Beleza Extraordinária

Como o oxigênio reage com a coloração para tingir os fios?

  • O oxigênio é um dos elementos mais importantes da coloração permanente. O gás ativa a cor dos pigmentos e clarea as madeixas, deixando-as prontas para receber a nova tonalidade
Tela cheia
Previous Next
O oxigênio é um dos elementos mais importantes da coloração permanente. O gás ativa a cor dos pigmentos e clarea as madeixas, deixando-as prontas para receber a nova tonalidade

Ao comprar o kit de coloração na farmácia ou perfumaria, já se perguntou porque com um tubo de creme branco e uma água oxigenada ou creme revelador sem cor é possível conseguir a tonalidade dos sonhos a partir da mistura de ambos? O motivo é o oxigênio, elemento que, além de necessário para existência humana pela respiração e na formulação da água, tem grande poder de oxidação e é decisivo para o funcionamento da tintura permanente no cabelo.

Oxigênio ajuda a criar a cor do pigmento e a "abrir" a fibra capilar para receber a nuance

A ação do elemento para transformar as madeixas acontece porque ao fazer a mistura que vem na caixinha, as substâncias chamadas precursoras de cor e acopladoras, que estão presentes tanto no tubo de coloração como no produto revelador, reagem formando o oxigênio. Ele então funciona de duas formas no cabelo: como ativador dos pigmentos precursores, tornando o creme branco em coloração do tom desejado, e como ferramenta para clarear os pigmentos naturais.

Isso acontece porque quando o oxigênio reage com um ativo alcalino, como a amônia, ao penetrar a fibra capilar, ele "incha" a área, separando as cutículas do cabelo, expulsando a melanina natural, e dando espaço para a entrada da cor. É por isso que a volumagem da água oxigenada interfere no clareamento dos tons. Quando mais alta, maior é o potencial de clareamento e mais rápido acontece o processo de "expulsão" dos pigmentos do cabelo, pelo inchaço causado.

Tonalizantes e tintas semi-permanentes não precisam do elemento para colorir

É por esse motivo, que cabelos ressecados tendem a segurar menos a coloração e desbotar mais rápido, porque quando mais abertas as escamas das madeixas, mais fácil os pigmentos saem, tirando a beleza dos fios coloridos. No caso dos tonalizantes e tintas semi-permanentes, o oxigênio não faz diferença pela falta de amônia no processo. Nesse tipo de coloração, os pigmentos se estabelecem ao redor do córtex capilar, área onde é definida a cor do cabelo, sendo eliminado após algumas lavagens.

A oxidação é o fator principal para o desbotamento

O efeito do sol nas madeixas pode iluminar os fios, mas também deixa vestígios de ressecamento na fibra capilar. Seja natural ou colorido, os cabelos continuam a agir com o oxigênio, desbotando a cor dos fios, processo que o químico com especialização em dermofarmácia Marcello Correa chama de foto-oxidação. "O efeito com o oxigênio muda o aspecto do cabelo pela degradação da queratina da fibra", explicou o profissional.

Para evitar esse desbotamento não programado, o cabeleireiro Élcio Cardoso indica vitaminas A, C e E, além de protetores solares para as madeixas: "as vitaminas, são anti-oxidades e a proteção solar também suaviza os efeitos no cabelo".

Temas relacionados
Skincare:

Como usar argila no rosto? Veja para que serve cada máscara facial

últimas matérias

Ver mais