Beleza Extraordinária

Creme de pentear: erros e acertos na hora de usar o produto em cabelos cacheados, crespos, ondulados ou lisos!

  • É importante considerar a textura do cabelo na hora de escolher a melhor opção de creme (Foto: Instagram @jessicapettway)
  • Na hora de aplicar o creme de pentear, a dica é errar para menos para o cabelo não ficar pesado (Foto: Instagram )
  • O creme de pentear não pode substituir o condicionador por ter efeito sem enxague (Foto: Instagram @sarahangius)
Tela cheia
Previous Next
É importante considerar a textura do cabelo na hora de escolher a melhor opção de creme (Foto: Instagram @jessicapettway)
  • É importante considerar a textura do cabelo na hora de escolher a melhor opção de creme (Foto: Instagram @jessicapettway)
  • Na hora de aplicar o creme de pentear, a dica é errar para menos para o cabelo não ficar pesado (Foto: Instagram )
  • O creme de pentear não pode substituir o condicionador por ter efeito sem enxague (Foto: Instagram @sarahangius)

O creme de pentear é um produto indispensável para qualquer tipo de cabelo. Além de alinhar os fios depois da lavagem, ele ainda ajuda a evitar o excesso de frizz e garantir um bom day after. Mas, para ter um bom resultado com o seu uso, é muito importante seguir algumas dicas e evitar tudo o que pode acabar comprometendo a aparência das madeixas. Para acabar com qualquer dúvida, confira 5 hábitos, certos e errados, na hora de aplicar o leave-in!

1) Aplicar creme de pentear na raiz

Errado. Todo mundo já ouviu de um cabeleireiro ou leu em algum lugar que o creme de pentear não deve ser aplicado na raiz. Mas, na hora de finalizar os fios, muita gente acaba ignorando essa recomendação por achar que o resultado será melhor - principalmente, se o cabelo for mais seco e apresentar frizz com facilidade. 

O motivo para cortar já essa prática da sua finalização é o seguinte: aplicando o produto na raiz, a oleosidade pode aumentar e o resíduo de produtos no couro cabeludo pode até criar problemas mais sérios - como caspas e quedas, por exemplo. Por isso, tenha o hábito de usar o creme de pentear apenas no comprimento e, se sentir necessidade, use um óleo anti-frizz bem levinho para controlar os fios arrepiados do topo da cabeça. 

2) Usar creme de pentear dias depois da lavagem

Certo. Com o passar dos dias, por mais que você tenha feito uma finalização caprichada, o cabelo pode começar a perder a forma e ficar bagunçado. Sendo assim, para não precisar recorrer a penteados presos, uma boa dica é usar um creme de pentear levinho para ajeitar as mechas comprometidas ou acrescentar os de textura mais grossa em uma misturinha com água. 

Para quem não quer correr o risco de ficar com resíduos nos fios ou se preocupar com essas misturas, também vale apostar nos cremes de pentear que contam com uma fórmula específica para aplicar em cabelos úmidos ou secos. 

3) Avaliar a textura do cabelo para escolher o creme de melhor consistência

Certo. Para que o creme de pentear entregue um bom resultado no cabelo, é muito importante considerar suas particularidades na hora de escolher o produto. Os lisos e ondulados precisam de cremes de consistência leve e com fórmula sem muitos óleos para que não fiquem pesados depois da finalização. Já os cacheados e crespos, no geral, funcionam melhor com finalizadores mais consistentes e com fórmula mais nutritiva. 

4) Aplicar creme de pentear no lugar do condicionador

Errado. Tanto o creme de pentear quanto o condicionador têm características hidratantes e garantem maciez nos fios; mas as fórmulas diferentes dos dois não permitem que um seja substituído pelo outro

A razão é simples: o condicionador tem a função de selar os cabelos depois do shampoo e garantir que a hidratação permaneça neles mesmo depois do enxague; já o creme de pentear, por ter sido formulado para não ser enxaguado, não entrega esses mesmos benefícios e some por completo com o uso da água. 

5) Errar sempre para menos na hora de usar o creme de pentear

Certo. Para que o cabelo não fique sem movimento e nem com excesso de resíduos, é muito importante não exagerar na sua quantidade. Por isso, uma das principais dicas para a hora da aplicação é sempre errar para menos em vez de usar muito produto de uma única vez! Dessa forma, você acrescenta o que precisa aos poucos e não corre o risco de ficar com os fios pesados e nem terá que lavá-los de novo antes do programado para se livrar do excesso.

Temas relacionados
Cicatrização capilar:

o que é e por que apostar? Confira!