Beleza Extraordinária

Como tirar manchas do rosto causadas por espinhas: descubra como clarear a pele com as fórmulas ideais

  • Saiba como os tratamentos mais eficazes para combater manchas de espinhas (Foto: Shutterstock)
  • Os cremes enriquecidos com niacinamida e LHA também são excelentes para reduzir as manchas no rosto
  • Os ácidos glicólico, retinóico e azeláico são as melhores opções para peeligns (Foto: Shutterstock)
Tela cheia
Previous Next
Saiba como os tratamentos mais eficazes para combater manchas de espinhas (Foto: Shutterstock)
  • Saiba como os tratamentos mais eficazes para combater manchas de espinhas (Foto: Shutterstock)
  • Os cremes enriquecidos com niacinamida e LHA também são excelentes para reduzir as manchas no rosto
  • Os ácidos glicólico, retinóico e azeláico são as melhores opções para peeligns (Foto: Shutterstock)

Quem tem pele oleosa, geralmente também sofre com as temidas espinhas, que podem acabar com o aspecto saudável do rosto. Além de ser inestética, a acne pode deixar manchas duradouras ou permanentes na pele, dependendo do quadro e também da forma como se tratam os comedões. Mas para eliminar as marcas provocadas pelas espinhas, existem alguns ingredientes e tratamentos que fazem toda a diferença. Descubra quais!

Ácidos azelaico, retinóico e glicólico são as melhores opções para fazer peelings clareadores

Os peelings químicos são excelentes não só para apagar as manchas escuras como também as sequelas com relevo que podem ficar na pele após problemas de acne cístico, por exemplo. Este tipo de tratamento promove a eliminação da camada mais superficial da pele e estimula a formação de uma nova, e para que o resultado sobre as manchas tenha o máximo de eficácia, existem alguns ácidos que já são conhecidos por essa ação. É o caso do ácido azelaico, que atua como despigmentante, o ácido retinóico, que melhora a uniformidade da tez e o glicólico, que estimula o colágeno e também renova a superfície da pele.

Vale salientar que este tipo de procedimento só deve ser feito junto a profissionais, em clínicas de estética ou de dermatologia, para evitar complicações ou até queimaduras graves. 

Cremes enriquecidos com LHA e niacinamida são ideais para um clareamento gradual e seguro

Para tratar o problema das manchas em casa, também existem algumas alternativas que atuam gradualmente, eliminando e prevenindo novas marcas de forma segura. Cremes anti-idade enriquecidos com niacinamida são uma ótima opção: o ativo, derivado da vitamina B3, atua como redutor da hiperpigmentação e uniformizador da pele, sem a deixar sensibilizada. Já as fórmulas com LHA também ajudam na melhoria das zonas pigmentadas, ao mesmo tempo que, por terem ação anti-inflamatória e anti-bacteriana, previnem o aparecimento de novas espinhas. 

O uso diário do protetor solar ou de produtos enriquecidos com FPS 25 ou superior é outro cuidado que não pode faltar na rotina para evitar o agravamento do problema ou provocar novas marcas. 

Laser fraccionado também ajuda a melhorar a superfície da pele e eliminar manchas de espinhas

Outro tratamento muito eficaz no tratamento das manchas é o laser fraccionado de CO2, que atua da mesma forma que um peeling, porém mais abrasiva e que atinge camadas mais profundas da pele, podendo eliminar as manchas mais rapidamente. Ele provoca uma queimadura na pele, que faz com que toda a superfície seja removida num processo lento que pode durar até uma semana: o resultado é realmente uma pele lisa e livre de manchas, além de ajudar também a rejuvenescer o rosto e combater rugas. 

Temas relacionados
Skincare:

Como usar argila no rosto? Veja para que serve cada máscara facial

últimas matérias

Ver mais