Beleza Extraordinária

Como escolher o protetor solar ideal para a pele madura? Descubra a fórmula ideal para evitar manchas, queimaduras e fotoenvelhecimento

  • Para a pele madura, o protetor solar pode conter ativos anti-idade para combater flacidez, rugas e linhas de expressão (Foto: Shutterstock)
  • O filtro solar para a pele madura também pode ser de textura cremosa para ajudar na hidratação do rosto (Foto: Shutterstock)
  • Quem tem a pele negra e madura também deve se proteger do sol com um filtro solar que ajude a combater os sinais de envelhecimento (Foto: Shutterstock)
Tela cheia
Previous Next
Para a pele madura, o protetor solar pode conter ativos anti-idade para combater flacidez, rugas e linhas de expressão (Foto: Shutterstock)
  • Para a pele madura, o protetor solar pode conter ativos anti-idade para combater flacidez, rugas e linhas de expressão (Foto: Shutterstock)
  • O filtro solar para a pele madura também pode ser de textura cremosa para ajudar na hidratação do rosto (Foto: Shutterstock)
  • Quem tem a pele negra e madura também deve se proteger do sol com um filtro solar que ajude a combater os sinais de envelhecimento (Foto: Shutterstock)

Se você acha que o protetor solar só é importante enquanto se é jovem, engana-se! Quem já chegou ou está perto de chegar aos 40 anos sabe que a pele madura fica mais seca, com menos elasticidade e com mais riscos de desenvolver fotoenvelhecimento - que são aquelas manchinhas de sol, que podem se tornar difíceis de eliminar e até criar doenças fotossensíveis como lúpus, melasma ou eritema solar. Diferente de uma pele jovem e muitas vezes oleosa, é importante que a pele madura tenha um protetor solar com propriedades e texturas diferentes que, além de proteger do sol, também tenha ação anti-envelhecimento. Confira as dicas de como escolher!

Fórmulas: protetor solar com ação anti-envelhecimento protege contra rugas e flacidez

Flacidez, rugas e linhas de expressão são problemas naturais de uma pele madura, mas que podem ser amenizados com produtos anti-idade. No mercado de beleza, já existem filtros solares com ação anti-envelhecimento, que têm ativos antioxidantes como vitamina C e vitamina E, que protegem as fibras de colágeno, e moléculas como Mexoryl XL e Mexoryl SX. Quando combinadas em um só produto, essas duas moléculas  conseguem proteger a pele dos raios UVB e UVA. Isso é importante porque a proteção UVB é contra o câncer de pele, enquanto a proteção UVA também protege contra rugas, flacidez e manchas causadas pelos raios solares. 

Textura: Filtro solar com textura cremosa é mais indicado para peles maduras

Para lutar ainda mais contra o ressecamento, uma outra dica na hora de escolher o protetor solar é optar por fórmulas cremosas, ao invés daquelas em gel, "oil-free" ou com acabamento matte, que são mais indicadas para peles oleosas ou mistas - o que não quer dizer que a textura em creme entregue aquele toque "pegajoso". Pelo contrário, os protetores cremosos específicos para o rosto são absorvidos mais rápido, e também entregam uma luminosidade extra para quem tem a pele ressecada. Na hora de aplicar, a dica é não esquecer do colo e do pescoço, áreas que também ficam secas e podem envelhecer mais rápido. 

FPS: Fator de proteção solar deve ser escolhido pelo tom de pele

Quanto mais clara a pele, maior o fator de proteção solar recomendado, não importa a idade. Na praia ou na piscina, quando a exposição solar será maior, não é indicado aplicar um filtro abaixo de 30, até mesmo em peles negras, pois esse fator ajudará a manter a pele protegida dos raios UVB, que causam vermelhidão e sensação de ardência. Isso significa que a pele estará 30 vezes mais protegida do que se não estivesse com proteção. Já quem tem a pele morena clara pode escolher filtros com FPS 40, enquanto quem tem a pele clara ou muito clara deve sempre escolher os filtros com FPS 50 ou 60. 

Temas relacionados
Cabelos danificados têm solução?

Descubra qual é o melhor shampoo para esse problema