Beleza Extraordinária

Descubra a melhor maneira de cuidar do cabelo queimado por química

  • Confira dicas especiais para recuperar a saúde dos cabelos queimados por química
Tela cheia
Previous Next
Confira dicas especiais para recuperar a saúde dos cabelos queimados por química

Embora muitas mulheres estejam assumindo os cabelos naturais, químicas de alisamento e relaxamento ainda têm espaço entre aquelas que não estão satisfeitas com a estrutura real das madeixas. Mas apesar de grandes aliados na hora de transformar o visual,é preciso tomar alguns cuidados para que o resultado não seja desastroso. Entre os riscos que vêm junto com o procedimento, um dos maiores é a queimadura com química, que deixa os cabelos fracos, opacos e ásperos ao toque. Você fez algum alisamento e acha que está passando por isso? Confira nossas dicas especiais para resolver já o problema!

Quebra e opacidade são algumas características do fio queimado por química

Para saber se o seu cabelo foi queimado durante o procedimento, é preciso observar o fio: se as pontas parecerem opacas, ásperas ao toque e quebradiças, saindo em maior quantidade na hora da escovação, provavelmente a queimadura aconteceu e você precisará aumentar os cuidados para reverter o problema. Outra característica que pode ser percebida em algumas pessoas é o reflexo mais claro no comprimento do cabelo - que, geralmente, aparece com nuances avermelhados e é agravado pela exposição ao sol. 

Respeitar o tempo de pausa é uma das principais medidas para evitar o problema

Além de ter muita cautela na hora de escolher o profissional para fazer o procedimento químico, é preciso ficar atento a alguns detalhes para evitar que os alisamentos e relaxamentos acabem prejudicando a fibra capilar. Respeitar o tempo de pausa entre uma aplicação e outra; dosar a quantidade de produto; e não misturar químicas incompatíveis, por exemplo, são medidas fundamentais para manter a saúde das madeixas.

Invista no cronograma capilar para recuperar o cabelo queimado

Se o problema já aconteceu e não há mais a possibilidade de tomar precauções, é preciso iniciar uma rotina de cuidados para que os cabelos fiquem saudáveis e bonitos novamente. Antes de qualquer coisa, pare com as químicas capilares - até mesmo as que não alteram a estrutura capilar, como as colorações, por exemplo. Os fios já estão fracos, por isso, usar produtos mais agressivos só fará piorar o problema. Depois, faça uma boa reconstrução à base de queratina para que a proteína que foi perdida durante o processo seja recuperada, combinada com muitas hidratações e nutrições. Para que essa rotina seja seguida à risca, a dica é apostar no cronograma capilar para organizar a sequência de cuidados corretamente e ter um maior controle sobre os tratamentos. 

Fique longe de aparelhos que liberam calor e da água quente durante o banho

O calor liberado pelas chapinhas, secadores e babyliss é o principal inimigo no tratamento de cabelos queimados. Nesses casos, por conta da maior fragilidade, a ação do protetor térmico não dá conta do recado e os fios podem acabar com queimaduras ainda maiores. Por isso, por mais que seja complicado, interrompa o uso desses aparelhos até que as madeixas estejam regeneradas. Outro cuidado importante é sobre a temperatura da água na hora do banho: quando lavar os cabelos, enxágue sempre com água fria ou morna para que as cutículas não sejam dilatadas e que as camadas de proteção do fio não se desgastem ainda mais. 

Proteja os fios dos raios solares

Não é só o calor da chapinha e da água quente que são prejudiciais: os raios ultravioletas presentes na luz solar também são capazes de penetrar na cutícula do cabelo, deixando-os ainda mais queimados e frágeis. Para fugir do problema, é importante usar finalizadores com protetor solar e, de preferência, deixar os fios protegidos com bonés, lenços ou turbantes. 

Corte é a solução para casos mais graves

Se o dano causado pela química for muito grande e os tratamentos não forem suficientes para recuperar o cabelo, a melhor saída é recorrer à tesoura. Mas, calma: se não for a sua vontade, não é preciso ficar com os fios bem curtinhos; cortar alguns dedos das partes mais afetadas já ameniza o problema e deixa as madeixas com um melhor aspecto. 

Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação