Beleza Extraordinária

Como pintar cabelo cacheado e crespo? Descubra a coloração ideal para não desmanchar os cachos

  • Descubra a melhor opção de coloração para os cabelos cacheados e crespos! (Foto: Instagram @kirathelight)
  • Para não prejudicar a definição dos cachos, a dica é apostar nas colorações semipermanentes - tintas que têm fórmula livre de amônia (Foto: Instagram @stylefeen)
  • Por não retirarem os pigmentos de cor natural do cabelo, as colorações semipermanentes entregam um clareamente sutil (Foto: Instagram @africanmelaninnn)
Tela cheia
Previous Next
Descubra a melhor opção de coloração para os cabelos cacheados e crespos! (Foto: Instagram @kirathelight)
  • Descubra a melhor opção de coloração para os cabelos cacheados e crespos! (Foto: Instagram @kirathelight)
  • Para não prejudicar a definição dos cachos, a dica é apostar nas colorações semipermanentes - tintas que têm fórmula livre de amônia (Foto: Instagram @stylefeen)
  • Por não retirarem os pigmentos de cor natural do cabelo, as colorações semipermanentes entregam um clareamente sutil (Foto: Instagram @africanmelaninnn)

Na hora de pintar o cabelo cacheado ou crespo, uma das maiores preocupações é em relação à definição. O motivo? É que a amônia presente na fórmula das colorações permanentes pode aumentar o ressecamento e abrir os cachos, deixando-os com uma textura um pouco diferente da natural. No entanto, a boa notícia é que existem versões livres desse componente, que conseguem mudar a cor das madeixas sem alterar seu formato ou comprometer seu brilho e maciez. Confira a matéria para saber mais detalhes!

Colorações semipermanentes são as mais indicadas para as cacheadas e crespas

A definição dos cachos é uma preocupação muito comum entre as cacheadas e crespas que querem pintar o cabelo. E não é para menos: a amônia presente nas colorações permanentes abre as cutículas para alterar os pigmentos naturais de cor, e, com isso, aumenta o ressecamento e acaba deixando os cachos mais abertos. 

Porém, para a alegria de quem quer alterar o tom ou apenas cobrir o branco, existe uma alternativa para tingir os fios sem prejudicar a textura: as chamadas colorações semipermanentes. Com fórmula livre de amônia, esse produto atua apenas entre as escamas e cria uma película ao redor da fibra capilar - cobrindo até 70% do branco e transformando, para mais claro ou mais escuro, até um tom e meio de maneira suave e nada agressiva. Além disso, dependendo da versão escolhida, ainda ajuda a deixar os cabelos cacheados e crespos mais macios e brilhosos. 

Produto também é o mais indicado para o período de transição capilar

Além de trazer benefícios para quem já está com os cachos naturais, a coloração semipermanente também é a ideal para o período de transição capilar. O fato de não prejudicar o cabelo que está nascendo é um dos motivos, mas não é só isso: outro detalhe é o fato de algumas versões contarem com uma fórmula compatível com qualquer tipo de química - o que faz com que não ocorra nenhum corte químico com a parte que ainda está alisada. 

Tinta semipermanente sai ao longo das lavagens 

Por não agir diretamente nas cutículas para retirar os pigmentos de cor do cabelo, a coloração semipermanente dura menos que as tintas tradicionais. Criando uma espécie de película ao redor dos fios, ela deposita o pigmento escolhido sem remover o original - e, por isso, sai ao longo de algumas lavagens.

Sendo assim, para aquelas que vão pintar o cabelo pela primeira vez, ela ainda tem a vantagem de permitir uma espécie de teste com a cor escolhida antes de assumi-la de vez! Depois, com o tom aprovado, é só seguir uma rotina de retoques e manter os cuidados do cabelo em dia para que ele não desbote antes da hora. 

Redação: Nívia Passos

Temas relacionados
Skincare:

Como usar argila no rosto? Veja para que serve cada máscara facial

últimas matérias

Ver mais