Beleza Extraordinária

Como se formam os cachos? Saiba como é a estrutura dos cabelos cacheados e crespos!

  • Entenda como os cabelos cacheados e crespos são formados (Foto: Instagram @ohwendyoh)
  • A distribuição de queratina no córtex capilar é um dos principais fatores para determinar a textura do cabelo (Foto: Instagram @janibellrosanne)
  • Gene trychohyalina é um dos responsáveis pelos cabelos cacheados e crespos (Foto: Instagram @briciaemilyn)
  •  O formato anelado dos cabelos cacheados e crespos impede que a oleosidade chegue até às pontas (Foto: Instagram @chvraa)
Tela cheia
Previous Next
Entenda como os cabelos cacheados e crespos são formados (Foto: Instagram @ohwendyoh)
  • Entenda como os cabelos cacheados e crespos são formados (Foto: Instagram @ohwendyoh)
  • A distribuição de queratina no córtex capilar é um dos principais fatores para determinar a textura do cabelo (Foto: Instagram @janibellrosanne)
  • Gene trychohyalina é um dos responsáveis pelos cabelos cacheados e crespos (Foto: Instagram @briciaemilyn)
  •  O formato anelado dos cabelos cacheados e crespos impede que a oleosidade chegue até às pontas (Foto: Instagram @chvraa)

Todo mundo sabe que existem vários tipos de cabelo - tanto que foi criada até uma nomenclatura específica para definir cada um deles, do 1A ao 4C. Mas você já parou para pensar sobre como os cacheados e crespos se formam? Sim, eles são resultado da herança genética dos pais e podem aparecer com cachos bem abertos, menores ou uma mistura de tudo isso. No entanto, a curiosidade que fica é sobre como essa textura ganha forma nos fios. Para tirar essa dúvida e saber mais sobre o assunto, confira a matéria com os esclarecimentos dos tricologistas Valcinir Bedin e Rodrigo Pirmez:

Gene Trichohyalina é um dos responsáveis pelo formato dos cabelos cacheados e crespos

Lisos, ondulados, cacheados, crespos... O que faz com que existam diferentes tipos de fios? De acordo com o tricologista Valcinir Bedin - que também é presidente da Sociedade Brasileira de Cabelo -, uma das responsáveis é a distribuição de queratina: "quanto mais distribuída for a queratina dentro do córtex capilar, mais liso o fio. O contrário, a distribuição irregular, é que leva aos cachos", explica. 

Mas, além disso, uma pesquisa feita na Austrália descobriu que existe um gene específico para a textura cacheada e crespa - o Trichohyalina. "Evidências científicas indicam que o gene da trichohyalina pode afetar o formato dos cachos em quase todas as populações do mundo", esclarece o tricologista Rodrigo Pirmez

Inclinação dos folículos capilares também determina a forma dos fios 

O folículo capilar - que é o local onde se localiza a raiz do fio  - também ajuda a determinar a forma das madeixas. De acordo com Valcinir Bedin, isso acontece por causa da sua inclinação em relação à epiderme! "Quando faz um ângulo de 90 graus, o cabelo fica liso; quando essa inclinação for ao redor de 45 graus, encaracolado. Agora, quando e é quase paralelo à epiderme, ele fica bem enrolado", afirma o tricologista. Ou seja, quanto mais encurvado for o folículo, mais crespa será a textura!

Formato anelado impede que a oleosidade da raiz chegue até às pontas

Os cabelos cacheados e crespos, em geral, têm uma tendência maior ao ressecamento. E isso acontece, justamente, por causa do formato anelado que vem junto com a curvatura do folículo capilar.

Como a oleosidade é produzida no bulbo - uma das partes da estrutura capilar interna -, acaba concentrada apenas na raiz porque o formato encaracolado impede que ela chegue no comprimento e nas pontas. Você já reparou que um cabelo do tipo 3A, por exemplo, tende a ser menos ressecado que os do tipo 4? O motivo são as ondas bem mais largas do primeiro e os cachos pequeninhos - ou seja, com mais voltas - do segundo. 

Uso de química altera a textura do cabelo por afetar a queratina

Com tantos detalhes internos determinando a textura de um fio, você pode estar se perguntando: como o uso de químicas de alisamento consegue mudar radicalmente a textura? 

De acordo com Valcinir Bedin, a transformação é possível porque os alisamentos mexem com a distribuição da queratina - que, como já foi explicado, é uma das principais responsáveis pela textura do cabelo. "A alteração é feita através da destruição das pontes químicas que seguram as hastes de queratina. Produtos químicos são aplicados nos fios e a queratina é rearranjada em outro formato", diz. 

Sobre o que garante essa nova forma dos fios, Rodrigo Pirmez completa: "os alisamentos permanentes, por possuírem pH alcalino, abrem as cutículas dos cabelos e permitem a entrada do agente que refaz as moléculas de queratina". 

Redação: Nívia Passos

Temas relacionados
Canal de L'Oréal Paris

10 vídeos para você assistir enquanto espera a hidratação