha vegetal deve ser usada durante o banho para estimular a área da pele com celulite. Ao contrário das esponjas normais, esse acessório elimina células mortas, esfolia suavemente e ajuda o corpo a absorver melhor os cremes para tratar o problema.

8 - Alimentação também influencia

Uma dieta equilibrada ajuda a evitar e melhorar o aspecto da celulite. Sal, enlatados, alimentos em conserva, embutidos e industrializados causam retenção de líquido e pioram o aspecto da pele. Refrigerante e bebidas gasosas também influenciam, mas por conter sódio, e não pelo gás, como muitas mulheres pensam. A água também pode evitar o aparecimento das marquinhas porque ajuda na circulação dos nutrientes no corpo e a eliminar as toxinas.

9 - Celulite não depende do peso

A celulite não aparece apenas em quem está acima do peso. Mulheres magras e em forma também sofrem com a "pele casca de laranja". A cultura popular tem a ideia errônea de associar a celulite apenas com quem tem quilinhos a mais porque o peso extra traz também flacidez e gordura, que ajudam a aumentar o aspecto da celulite.

10 - Bronzeado disfarça celulite

Quanto mais clara a pele, mais visível é o problema. Uma solução para disfarçar o aspecto, é bronzear o corpo, deixando a cor uniforme e camuflando os furinhos. Para quem não tem tempo e nem vontade de se expor ao sol, os auto-bronzeadores também funcionam para sumir com o contraste, pois proporcionam um jogo de luz por meio dos pigmentos e tiram a atenção das sombras criadas pela celulite.

Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação