Beleza Extraordinária

Depilação a laser: os cuidados necessários com a pele antes e depois das sessões

  • Depilação a laser: conheça mais sobre o processo de retirada progressiva dos pelos (Foto: Instagram @freshlenghts)
Tela cheia
Previous Next
Depilação a laser: conheça mais sobre o processo de retirada progressiva dos pelos (Foto: Instagram @freshlenghts)

A depilação a laser tem se tornado uma opção cada vez mais frequente entre quem deseja uma solução quase definitiva para os pelos em diferentes partes do corpo. Mesmo que os valores sejam altos, a interrupção do crescimento depois de uma determinada quantidade de sessões é vantagem suficiente para o sucesso da forma de retirada dos pelos. 

Assim como todos os procedimentos estéticos com efeitos a longo prazo, a depilação a laser também é rodeada de cuidados preventivos para que você consiga um resultado satisfatório. Aqui embaixo, nós vamos falar sobre eles.

Depilação a laser: afinal de contas, como funciona o processo?

A depilação a laser pode ser feita com diferentes tipos de laser — isso vai variar de acordo com o lugar onde você escolhe fazer —, mas, de forma geral, o resultado desejado é o mesmo: clarear, afinar e diminuir o crescimento dos pelos. Para isso, o laser capta a melanina do fio e sua energia “prejudica” o ciclo normal de desenvolvimento dos pelos. Assim, ao longo das sessões, eles vão demorando mais a crescer. Em alguns casos esse crescimento pode até ser completamente interrompido, mas algumas situações, como disfunções hormonais, podem fazer isso voltar. Por agir diretamente na melanina do folículo, a depilação a laser não costuma ser muito efetiva em quem tem pelos claros.

Uma das principais dúvidas de quem está pensando em investir num pacote de depilação a laser tem a ver com a dor do processo. Assim como acontece na depilação a cera, por exemplo, a percepção da dor com o laser é muito pessoal e vai da sensibilidade de cada um, mas geralmente ela é bem suportável. As sessões também podem ser mais doloridas de acordo com a região e em casos específicos, como quando são feitas muito perto do período menstrual.

Como preparar a pele para a depilação a laser?

A preocupação com a hidratação e o cuidado com a pele do corpo deve existir sempre, independente do tipo de depilação escolhida por você. No caso do laser, se você tiver a pele sensível, é importante conversar com um dermatologista que vai orientar se o processo é ou não recomendado e em quais partes do seu corpo ele pode ser feito. 

Além disso, alguns dias antes das sessões (o intervalo varia de acordo com a área depilada e é indicado pelo profissional), você vai precisar retirar os pelos que ainda crescem com lâmina ou um creme depilatório. Isso é necessário para que eles eles estejam bem curtos quando o laser for aplicado: assim, a luz e a energia vão conseguir chegar à raiz do pelo. Caso contrário, ele vai “queimar” apenas a parte superficial do pelo e o processo não vai ter o efeito desejado. 

O que você deve evitar depois das sessões de depilação a laser?

Mesmo que o processo ocorra perfeitamente, a depilação a laser ainda deixa a pele sensibilizada depois das sessões. Por isso, a principal regra é não pegar sol: se você fizer em alguma parte do rosto e precisar sair durante o dia, logo depois, aplique protetor solar e invista em chapéus ou outros acessórios para proteger a região até o dia seguinte, pelo menos. Como a ação dos raios UV pode causar manchas na pele recém depilada, praia e piscina não são recomendados por 7 dias depois da aplicação do laser. 

No caso das axilas, também é comum que o uso de desodorantes de qualquer tipo só seja liberado um dia depois da sessão. Todos esses cuidados costumam ser recomendados pelo profissional responsável pela depilação: fique atenta e siga sempre as instruções dadas por ele, ok? 

Redação: Ariel Cristina Borges

ver mais : Dicas de beleza - Pele
Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação