Beleza Extraordinária

Como escolher o hidratante ideal para o seu tipo de pele? Descubra!

  • A pele oleosa também precisa de hidratantes mais leves para que a produção das glândulas sebáceas não aumente (Foto: Instagram @alatorreee)
  • Hidratantes bem levinhos são os mais indicados para a pele normal (Foto: Instagram @symphanisoto)
  • A pele mista precisa de cremes hidratantes com dupla ação (Foto: Instagram @damvd_)
  • Hidratantes mais potentes são os mais indicados para as peles secas (Foto: Instagram @sarahangius)
Tela cheia
Previous Next
A pele oleosa também precisa de hidratantes mais leves para que a produção das glândulas sebáceas não aumente (Foto: Instagram @alatorreee)
  • A pele oleosa também precisa de hidratantes mais leves para que a produção das glândulas sebáceas não aumente (Foto: Instagram @alatorreee)
  • Hidratantes bem levinhos são os mais indicados para a pele normal (Foto: Instagram @symphanisoto)
  • A pele mista precisa de cremes hidratantes com dupla ação (Foto: Instagram @damvd_)
  • Hidratantes mais potentes são os mais indicados para as peles secas (Foto: Instagram @sarahangius)

Como toda pele precisa de hidratação, apostar em um bom creme hidratante é um cuidado indispensável na rotina de beleza! Mas, para repor toda a água necessária sem causar efeito o rebote, é muito importante investir na versão ideal para cada tipo - seja ela seca, oleosa, mista ou normal. Ainda tem dúvidas sobre a escolha do produto? Então, essa matéria vai te ajudar a resolver os seus problemas. Confira as dicas! 

Pele seca: cremes altamente hidratantes para repor toda a água necessária

Toda pele precisa de um bom hidratante; mas, para a seca, esse cuidado é ainda mais indispensável! É que, como ela tem uma menor produção das glândulas sebáceas, tende a ficar ressecada, com aparência opaca e até sofrer com descamação, aspecto avermelhado e marcas de expressão mais evidentes. Por causa disso, a rotina de cuidados desse tipo de derme deve contar sempre com produtos que ajudam a repor toda a água que ela precisa para ficar macia e com uma aparência mais saudável - sendo o creme hidratante o principal deles!

Como escolher: como a pele seca produz menos oleosidade, o segredo é apostar nas versões com textura mais cremosa e que sejam ricas em óleos e demais componentes que ajudam a aumentar a hidratação e nutrição - como manteigas e glicerina, por exemplo. Fórumlas anti-idade são altamente recomendadas.

Pele oleosa: hidratantes com fórmula mais leve para não aumentar a produção de óleo

Diferentemente da pele seca, a oleosa conta com uma intensa produção de óleo - o que faz o rosto ficar mais brilhoso que o normal, com os poros dilatados e ter tendência à acne. No entanto, engana-se quem pensa que o uso de hidratantes é dispensável nesse caso: sem eles, as glândulas sebáceas podem entender que a derme está precisando de mais hidratação e causar um efeito rebote por produzir ainda mais sebo. 

Como escolher: como a pele oleosa tem excesso de óleo, ela precisa de cremes hidratantes com textura fluida e fórmula mais leve - ou seja, à base de água. Sendo assim, a dica é apostar nas versões que não tenham tantos óleos na composição; de fácil absorção para evitar o aspecto brilhoso; e que prometam não obstruir os poros. 

Pele mista: cremes com dupla ação para tratar as partes secas e oleosas

Como o nome indica, a pele mista apresenta características tanto da pele seca quanto da oleosa: a "zona t" - área do nariz e testa - tem oleosidade excessiva, enquanto as demais partes do rosto são mais secas. Por causa disso, escolher o  hidratante ideal não é tarefa fácil, mas o segredo para não prejudicar nenhum ponto do rosto com esse passo é encontrar o equilíbrio. 

Como escolher: A dica é apostar em versões com dupla ação! Ou seja, que tenham componentes que entreguem a hidratação necessária para as partes secas e, ao mesmo tempo, ajudem a controlar a produção de sebo que piora a oleosidade da "zona t". Apostar nas fórmulas leves e à base de água é opção certeira também.

Pele normal: fórmulas oleosas são as mais indicadas

A pele normal se caracteriza pela hidratação sob medida - ou seja, nem em excesso, como acontece com as oleosas, e nem com a pouca quantidade das secas. No entanto, geralmente este tipo de pele tende a sofrer mais com o ressecamento: por isso, o ideal é apostar no creme hidratante à base de óleo. 

Como escolher: para manter a hidratação natural em dia, o ideal é seguir a mesma dica dada para as peles secas e também preferir cremes de fácil absorção. 

Redação: Nívia Passos

Temas relacionados
Cabelos danificados têm solução?

Descubra qual é o melhor shampoo para esse problema

últimas matérias

Ver mais