Beleza Extraordinária

Como evitar irritações na pele durante a prática de exercícios físicos

  • Descubra dicas de como evitar irritações na pele ao fazer exercícios
Tela cheia
Previous Next
Descubra dicas de como evitar irritações na pele ao fazer exercícios

Aparelhos com filas de espera, todas as esteiras ocupadas, aulas de ginástica lotadas e os termômetros lá fora marcando as mais altas temperaturas do ano. Não tem jeito: quando o verão se aproxima, as academias ficam repletas de gente e os atrasados, que resolveram partir para o "projeto verão" a poucos meses da estação invadem as aulas para correr atrás do prejuízo acumulado durante o ano. Porém, é no verão também que surgem (ou agravam-se) os mais diversos problemas com a pele: manchas de sol, brotoejas, aumento da oleosidade, queimaduras... O atrito provocado entre o corpo e os aparelhos durante as atividades físicas piora o quadro dessas dermatites e pode complicar a vida de quem já tem predisposição a alergias e afins.

Fios presos com glamour

Pequenos cuidados podem fazer toda a diferença no combate e prevenção das irritações na pele causadas pelos exercícios físicos. Uma das medidas mais simples é não deixar os fios soltos na hora de praticar esportes. A dica para estes momentos é investir em cabelos presos, mas nem por isso menos incríveis que os fios soltos. Existem vários penteados criativos e bonitos para se usar na hora da malhação, entre rabos de cavalo, coques e faixas. E nem pense em utilizar cremes na hora dos exercícios! As chances deles escorrerem pelas costas e ficarem grudando na roupa são altas - o que, além de feio, ainda aumenta as chances da pele reagir e formar uma inflamação.

Maquiagem para malhar

Às vezes a vaidade fala mais alto e torna-se quase irresistível não passar ao menos um blush pra ir malhar com uma aparência mais saudável. Porém, utilizar maquiagem no rosto pode dificultar a transpiração da pele, além de entupir ainda mais os poros e favorecer o aparecimento de espinhas e inflamações. O ideal é ir com o rosto limpo, mas se a vontade de investir em uma produção mais elaborada for muita, prefira utilizar hidratantes labiais em tons clarinhos (pra não borrar), que ainda vão deixar seus lábios mais macios, e dar aquela corzinha de saúde à aparência.

Perfume na academia

Segundo a dermatologista Gabriella Corrêa de Albuquerque, o ideal seria abandonar qualquer tipo de fragrância antes de praticar exercícios, porém: "o uso de perfumes na academia não está contra-indicado, entretanto, se o paciente for alérgico a este produto, a irritação será potencializada devido a vasodilatação no local da aplicação provocada pelo exercício físico".

Roupas justas ou larguinhas?

Escolher um bom tecido na hora de malhar pode ser determinante não apenas no desempenho da atividade física, como também na intensidade da transpiração. De um lado, as peças sintéticas e justas; do outro, tecidos leves de algodão. Como proceder? Os tecidos sintéticos são mais colados ao corpo e, por isso mesmo, melhoram o equilíbrio térmico, atenuam possíveis cãimbras e dão mais precisão aos movimentos. Mas, apesar de serem a principal escolha da maioria das pessoas, podem provocar diversas reações alérgicas e inflamações se a pele for muito sensível (o organismo reage mais intensamente às substâncias sintéticas). É um tipo de tecido que, por encharcar facilmente, coopera para a formação de acne e pêlos encravados, além de inflamações no bumbum, coxas e costas. Porém, a dermatologista Jomara Estefaneli afirma: "Hoje em dia já existem tecidos com tecnologia para não atrapalharem a respiração da pele". Ainda assim, é indicado aderir às roupas de algodão ou tecidos naturais, que, além de serem mais fresquinhos por facilitar a troca de calor com o ambiente, podem ser uma opção de maior conforto para quem pratica esportes.

Cuidados durante os exercícios

Quanto às possíveis bolhas que vierem a se formar, Gabriella afirma: "É muito difícil comprovar que o atrito com os aparelhos da academia foram os causadores de doenças e irritações, mas sugerimos sempre a limpeza do aparelhos com álcool antes e depois do uso". Jomara alerta que a má higiene dos aparelhos pode transmitir micoses, que devido à fricção, queimaduras podem se formar ou, ainda, dermatite, caso o paciente seja alérgico ao material que recobre o aparelho, como o couro ou plástico. Na dúvida, invista sempre nas luvinhas de malhação para manter as mãos macias e "aposte em vestimentas que cubram as partes do corpo que estarão em contato com estes aparelhos durante o exercício físico", completa a dermatologista.

Como evitar ardências

Quem faz tratamento dermatológico com algum tipo de ácido ou produtos fortes e tem a pele sensível, geralmente sente ardências na superfície onde o produto é aplicado, devido à maior sensibilidade da pele - e essas ardências, além de causarem vermelhidões, podem ter intensidade de leve a muito forte. Para amenizar o efeito, as dermatologistas indicam água termal: "Nos casos de ardência nos atletas usuários de ácido, gosto muito de água thermal. Acho o efeito bem refrescante e hidrata a pele danificada sem causar piora na irritação", indica Gabriella. "Mas se a irritação for grande, é melhor conversar com o dermatologista, pois possivelmente está se exagerando na quantidade do ácido ou o mesmo está muito forte para o tipo da pele", alerta Jomara. Sobre o uso das toalhinhas, muito utizadas para aliviar o calor, a dermatologista também aconselha o uso liberado, frisando sempre que quem está em tratamento dermatológico não deve esfregar demais o rosto para não causar ardores.

O uso de água gelada é indicado por Gabriella. Segundo ela, o líquido refresca ainda mais. Porém, "vale lembrar que ambos promovem retirada do filtro solar e é importante avaliar se precisa de uma nova aplicação", diz a especialista, principalmente para quem faz qualquer tipo de tratamento dermatológico, em que o uso de FPS é indispensável.

Cuidados após o treino

Após a prática de exercícios físicos, é sempre recomendado tirar a roupa molhada e tomar um bom banho para remover as impurezas da face e corpo e odores provocados pela transpiração. Ficar muito tempo com a roupa suada pode facilitar a proliferação de fungos e bactérias que causam coceira e vermelhidão, além de micoses e o intertrigo, o famoso "pé de atleta". Em se tratando de alergias, Jomara alerta para a dermatite atópica, que se manifesta como eczemas em dobras (pescoço, atrás dos joelhos e dobra do braço). Por ser ácido, o suor pode agravar ainda mais o estado de quem já tem complicações cutâneas de qualquer ordem. São adequados sabonetes neutros de glicerina ou infantis, que higienizam, sem remover a camada de proteção natural da pele ou provocar reações alérgicas.

Temas relacionados
Skincare:

Como usar argila no rosto? Veja para que serve cada máscara facial

últimas matérias

Ver mais